em

Ajude o funcionamento do corpo a partir de pontos na mão

Técnica japonesa auxilia nos cuidados com o corpo a partir de massagem nos dedos.

A reflexologia é uma antiga terapia japonesa. Segundo ela, nossa mão tem contato direto, a partir das terminações nervosas, com outros órgãos do corpo.

Ao pressionar esses pontos, entre três e cinco minutos, somos capazes de enviar impulsos ao corpo, melhorando o funcionamento de, pelo menos, dez órgãos.

Para isso, é importante estar totalmente relaxado, concentrando-se unicamente nessa conexão que você espera sentir em seu corpo.

Se possível, fique em um ambiente calmo, silencioso e fresco, para que o processo seja o mais relaxante e proveitoso possível. Lembre-se de que as medicinas alternativas buscam as conexões do nosso corpo e, tanto ele quanto a mente, devem estar completamente relaxados para que a energia possa fluir por todos os pontos.

Muitos praticantes da reflexologia afirmam que ela proporciona os mesmo efeitos da meditação.

Os pontos que vamos ensinar agora são muito fáceis e rápidos de fazer. Vale a pena tentar.

Pontos de massagem nos dedos

Polegar

Alivia dores de cabeça, no estômago e combate a ansiedade.

Indicador

É o ponto para dores nas costas e nos músculos do braço.

Médio

Reduz a pressão arterial e alivia a ansiedade.

Anelar

Melhora a respiração e atua sobre problemas digestivos.

Mínimo

Serve para relaxamento do corpo via sistema nervoso e ajuda no equilíbrio do funcionamento dos músculos cardíacos.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Experimente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

Receita caseira para pressão alta
Benefícios da folha de abacate