controlar a raiva
Crédito: Freepik
em

Como controlar a raiva para viver mais tranquilo e feliz

A raiva é um sentimento normal quando não acaba se tornando um problema de convivência. Veja formas de lidar com ela

A raiva é um sentimento que todo ser humano tem. Mas algumas pessoas não conseguem controlar a raiva e lidar com esse sentimento sem prejudicar a própria saúde e sem prejudicar suas relações com os outros. Nesse sentido, a raiva acaba sendo um bloqueio para uma vida tranquila e feliz, pois surge com frequência e, muitas vezes, gera situações desagradáveis e até perigosas.

Veja também: benefícios de acordar cedo para mudar de vida

5 Dicas para controlar a raiva

como controlar a raiva no dia a dia
Crédito: Freepik

Essas dicas vão desde atitudes no dia a dia até tratamento com profissionais da saúde mental. O primeiro passo para conseguir lidar com a situação de descontrole da raiva é perceber que o problema existe e que você precisa levar a sério as possibilidades de tratamento. Veja quais são:

1. Identifique as situações que geram raiva

Esse exercício você pode começar a fazer hoje mesmo. Muitas vezes você sabe o que lhe desperta uma raiva incontrolável. Só que nem sempre isso acontece, fazendo você nem perceber que entrou nessa situação mais uma vez.

Então, comece parando para pensar e anotar quais situações lhe deixam com muita raiva. Podem ser pessoas, locais, palavras ou ações corriqueiras do dia a dia, tudo importa, anote. Esse exercício vai permitir que você saiba por onde começar a controlar a raiva, pois já sabe o que desperta o problema.

2. Entenda o que é esse sentimento para controlá-lo

Conhecer a si mesmo é essencial para ser capaz de controlar a raiva. Então, quando estiver tranquilo, longe desse sentimento, tire alguns minutos para imaginar as situações em que você se descontrola.

Enfrente essa situação na sua mente enxergando que, para ter o controle do que sente, só depende de você e não dos outros. Quando parar de colocar nas pessoas, lugares, objetos ou palavras a culpa pela sua raiva, vai compreender que ela é bem menor do que você acaba vivenciando com um comportamento explosivo. Só o que precisa fazer é encontrar soluções para dispersá-la.

3. Bloqueie a raiva com outras atividades

Não são todas as situações que raiva descontrolada que você consegue modificar. Por exemplo, se você fica com muita raiva no trânsito, não pode simplesmente esvaziar as estradas mandando todo mundo ir para casa.

Nesse caso, precisa pensar em outras alternativas para que a raiva não seja despertada. No caso do trânsito, se já sabe que vai ficar 1 hora parado sentindo raiva, programe algumas atividades para fazer enquanto espera.

Você pode ler um livro, ouvir suas músicas preferidas, organizar sua agenda ou fazer ligações importantes. Tome atitudes que mantenham a sua mente ocupada para que o tempo passe mais rápido e de forma útil.

4. Comunique-se com as pessoas

Já parou para pensar que você se permite ficar com raiva de certas pessoas por atitudes que elas nem percebem que fazem? Isso acontece porque as pessoas são diferentes, foram criadas de formas diferentes e, por isso, você pode querer que todos sejam ou pensem como você.

Para resolver o problema, é preciso se comunicar. Quando estiver em um momento calmo, chame para conversar aquela pessoa que lhe desperta a raiva com determinadas atitudes. Fale com ela sobre o que sente e se ela poderia modificar determinada atitude por motivos justificáveis que vão ajudar a melhorar o convívio entre vocês.

5. Melhore sua qualidade de vida

É bem comum que pessoas exaustas fiquem com raiva com bastante facilidade. Um estilo de vida que não é saudável prejudica muito a cura da raiva descontrolada. Então, procure pontos da sua vida que podem ser melhorados, como por exemplo:

  • Começar a praticar atividade física para liberar boas sensações e se livrar da raiva;
  • Manter uma alimentação saudável que não cause dor e desconforto;
  • Evitar bebidas estimulantes, caso perceba que elas ativam a raiva;
  • Dormir bem para acordar de bom humor e com disposição;
  • Manter-se perto de pessoas que o façam sentir bem;
  • Consertar aqueles probleminhas da casa ou do carro que sempre despertam a raiva;
  • Resolver seus problemas com as pessoas para ter a mente leve e tranquila, sem culpa ou rancor;
  • Procurar outro trabalho se não estiver feliz com o atual.

Como ajudar as crianças a lidar com a raiva

como controlar a raiva nas crianças
Crédito: Freepik

No caso de controlar a raiva das crianças a situação é bem diferente. Aliás, é uma grande oportunidade de evitar que elas se tornem adultos explosivos. É na infância que o modelo mental do ser humano se desenvolve com maior intensidade, então é o momento ideal para ajudar o pequeno a moldar seus sentimentos e seu modo de ver o mundo.

Compreensão e paciência

Antes de tudo, o adulto responsável precisa compreender que as crianças ainda não sabem lidar com todos os sentimentos. A raiva é um dos mais difíceis, pois os pequenos não sabem o que fazer quando sentem frustração, logo, a tendência é atacar, xingar e desobedecer.

Isso não quer dizer que a criança goste desse sentimento, ela precisa de um adulto paciente e consciente do que está acontecendo para orientá-la sem repressão. É preciso explicar que esse sentimento é normal e também é controlável.

Estímulo à expressão de sentimentos

Assim como dito nas dicas para adultos, falar sobre o que sente é fundamental. Em uma situação de frustração, instigue o pequeno a falar sobre o que está sentido e o que gostaria de acontecesse para se sentir melhor.

Ouça tudo em silêncio e depois explique por que certas coisas não acontecem como a criança deseja e que isso é normal, ela precisa aceitar e seguir em frente.

Apoio profissional

Se os responsáveis pela criança não se sentem capacitados ou com controle emocional suficiente para ajudá-la de forma eficaz, o melhor a fazer é buscar a orientação de um psicólogo infantil. Muitas vezes, a raiva descontrolada na criança pode ser sintoma de alguma disfunção real que precisa ser investigada e tratada por um profissional da área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

método tabata

Método Tabata: veja como fazer treinos intensos e eficazes

berberina

Berberina: para que serve e como usar esse fitoterápico