como cuidar colar-de-pérolas
Crédito: Pixabay
em

Colar-de-pérolas: veja como cuidar dessa suculenta pendente

Essa planta é linda e não é muito exigente para se manter saudável decorando o seu lar

Já viu a planta colar-de-pérolas e se apaixonou pela delicadeza das suas folhas verdinhas e bem redondinhas? Então aprenda mais sobre ela agora, e compre a sua para começar a cultivar em casa, deixando seus ambientes mais bonitos.

Características gerais

O colar-de-pérolas é uma planta suculenta pendente, também conhecida como colar-de-bolinhas ou tercinho. Seu nome científico é Senecio rowleyanus, ela é nativa da África, e uma das mais procuradas atualmente por quem deseja colecionar suculentas ou apenas cultivar várias plantas em casa. Por ser uma planta pendente, fica linda pendurada no teto, na parede ou apoiada sobre móveis mais altos.

Luminosidade

Crédito: Sítio da Mata

O colar-de-pérolas é uma planta ótima para quem quer cultivar dentro de casa. Ela precisa de um ambiente com boa claridade, perto de uma janela ou em uma varanda. Se você mora em uma região quente, não deixe bater sol direto sobre ela. Se mora em uma região com clima mais ameno, ela pode pegar algumas horas de sol mais fraco, como no começo da manhã ou fim da tarde.

Regas

Crédito: Pinterest

Como essa é uma planta suculenta, que guarda água dentro de suas folhas, não precisa regar com tanta frequência. Pode regar só quando perceber que a parte superficial da terra já está seca. Molhe devagar, até ver água saindo pelos furinhos no fundo do vaso, e já está bom.

Terra para plantio

Crédito: Casa e Jardim

Na hora de replantar a sua muda, use uma terra que seja porosa e rica em matéria orgânica, permitindo que suas raízes se espalhem com facilidade e a planta cresça saudável, atingindo até 1 metro de comprimento, mais ou menos.

Adubação

Crédito: Reprodução

Se quiser adubar a planta, faça isso no máximo duas vezes por ano. Pode oferecer um NPK 10-10-10 ou adicionar um pouco de matéria orgânica na terra, como húmus de minhoca ou esterco de curral curtido. Se quiser fazer o seu adubo caseira, veja as dicas de como ter um minhocário.

Reprodução

Crédito: Casa e Jardim

Quando a sua planta já estiver com ramos mais compridos, você pode cortar um deles, não muito curto, e deixá-lo esticado sobre a terra ou areia grossa úmida para enraizar. Não deixe pendurado. Essa é a forma mais simples e rápida de produzir novas mudas, já que o processo por sementes é muito lento e precisa esperar que ela floresça e dê frutos.

polir prata vidro e cobre

Prata, vidro e cobre: dicas especiais para polir objetos em casa

aglaonema como cuidar

Aglaonema: plantas de folhagens ornamentais para ter na sombra