aumento de bruxismo na pandemia
Crédito: Freepik
em

Aumento dos casos de bruxismo na pandemia: o que fazer para tratar?

O bruxismo pode ser uma consequência do alto estresse e ansiedade que as pessoas estão sentindo diante de tantas incertezas

Desde o início da pandemia, muitas pessoas passaram a apresentar sintomas de estresse e ansiedade por conta do isolamento social e de toda a preocupação em torno dessa situação. Um dos sintomas amplamente relatados por profissionais de saúde e pelas próprias pessoas é o bruxismo, caracterizado pelo ranger e apertar dos dentes, geralmente durante o sono, mas também durante o dia.

Sintomas de bruxismo

Esse ato de ranger e apertar os dentes com força é involuntário. Quando ocorre durante o sono, a pessoa só percebe porque acorda sentindo dor na mandíbula, às vezes dor de cabeça matinal e sensibilidade nos dentes.

Quando acontece durante o dia, também é involuntário, e a pessoa só percebe quando já está fazendo, ou apenas por causa das consequências que o problema traz ao longo do tempo, que são:

  • Aumento dos músculos da mandíbula;
  • Dor e desgaste dos dentes;
  • Dor nos músculos da face – especialmente ao abrir e fechar a boca;
  • Dores de cabeça ao longo do dia;
  • Estalos ao abrir a boca;
  • Inflamação nas articulações da mandíbula;
  • Problemas nos dentes e gengivas.

Outras causas além do estresse

O estresse e a ansiedade são algumas das causas que podem desencadear o bruxismo. Quando uma pessoa está tensa e preocupada boa parte do tempo, essa contração feita com as arcadas dentárias é uma reação involuntária, mas que não acontece com todo mundo que sofre com estresse e ansiedade.

Além disso, o bruxismo pode ser hereditário e acontecer quando uma pessoa está acordada e muito concentrada em alguma coisa ou estar sob efeito de determinado medicamento.

O que fazer?

como tratar bruxismo
Crédito: Freepik

O tratamento imediato para o bruxismo é ir ao dentista para começar a usar um molde de silicone nos dentes, mantendo-os protegidos. Porém, é preciso tratar a causa do problema, pois o molde apenas vai evitar o ranger e o desgastar dos dentes.

Para descobrir qual é a causa, o próprio dentista é quem vai ajudar. É importante dizer ao profissional se está fazendo uso de algum medicamento específico ou sentindo que está com problemas emocionais.

Então, ele poderá recomendar que volte ao médico que prescreveu o medicamento para falar sobre esse efeito colateral, ou um tratamento com psicólogo para conseguir lidar com o estresse, a ansiedade ou outras causas emocionais.

Veja também: sentir culpa por não querer fazer nada na quarentena é normal?

gravida-de-gemeos-ana-carollina-garcia-perdeu-um-dos-bebes-com-32-semanas-de-gestacao

Grávida de gêmeos perdeu um dos filhos com 32 semanas e seguiu com a gestação

vítima de violência doméstica escreve bilhete pedindo socorro

Mulher escreve bilhete pedindo socorro depois de agressão