Criar filhos livres
Crédito: Freepik
em

Criar filhos livres: adultos independentes e pais felizes

Entenda a relação entre a liberdade da criança, sua vida adulta e o estresse dos pais

Como saber a medida entre dar espaço para seu filho se desenvolver e estabelecer limites? De acordo com a técnica da paternidade/maternidade respeitosa, ambos caminham juntos! E o melhor: ajuda a criar adultos independentes, reduzindo também o estresse dos pais. Veja o que diz o mais recente estudo sobre o tema.

Pesquisadores australianos, da Universidade Edith Cowan, publicaram um importante estudo sobre a educação de filhos. Eles procuraram compreender se a técnica da educação respeitosa poderia ser positiva para pais e filhos. Essa forma de educar é “baseada na construção do relacionamento pai-filho por meio da observação e respeito“, define a pesquisa.

De forma prática, ela não impõe limites com castigos, super proteção ou — menos ainda — gritos. Na realidade, respeita a criança como uma pessoa em formação, com erros e acertos, dando uma maior liberdade de decisão. Assim, pais e filhos vão aprendendo, sem repressão e sem marcas sofridas para o resto da vida.

Em um período de 6 semanas, com pais e filhos em uma sala, onde a intervenção no comportamento era a mínima, os especialistas realizaram alguns testes: “Escala de Sentido de Competência Parental, Escala de Estresse Parental e Escalas de Depressão, Ansiedade e Estresse”. Como resultado, viram que criar filhos com mais liberdade “melhora o estresse e a confiança nos pais de bebês e crianças“.

Em outras palavras, quando se dá mais espaço para as crianças se desenvolverem, sem superproteção, todo mundo ganha. Os filhos tendem a não sofrer de codependência e ter mais sucesso na vida. Por outro lado, os pais sofrem menos com estresse sendo, consequentemente, mais felizes. Faça o teste e depois conte o que achou!

como diminuir ruídos em casa

9 Soluções econômicas para deixar sua casa mais silenciosa

guardar comida na panela

Por que não é recomendado guardar comida na panela