Coceira na palma da mão e na sola do pé pode ser sintoma de doença no fígado
Crédito: Freepik
em

Coceira na palma da mão e na sola do pé pode ser sintoma de doença no fígado

Infelizmente essa coceira na mão pode não ser dinheiro chegando. Conheça a colangite biliar primária

Há quem diga que ter a mão coçando é sinal de dinheiro chegando, mas pode não ser bem assim. Tanto essa coceira quanto a dos pés – inocentes à primeira vista – podem ser sintomas de uma doença muito séria:  a colangite biliar primária.

O que é a colangite biliar primária

Segundo o médico Drauzio Varella, ela é “uma doença autoimune que afeta o fígado e atinge mais mulheres após os 40 anos“. Ela causa uma destruição lenta e contínua dos ductos biliares que ficam dentro do fígado, causando inflamação e até fibrose.

Até a década de 80, essa era a principal causa de transplante de fígado, porém hoje é menos conhecida pela população, que acaba ignorando seus sintomas.

Principais sintomas

A doença pode ser assintomática, porém a colangite biliar primária tem sintomas que normalmente são ignorados ou confundidos com outras coisas. Entre eles estão:

  • Coceira intensa nas mãos e nos pés;
  • Possível escurecimento da pele onde a coceira se desenvolve;
  • Pés e tornozelos visivelmente inchados;
  • Músculos e articulações doloridas;
  • Ressecamento de olhos e boca;
  • Tom amarelado nos olhos e pele.

Como evitar

Por ser uma doença autoimune, é mais complicado se precaver contra seu desenvolvimento. Isso porque é condicionado à genética, mais do que ao meio. Porém, há também como evitar as crises ou torná-las menos severas. Para isso, basta cuidar do sistema imunológico, como por exemplo, se alimentando bem e fazendo atividade física regular.

Veja também: quais as principais doenças autoimunes

Causas da colangite biliar primária

Primeiro de tudo, lembre-se de que essa é uma doença de origem genética. Ou seja, ela foi herdada dos seus ancestrais, sejam os pais, avós ou antepassados mais distantes. Consequentemente, sua única causa é relacionada ao seu DNA. Por outro lado, se você tem a predisposição, além de ter um histórico de infecções urinárias repetidas, há mais chances. Também fumantes e mulheres que fazem reposição hormonal são consideradas grupo de risco.

Formas de tratamento

Apesar de não ser possível se curar da doença, da mesma forma que outras de cunho autoimune, você deve lembrar, acima de tudo, da sua saúde. Então, é fundamental que procure ajuda médica rapidamente e somente depois disso busque ainda mais informações. Porém, em geral, o que os médicos receitam são medicamentos, cremes hidratantes e colírios, tratando os sintomas somente.

Saiba mais sobre essa doença pouco conhecida, com a explicação do Dr Drauzio Varela.

Quais os riscos dos brinquedos falsificados

Quais os riscos dos brinquedos falsificados? Saiba como presentear em segurança

Tem alguma amiga grávida? Esse estudo diz que você pode ser a próxima!

Tem alguma amiga grávida? Esse estudo diz que você pode ser a próxima!