em

Quais são os cuidados a ter com gatos idosos?

Entre os cuidados a ter com gatos idosos está oferecer alimentação adequada e adaptar a casa para o pet.
cuidados a ter com gatos idosos
Crédito: Unsplash

Os animais também sofrem com o avanço da idade e precisam de atenção para suas necessidades específicas. Os cuidados a ter com gatos idosos são bem diferentes daqueles adotados com um filhote, além de ser necessário uma dose extra de paciência e adaptações dentro de casa.

Mas tudo vale a pena. Afinal, os animais de estimação merecem esse carinho depois de tantos anos de companheirismo. Nada mais justo do que recompensá-los com muito amor!

8 Cuidados a ter com gatos idosos

É preciso se atentar aos sinais que indicam que seu gato chegou à terceira idade. A partir dos 10 anos, o pet começa a mudar seus hábitos, pois na teoria é como se estivesse próximo aos 60 anos em idade humana.

Pelos brancos, dificuldade para caminhar, longas horas de sono, perda de apetite e comportamento mais reservado são alguns deles, e em alguns ocorre perda ou ganho de peso, mau hálito, perda dos dentes e dificuldade de segurar a urina.

Os gatos também se tornam menos ágeis e adotam o hábito de se esconder, pois instintivamente sentem que são presas fáceis. Por isso, ele precisa dos seus cuidados para que seus dias sejam mais fáceis e tranquilos.

Veja quais os principais cuidados a ter com gatos idosos.

1. Observe e examine seu pet frequentemente

Sempre que acariciar seu gato ou pegá-lo no colo procure por sinais como manchas na pele, caroços, olhos turvos ou esbranquiçados e problemas nas gengivas e dentes. Repare se o pelo está caindo mais do que o normal e se ele parece sentir dor ou desconforto. A qualquer sinal de algo estranho, leve-o ao veterinário.

2. Visite o veterinário a cada seis meses

Gatos mais velhos são propensos a enfrentar as mesmas doenças que pessoas idosas, como artrite, problemas cardíacos e renais, catarata, diabetes, obesidade, hipertireoidismo e câncer.

Quanto antes esses problemas forem diagnosticados, maiores as chances de recuperação, portanto aumente a frequência de visitas ao veterinário e fique atento a qualquer sinal de que seu bichinho não está bem.

Não custa lembrar que manter bons hábitos ao longo da vida reduz as chances de sofrimento no futuro. Portanto, ofereça nutrição adequada, escove os dentes a cada três dias, brinque para exercitar e faça exames regularmente no seu pet.

3. Mantenha uma rotina de exercícios

gatos idosos
Crédito: Unsplash

É natural que o interesse dos gatos por brincadeiras diminua com o passar dos anos, mas é essencial mantê-los em movimento. Isso ajuda a controlar o peso, desenvolver o tônus muscular, melhorar a respiração e prevenir problemas como artrite, doenças cardíacas e estresse.

Mas não force a barra! Entre os cuidados a ter com gatos idosos está manter seus brinquedos por perto e adaptar as brincadeiras à sua idade. Seja criativo e quando perceber que ele está ofegante ou cansado, dê uma pausa e ofereça água.

4. Adapte o ambiente

Não deixe a cama, os brinquedos e os potes de água e comida em locais altos, pois o gato pode ter dificuldade de subir e saltar. A caixa higiênica deve ter laterais baixas para que ele possa subir com facilidade e, se necessário, faça uma rampa ao redor para ajudá-lo.

5. Mantenha o pet aquecido

Tanto cães quanto gatos tendem a sentir mais frio com o passar dos anos, mesmo que sejam bastante peludos. Compre roupinhas adequadas para mantê-lo quentinho e, se possível, mais de uma caminha para deixar pela casa. Deixe cobertores disponíveis junto às caminhas e caixas de papelão.

6. Escove o pelo diariamente

Os pelos caem com mais frequência com a velhice, e o gato pode se lamber e ingeri-los, levando à formação de bolas de pelo. O problema é que, com a idade, eles se afogam com mais facilidade e podem ter problemas estomacais e respiratórios.

Por isso, escove-o diariamente para eliminar os pelos mortos e evitar esse problema. Isso também ajuda a diagnosticar caroços, manchas e problemas em geral.

7. Corte ou apare as unhas semanalmente

Como o gato fica mais quieto e arredio, ele também tende a usar menos o arranhador, por isso apare ou corte as unhas semanalmente. Caso contrário, o animal pode se ferir com elas.

8. Ofereça alimentação adequada

A ração super premium específica para gatos idosos é a mais recomendada, pois oferece todos os nutrientes e vitaminas necessárias para essa fase da vida, além de ser mais macia. Não se esqueça de oferecer água em abundância, pois é importante manter o pet hidratado nessa idade para evitar problemas urinários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

chás calmantes
5 Chás calmantes para baixar a ansiedade e estresse
cabelo cronograma capilar
O que é e como fazer cronograma capilar