em

Benefícios e como fazer chá de erva cidreira

Muito comum no Brasil, conheça os benefícios dessa erva saborosa e que faz muito bem para a saúde
tomar chá de erva cidreira
Crédito: Pixabay

A cidreira é uma planta muito popular no Brasil. Ela é aromática, saborosa e a principal fonte de uso é o chá de erva cidreira, que é bastante saudável. Seu nome científico é Melissa officinalis e vale ressaltar que não é a mesma planta que a melissa, nem que o capim cidreira.

Essa confusão acontece porque tanto a melissa quanto o capim cidreira possuem aroma muito semelhante ao da erva cidreira, mas suas propriedades são diferentes. Então, veja a seguir quais são os benefícios do chá de erva cidreira para a saúde, como fazer e cuidados a ter ao utilizar.

Benefícios do chá de erva cidreira

maiores benefícios chá de erva cidreira
Crédito: Pixabay

Há muitos nutrientes nessas folhas. As vitaminas C e do complexo B, os minerais cálcio, potássio, cobre, magnésio, zinco, manganês e ferro são essenciais para a manutenção da saúde. Por isso, ele promove os seguintes benefícios:

1. Efeito fungicida e bactericida

As micoses, como pé de atleta e frieira, também as bactérias que causam inflamação ou infecção em alguma área de corpo, podem ser tratados com esse chá, seja ingerindo ou aplicando no local.

2. Aciona o sistema nervoso central

Seu efeito sobre o cérebro é um benefício muito importante a mencionar. A planta é capaz de melhorar as funções cognitivas, como os lapsos de memória e dificuldade de lidar com as coisas do dia a dia. Também oferece um excelente efeito ao reduzir a agitação das pessoas com alzheimer, que ficam nervosas e tensas.

Outra ação da planta no sistema nervoso é sua proteção contra a isquemia, que é quando a circulação de sangue para de acontecer em alguma parte do cérebro, gerando morte das células por falta de oxigênio.

Ainda sobre sua ação no cérebro, e talvez seja a mais conhecida, ele alivia a ansiedade. Por isso que é chamado de chá calmante e muita gente toma quando está muito estressada, angustiada, nervosa, tensa ou com dificuldade para dormir.

3. Efeito analgésico

Esse também é um efeito que acontece por causa da ação da planta no cérebro. A erva ajuda a aliviar dor de cabeça, cólica menstrual, dores por causa de cirurgias, como extração de dente ou pequenas operações.

Também podem tomá-lo as pessoas que estiverem com dores musculares e nas articulações, seja por causa da academia, de algum acidente ou de inflamações como os reumatismos. Pode-se ou tomar o chá ou usar para fazer compressa.

4. Poderosa ação antioxidante

A oxidação é o que acontece com as células quando o excesso de radicais livres começa a corroê-las e deixá-las doentes e envelhecidas. Então, esse chá tem um ótimo efeito ao proteger as células dessa oxidação. Assim, todo o corpo se beneficia, evita-se o envelhecimento precoce e até mesmo o desenvolvimento de processo que levam ao câncer.

5. Ótima ação sobre o sistema digestivo

Tomar um chá de erva cidreira é uma boa forma de melhorar a digestão, pois ela estimula que os alimentos sejam digeridos com mais facilidade. Assim, também ajuda a evitar os gases intestinais e o inchaço que eles provocam.

6. Ótimo aliado do sistema imunológico

Tem o poder de elevar a atividade do sistema imunológico. Ou seja, qualquer problema de saúde que esteja passando, que enfraqueça o sistema imune, desde herpes à quimioterapia, o chá vai ajudar a fortalecer para que a recuperação aconteça mais rápido.

7. Redução do colesterol

Mais um dos excelentes efeitos no organismo é a sua capacidade de reduzir o colesterol preso nas artérias, que prejudica a passagem do sangue e pode gerar graves doenças. Ele também protege o fígado contra a ação da gorduras que faz tantas pessoas desenvolverem excesso de gordura visceral.

Como fazer o chá?

receita do chá de erva cidreira
Crédito: Pixabay

O chá feito com a erva cidreira pode ser puro, apenas com a erva e água, mas também pode-se misturar gengibre, mel, limão e deixá-lo ainda mais saboroso, além de usufruir do efeito desses outros alimentos para a saúde. Veja como fazer uma opção com mel e limão.

Ingredientes

Folhas de erva cidreira: 3 colheres (sopa);
Limão: suco de 1 unidade;
Água: 1 xícara (chá);
Mel: a gosto.

Modo de preparo

  1. Coloque a água para ferver. Quando entrar em ebulição, desligue o fogo;
  2. Coloque as folhas de erva cidreira na água, abafe o recipiente e deixe em infusão por cerca de 5 minutos;
  3. Coe, adicione o suco de limão, o mel, mexa bem e já pode beber.

Contraindicações e cuidados a ter

As pessoas que já tomam medicamentos, especialmente com efeito sedativo, podem ter esse efeito potencializado se tomarem o chá. Então, antes de fazer uso, é recomendado falar com o médico.

Deve-se também ter o cuidado de não ultrapassar quantidade de 4 folhas para cada 150 mililitros de água no caso de adultos. Para as crianças, o ideal é ter a recomendação do pediatra sobre a quantidade que pode oferecer ao dia.

Perguntas frequentes sobre chá de erva cidreira

perguntas sobre chá erva cidreira
Crédito: Pixabay

Mesmo com tantos benefícios, ficam algumas dúvidas que devem ser sanadas por segurança antes de começar a fazer uso do chá.

1. Chá de erva cidreira dá sono?

Por causa do seu efeito calmante e relaxante, o chá estimula, sim, o sono. Não é regra que aconteça sempre com todas as pessoas. Mesmo assim, se já estiver cansado, evite beber o chá e dirigir ou fazer uma atividade que exija atenção. O lado bom é que pode tomar uma xícara meia hora antes de ir dormir para que tenha um sono mais tranquilo.

2. Grávida pode tomar chá de erva cidreira?

Pode. Não existem contraindicações para que grávidas tomem o chá feito da erva cidreira. Nesse caso, devem preferir o chá da planta fresca para garantir que não haverá mistura com outras ervas que não se conhece a procedência. É um bom chá para aliviar os enjoos e ajudar a dormir.

3. Bebês podem tomar?

Sim, bebês podem tomar o chá de erva cidreira sem problemas. É um chá leve, que não contém cafeína e é gostoso, então os pequenos costumam gostar. Assim como a recomendação para as grávidas, prefira usar a planta fresca para garantir que não esteja misturada com outras não recomendadas. Também, só deverá oferecer ao bebê a partir do 6º mês de vida.

Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

como limpar tapete
5 Dicas de como limpar tapete
sorvete de gelatina
10 Receitas de sorvete de gelatina