descongestionante nasal caseiro
Crédito: Freepik
em

Descongestionante nasal caseiro: como fazer e usar

Veja o que o uso de descongestionante nasal de farmácia pode fazer com o seu corpo

Gripe, resfriado, rinite e sinusite são algumas das doenças que deixar o nariz entupido, impossível de respirar através dele. Então, o que muitas pessoas fazem é recorre aos descongestionantes de farmácia, que no início parecem mágicos, já que desobstruem a passagem de ar e é possível voltar a respirar livremente. Porém, passadas algumas horas, o nariz volta a entupir ainda mais, criando uma certa dependência à substância. Em alternativa, é bom aprender a fazer descongestionante nasal caseiro e tentar usar opções mais naturais.

Veja também: como usar vinagre de maçã para sinusite

Como desentupir o nariz com descongestionante nasal caseiro

As soluções de descongestionante nasal caseiro não prejudicam a saúde, são fáceis de fazer e pode repetir várias vezes ao dia.

Lavagem nasal com soro fisiológico

O soro fisiológico é um dos grandes aliados para tratar do nariz entupido. Escolha o soro a 0,9% e coloque dentro de uma seringa sem agulha. Então, aperte-o para dentro de uma das narinas para que ele entre, limpe, e saia pela outra narina, eliminando os excessos presos ali dentro. Para esse procedimento, deve-se abrir a boca para respirar e inclinar a cabeça para o lado. Aplique o soro em uma narina e pressiona para fora para que ele saia pela outra. Faça isso na pia. Assoe bem o nariz depois da aplicação. Pode repetir algumas vezes ao dia.

Com vapor de eucalipto

Fazer uma vaporização também é uma ótima forma de descongestionar o nariz temporariamente, sem causar danos à saúde. O vapor com folhas de eucalipto é ótimo, pois essa planta tem propriedade descongestionante.

Faça um chá de folhas de eucalipto ou óleo essencial de eucalipto usando 500 ml de água e 3 gotas de óleo ou algumas folhas. Coloque-o, ainda bem quente, dentro de uma bacia sobre a mesa.

Sente-se de frente para a bacia, aproxime-se do vapor e cubra a cabeça com uma toalha de banho para que o vapor fique preso debaixo. Fique respirando esse vapor até a água esfriar.

Umidificador de ambientes

Outra solução semelhante à anterior, só que para durar mais tempo, é investir em um aparelho umidificador de ambientes para ter no quarto. Ele vai manter o ar mais úmido, facilitando a eliminação do muco preso nas narinas e aliviando a congestão por um período maior de tempo.

Alimentação e exercícios

Tenha uma alimentação saudável, livre de alérgenos e industrializados, na medida do possível. Faça alguma atividade física, assim, as chances de contrair qualquer doença serão reduzidas e sua qualidade de vida certamente vai aumentar. Além do mais, ao praticar uma atividade física a tendência é que o nariz consiga desentupir sozinho.

As dicas desse artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. Para obter os resultados esperados também é preciso aliar o uso a um estilo de vida saudável e equilibrado.

Descongestionante nasal faz mal?

De modo geral, a recomendação é que se use o descongestionante nasal de farmácia apenas quando for extremamente necessário, pois é verdade que ele causa dependência. Quanto mais se usa, mais precisa usar.

Conforme explica o Dr. Drauzio Varella, quando uma pessoa está com alguma doença que causa a congestão nasal, os vasos sanguíneos nasais ficam dilatados, dificultando a descida do muco produzido, pois o caminho fica mais apertado. A função dos descongestionantes é de vasoconstrição, ou seja, de deixar esses vasos mais estreitos, abrindo espaço para a passagem do muco e normalizando o processo respiratório.

O problema é que essa solução é artificial, agindo apenas por um determinado tempo. Depois, a dilatação volta e ainda pior, fazendo com que a pessoa precise do descongestionante o tempo todo. Como resultado, fica mais cada vez mais difícil de tratar o problema, pois ele se torna crônico.

Então, o melhor a fazer é tentar abandonar o uso desses descongestionantes, começando por substitui-los pelas dicas de descongestionante nasal caseiro. Em alguns casos, é necessário realizar um tratamento médico mais intensivo a fim de corrigir a causa do problema.

