cachorro está com febre
Crédito: Pixabay
em

Como saber se o cachorro está com febre e o que deve ser feito

Aprenda a identificar se o seu cachorrinho está com febre e quais procedimentos devem ser adotados em seguida

Alegres, companheiros e muito brincalhões, os cachorros são verdadeiros amigos, ou melhor, são membros da família de muitas pessoas. Eles tem que receber cuidados, ser amados e educados, como a uma criança. Mas assim como todos nós, também acontece de adoeceram. Mas e como saber se o cachorro está com febre? Por isso é fundamental conhecer e estar atento aos sintomas que a febre pode causar nos animais.

Sintomas de febre em cachorro

A febre em cachorros pode ter várias origens, como alguma infecção, presença de parasitas, reações a vacinas, envenenamento, excesso de exposição ao sol e muitas outras doenças. Por isso, é importante estar alerta para os sintomas, para poder resolver o mais rápido possível.

1. Desânimo e moleza

Mesmo durante o verão, quando os dias estão mais quentes e realmente se sente mais cansaço e até moleza, o seu cachorro fica ativo. Claro que pode ficar mais ofegante, descansar nas horas mais quentes, mas não deixará de chamar sua atenção.

Então se seu pet está apresentando uma moleza fora do normal, onde nem se esforça para levantar o corpo e receber um carinho, pode ser sinal de febre. Se esse sintoma aparecer e persistir, leve-o ao veterinário.

2. Tremores

cachorro está com febre
Crédito: Tudo Sobre Cachorros

Os tremores são o sinais de que o cachorro está com febre. Se não estiver frio ou ele não estiver sofrendo com hipotermia, pode então ser sintoma de febre muito alta, devendo ir imediatamente no veterinário.

No caso, os tremores são generalizados, não somente nas patinhas como alguns costumam fazer. Todo o corpo dá leve tremores, como se estivesse tendo calafrios. Também pode tremer de forma constante, sendo esse um caso mais grave.

Por que o cachorro é o melhor amigo do homem?

3. Orelhas quentes

As orelhas são excelentes para se saber como anda a saúde do seu amigo de quatro patas. A temperatura, o odor e até a aparência podem dar sintomas de problemas ou doenças, desde uma simples otite até a febre.

Então, se seu cachorro está com as orelhas mais quentes que o normal, incluindo os outros sintomas, é muito provável que esteja sim com febre. Leve então ao veterinário para averiguar as causas desse sintoma.

4. Focinho quente e seco

Outro local que mostra bem se o cachorro está com febre é o focinho. Se ele estiver quente e mais seco, pode ser sinal de febre, além de desidratação. Por isso, deve sempre estar de olho no estado do focinho, prevenindo assim problemas futuros.

O focinho ideal não pode ficar opaco, devendo ter um certo brilho, como couro hidratado. Ele deve estar úmido e em temperatura ambiente. Se estiver muito frio, ele está precisando se agasalhar, se estiver muito quente, pode ser febre.

5. Falta de apetite

cachorro está com febre
Crédito: Segredos do Mundo

Outro sinal claro de que cachorro está com febre é a falta de apetite – até para as guloseimas e petiscos favoritos. Além do desânimo de ir para a vasilha, na hora de comer, irá provar, cuspir alguns grãos de ração e desistir.

Não é – de forma alguma – normal que cachorros percam o apetite, então se ele se recusa a comer, seja o que for, é bom dar uma olhada nos outros sintomas, para ver se não é de fato a febre.

Dormir com cachorro faz bem ou mal?

O que fazer?

Quando o cachorro está com febre é preciso reduzir a temperatura, enquanto ainda não se chega ao veterinário. Compressas em temperatura ambiente nas axilas, barriga, região da cabeça e outras áreas mais sensíveis, podem ajudar, enquanto leva para a clínica.

Dar água é essencial, mas pode ser que ele não queira beber, por estar muito debilitado. Uma boa solução é dar um pouco com uma seringa ou oferecer divertidos e interessantes cubinho de gelo ou frutas, como a melancia, que tem bastante água.

Os banhos não são recomendados, a não ser sob orientação do veterinário de confiança, pois em excesso, podem causar problemas de pele no seu pet. Por isso, mesmo que faça as compressas, mantenha uma toalha seca por perto, para retirar o excesso de umidade, deixando a pele sempre sequinha.

Mantenha seu cachorro em local fresco ou até climatizado, para que a temperatura não se eleve ainda mais, enquanto espera chegar o transporte ou se organiza para levá-lo ao veterinário. Pode ser perto de uma porta ou janela ou no ar condicionado.

Quando levar no veterinário

Simples, assim que perceber que ele pode estar com febre. Os cachorros demoram muito tempo para apresentar algum sinal de doença, então se a febre já se instalou e está dando sinais, é porque a coisa já está mais complicada.

Leve seu pet ao veterinário assim que identificar a febre, tentando controlar durante o trajeto, com a diminuição gradativa da temperatura e compressas em temperatura ambiente. Não medique sem orientação médica, pois isso – além de não resolver – pode agravar o quadro.

O organismo do cachorro é bem diferente do seu, então nada de fazer testes, para ver se funciona. A internet também não terá a resposta que você procura. Se seu cachorro está com febre, leve ao veterinário. É a única solução completa.

Veja mais detalhes no vídeo da especialista em cachorros, Halina Medina.

medo de ficar feio

Brasileiro tem mais medo de ficar feio do que pobre após os 50 anos

água tônica

Água tônica: o que é e para que serve essa bebida gaseificada