em

Como controlar a vertigem rapidamente

Se você sofre com esse mal, saiba que é possível controlá-la de formas simples e efetivas
como controlar a vertigem
Crédito: Freepik

Vertigem é a sensação de que o mundo está girando em torno de você ou você em torno de si mesmo. Muitas pessoas sofrem com esse problema, o que pode atrapalhar no dia a dia. Se esse é seu caso, saiba como controlar a vertigem da melhor maneira e o que não fazer quando estiver nessa situação.

O que é vertigem

Vertigem e tontura são sintomas similares, mas não são a mesma coisa. Na realidade, a vertigem é uma das ramificações da tontura. De acordo com um estudo realizado na Universidade Federal de Juiz de Fora, a vertigem acontece quando a tontura é acompanhada de ilusão de movimento rotatório em torno do ambiente ou vice-versa. Ela pode ser intensa (chamada de periférica) ou mais branda (central).

Ela é causada devido a uma limitação no aparelho vestibular, que fica no ouvido interno, dando a ilusão de movimento. Esse movimento pode vir como lateralidade, mas em geral é rotatório, podendo ter também outros sintomas como enjoo, vômitos, escurecimentos da visão e mais.

Geralmente está associada a problemas fáceis de resolver, podendo ser sintomas também de doenças mais severas, como a labirintite, devendo sempre ser investigada e tratada de forma holística, com o apoio do médico especialista, fonoaudiólogo e nutricionista. Veja mais detalhes no vídeo abaixo.

Maneira fácil de controlar a vertigem em segundos

A otorrinolaringologista Carol Foster, atuante na Universidade de Denver, nos Estados Unidos, ensina uma técnica prática e rápida para controlar a vertigem muito rapidamente, que ela denomina como torcer e virar, que faz com que se libere as partículas acumuladas no ouvido interno, acabando com a vertigem.

Entenda como fazer:

  1. Se abaixe lentamente, ficando de joelhos, preferencialmente ao lado de uma parede, para ter apoio, se necessário;
  2. Coloque a cabeça para trás, o que pode parecer fazer piorar momentaneamente, mas persista por alguns segundos;
  3. Volte à posição normal e projete o corpo para a frente, colocando primeiramente as mãos no chão e, em seguida, também os cotovelos;
  4. Abaixe a cabeça, encostando o topo da mesma no piso;
  5. Ainda nessa posição, vire a cabeça para o lado do ouvido que precisa ser tratado e espere para a vertigem passar;
  6. Se não passar, levante a parte superior do corpo até ficar com a cabeça da mesma altura que as costas, sempre olhando para o lado, por 30 segundos;
  7. A médica explica que pode levar de três a quatro repetições para controlar a vertigem.

Se você não sabe qual é o ouvido, então faça o movimento uma vez para um lado e depois repita todo o processo para o outro. Procure o médico o mais rápido possível para diagnosticar corretamente. Veja o passo a passo em vídeo.

O que não fazer em caso de vertigem

Em casos de vertigem, existem algumas crendices populares e outras atitudes que podem prejudicar a recuperação, ao invés de ajudar. Veja então o que não fazer quando tiver vertigem.

1. Tomar café

Já aconteceu de você sentir tontura ou vertigem e te oferecerem um café, com a maior boa vontade, dizendo que vai de dar energia e melhorar o problema?

Eles não estão de todo errados. A cafeína realmente vai ajudar a aliviar a moleza depois da vertigem, porém ela vai prejudicar – de forma acumulativa – o seu aparelho vestibular, podendo dar maiores chances de surgirem novos episódios de vertigem.

Procure realizar uma alimentação mais saudável, voltada para pessoas que sofram com problemas similares ou correlatos, como a labirintite, sempre com o apoio de seu médico e também de um nutricionista.

2. Continuar o que está fazendo

Muitas pessoas que convivem com a vertigem, quando vêem que ela não veio tão grave, resolvem continuar a caminhar, escrever, descer escada, sair da cama e até dirigir!

Isso pode causar acidentes sérios, incluindo risco de morte, além de prejudicar a recuperação, pois o sistema é todo integrado, incluindo os seus olhos e movimentos corporais.

Dessa forma, pare tudo o que estiver fazendo quando a vertigem aparecer, faça a manobra ensinada acima, se possível e siga corretamente as orientações do seu médico.

3. Entrar em pânico

Tudo o que você precisa durante uma crise de vertigem é manter a calma e fazer os movimentos de forma calma, respirando e dando ao seu corpo o tempo que ele precisar para se resolver.

Quando você entra em pânico, os batimentos aceleram, a respiração fica mais curta e ineficiente, levando menor oxigenação ao cérebro, o que definitivamente não ajuda.

Assim, respire fundo, sem fazer força e faça os movimentos tranquilamente, sem pressa e respeitando os limites do seu corpo no momento da crise.

4. Levantar rapidamente

Pensou em chamar alguém ou até mesmo sair de onde está, mas está em posição sentada ou deitada? Não levante rapidamente.

O ideal é sair lentamente do local onde você está e colocar os joelhos no chão, para aplicar a manobra de forma efetiva, acabando com a vertigem.

Se você levanta de uma vez, as chances de agravar o problema são imensas, devendo ser evitado qualquer tipo de movimento brusco com a cabeça ou o corpo.

5. Fechar os olhos

Manter os olhos abertos pode incomodar bastante, dada a sensação de movimento e os borrões que podem aparecer, bem como o escurecimento da vista, mas o ideal é manter os olhos abertos, sempre que possível. O indicado é tentar manter um foco em um ponto, durante a manobra ensinada pela médica.

Lembre-se de procurar um otorrinolaringologista de confiança, assim que tiver o primeiro sinal de vertigem, para averiguar qual é a causa e tratar devidamente, pois ela é um sintoma de inúmeras doenças, muitas de simples tratamento, porém outras que precisam de maiores cuidados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
boca seca
Boca seca: principais causas e o que fazer para sanar o problema
lidar com uma pessoa bipolar
Como lidar com uma pessoa bipolar