Veja quais outros problemas de saúde pode ser desenvolvidos pelo vício nos descongestionantes de farmácia:

Doenças cardíacas

Sabe-se que uma parte de todo medicamento que se utiliza entra na circulação sanguínea, então, a médio prazo, essa contração dos vasos vai prejudicar outros setores, causando arritmia, taquicardia, pressão alta e outros. Por isso é contraindicado para pessoas que sofrem com problemas cardíacos e de pressão arterial elevada.

Rinite medicamentosa

Cada vez que as gotinhas entram em contato com a mucosa nasal, elas contraem os vasinhos, desinchando e facilitando a passagem do ar, temporariamente. Esse processo, envia uma mensagem ao seu cérebro de que a proteção não está funcionando – sim, o muco é um sistema de defesa! – o que faz com que produza ainda mais.

Com mais muco e mais intensidade, passado o efeito do remédio, o nariz estará em uma situação pior do que antes. O que acontece? Uso repetitivo do medicamento. Isso cria um estado de obstrução nasal sem secreção chamado rinite medicamentosa.

Vício

A pessoa que utiliza esse remédio tende a ficar viciada, se não limitar o uso ao máximo de 3 dias. Além da tentativa de evitar o efeito rebote, com uso de mais descongestionante, a rotina de sofrimento-alívio pode levar a um estado de vício, com base no estímulo-resposta, gerando um condicionamento não somente físico, mas psicológico.

Associado a isso, a pseudofedrina, ingrediente ativo de vários descongestionantes nasais, pode ser facilmente transformado em metanfetamina, droga muito forte que vicia rapidamente. Por isso, em alguns países os descongestionantes são vendidos somente com prescrição médica e apresentação de identidade na farmácia.

Trombose

Com uso constante desse vasoconstritor, a tendência a criar coágulos se multiplica, causando inchaços e podendo levar até mesmo a uma trombose, doença grave que, se não tratada, leva a óbito.

Perda do olfato

Imagine como seria viver sem sentir os cheiros? Sejam bons ou ruins, eles servem para alertar sobre o ambiente, frescor dos alimentos – compondo inclusive o sabor dos mesmos – e perigos iminentes. O uso constante de descongestionantes nasais pode levar à perda do olfato e até perfuração nasal.

Recomendações da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária

A ANVISA publicou recentemente uma lista com descongestionantes nasais que contêm vasoconstritores que deveriam ser vendidos somente com indicação médica. Veja se você utiliza algum desses:

  • Neosoro
  • Sinustrate
  • Sorine
  • Adnax
  • Rinoklin

Atenção no momento da compra! Alguns descongestionantes são compostos apenas de soro, não causando mal à saúde. Leia sempre a embalagem com atenção, pois algumas marcas possuem descongestionantes com e sem vasoconstritores.

Mito ou verdade

dicas para usar descongestionante nasal caseiro
Crédito: Freepik

Muito se discute sobre essas gotinhas, e algumas inverdades são amplamente disseminadas. Descubra o que é mito e o que é verdade sobre os descongestionantes nasais.

Descongestionante dissolve o muco

Mito. Ele não dissolve o muco, ele evita que o muco seja eliminado, contraindo os vasos e acumulando ainda mais, gerando o famoso efeito rebote. Quando passar o efeito, o corpo vai produzir ainda mais muco por não ter achado a quantidade anterior suficiente para a eliminação dos germes.

Descongestionante nasal age como a adrenalina

Verdade. Possui substâncias que agem de forma similar à adrenalina, mas com efeito somente onde é pingado, ou seja, nas narinas. Lembrando que seu uso contínuo faz com que parte dessa substância caia no sistema circulatório, levando a problemas cardíacos.

Faz mal

Verdade. Se usado por mais do que 3 dias corridos, parte da substância vasoconstritora cai na corrente sanguínea, provocando diversos problemas de saúde, com visto anteriormente.

Devo usar?

Somente em último caso e com orientação médica se deve utilizar essas “gotinhas milagrosas”. Mas que tal buscar formas mais naturais de desobstruir as narinas?

Primeiro, procure qual é a causa real do problema, pode ser uma sinusite, desvio de septo ou polipo nasal. Procure o auxílio de um otorrinolaringologista.

Pense na sua alimentação. Será que a forma como você se alimenta está contribuindo para a queda da imunidade e aparecimento de gripes, resfriados e alergias?

Fonte: ANVISA

79 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

chá para aumentar a imunidade

Chá para aumentar a imunidade: 5 receitas fáceis e poderosas

alimentação ayurveda

Princípios da alimentação ayurveda: descubra um novo estilo de vida