em

7 Ótimos benefícios da linhaça para a sua saúde

Popular pelo poder emagrecedor, ela faz parte do cardápio de diversos famosos. Veja por que você também deve aderir a essa moda!
benefícios da semente de linhaça
Crédito: Pixabay

Você com certeza já provou algum alimento com semente de linhaça dentro. Popular no início dos anos 2000, ela é rica em diversos nutrientes, especialmente em ácidos graxos como o ômega 3. Apesar de ter ganhado o Brasil há pouco tempo, é milenar e já era utilizada na Mesopotâmia, mais de 7 mil anos atrás.

A semente, como diz o nome, vem mesmo do linho, uma planta herbácea originária do Egito usada para fazer o tecido de mesmo nome. Antes de descobrirem as propriedades da linhaça para a saúde, o óleo já era utilizado para a beleza. Quer saber mais sobre o alimento? Veja abaixo tudo sobre a linhaça!

7 Benefícios da linhaça

Os benefícios da semente são tantos que pode até ser difícil ressaltar os principais. Ela faz bem ao coração, ajuda na perda e controle de peso, previne o câncer, controla a diabetes e melhora o colesterol.

Além disso, melhora a pele, o cabelo e as unhas e pode ser usada em cosméticos e produtos de beleza. Confira mais razões para sempre ter o grão em casa!

1. Linhaça emagrece

Um dos benefícios mais conhecidos da semente do linho é o seu poder dietético. Rico em fibras, o seu consumo aumenta e muito a sensação de saciedade. Além disso, ele aumenta o bolo alimentar, quando você come em conjunto com outros alimentos, tornando as quantidades de glicose no sangue menores.

Com isso, o seu corpo absorve menos açúcares e gorduras. E, por consequência, acumula menos tecido adiposo. Contudo, por ter alto valor calórico, há quem pense que a linhaça engorda. Mas assim como ela possui muitas calorias, uma colher de sopa dela fornece 18% da quantidade diária de proteínas necessárias.

E os carboidratos presentes na semente são fibrosos, ou seja, de difícil digestão. Isso quer dizer que o seu corpo gasta calorias para processá-los e não consegue absorver boa parte desses carboidratos.

2. Protege o coração

linhaça protege o coração
Crédito: Freepik

Como todo alimento rico em ácidos graxos, a semente do linho também é ótima para o coração. A atuação dessas substâncias no sangue faz com que ele fique mais fluído, evitando a formação de coágulos. Isso também ajuda a reduzir os níveis da Lipoproteína de baixa densidade (LDL), também chamada de “colesterol ruim”.

O Ácido Alfalinoleico (ALA) presente na linhaça também age diretamente na saúde cardiovascular. Estudos mostram que o consumo regular da semente ou até da farinha do grão pode reduzir o estresse cardíaco e o acúmulo de gorduras prejudiciais ao coração, também chamadas de viscerais.

Também é considerado um dos melhores alimentos naturais para reduzir a pressão sanguínea, aliviando a hipertensão.

3. Regula o intestino

Todas as fibras são excelentes para o funcionamento intestinal e essa não é diferente. Entretanto, a linhaça não só coloca o seu intestino para funcionar, como também o protege de doenças, melhorando a sua flora.

A semente estimula o intestino a produzir bifidobactérias, que são probióticas e aumentam a sua imunidade. Elas também reforçam o sistema de absorção do órgão, fazendo você aproveitar melhor os nutrientes dos alimentos que ingere.

Os ácidos graxos também fazem com que você descarte as bactérias ruins pelos intestinos, evitando que elas entrem na corrente sanguínea. Por isso, comer linhaça aumenta a sua resistência a doenças virais e bacterianas.

E se você acha que por isso, a semente do linho provoca diarreia, está muito enganado. Ela inclusive é recomendada para quem está com gastroenterite ou tem sintomas como gases, inchaço abdominal e náuseas.

4. Previne o câncer

Algumas investigações científicas ligam o grão a prevenção de tumores malignos nas mamas, por exemplo. É que nas mulheres, a semente libera uma substância que diminui o estrogênio no sangue.

De acordo com pesquisas, os níveis elevados dos hormônios sexuais femininos podem aumentar o risco de câncer de mama e no aparelho reprodutivo.

A ação das sementes nos intestinos também previne o câncer de cólon.

5. Alivia a Tensão Pré-Menstrual (TPM)

linhaça alivia TPM
Crédito: Pixabay

Porque a linhaça atua nos hormônios femininos, ela também é reconhecida por diminuir os sintomas da TPM. Consumir mais do grão quando você estiver naqueles dias pode ser uma excelente ideia para se livrar das cólicas, dores de cabeça e mudanças de humor.

Mas atenção porque o alimento não faz milagres. E também é preciso ter cuidado com as dosagem máximas diárias, que não convém ultrapassar os 50 gramas.

6. Melhora a pele, as unhas e o cabelo

Em pessoas com muita acne, psoríase e eczema, a ingestão das sementes e o uso do óleo diretamente na pele ajudam a prevenir aquele aspecto de pele seca e escamosa. É benéfico ainda para quem tem rosácea, uma condição de deixa a pele vermelha e quente o tempo todo.

No cabelo, a linhaça dá brilho e mantém a hidratação graças a vitamina E. O óleo, junto com o de rícino, pode promover o crescimento mais rápido dos fios, deixando o seu cabelo mais comprido e cheio.

7. Tem efeito detox

Não é à toa que se coloca a linhaça em sucos detox. Aliás, linhaça com chia é uma boa combinação para eliminar toxinas do organismo. Ambas as sementes ajudam o intestino a descartar microrganismos que prejudicam órgãos como o fígado.

Para isso, você pode apostar na água de linhaça e na farinha do grão, que pode adicionar nas suas frutas e sucos no café da manhã.

Linhaça: tabela nutricional

A cada 10 gramas de linhaça você tem os seguintes nutrientes:

Calorias 49,50 kcal
Carboidratos 4,33 gramas
Proteínas 1,41 gramas
Gorduras 3,23 gramas
Gorduras saturadas 2,53 gramas
Gorduras poliinsaturadas 0,71 gramas
Gorduras minoinsaturadas 0,42 grama
Ômega 3 0,54 gramas
Ômega 6 1,98 gramas
Fibras 3,35 gramas
Sódio 9 miligramas
Cálcio 21,1 miligramas
Magnésio 34,7 miligramas
Manganês 0,29 miligramas
Fósforo 61,5 miligramas
Ferro 0,47 miligramas
Potássio 86,9 miligramas
Cobre 0,11 miligramas
Zinco 0,44 miligramas
Vitamina B1 (Tiamina) 0,01 miligramas
Vitamina B6 (Piridoxina) 0,01 miligramas

Linhaça e diabetes

linhaça e diabetes
Crédito: Freepik

O alimento é altamente indicado aos diabéticos por causa da forma como pode equilibrar os níveis de açúcar no sangue. Basicamente porque o ALA contribui para aumentar a sensibilidade do corpo a insulina, fazendo com que você precise menos dela.

Em pacientes com pré-diabetes pode prevenir o desenvolvimento da doença. Quando ocorrem picos de glicose, os órgãos se tornam resistentes à insulina. Isso pode levar ao desenvolvimento de vários distúrbios de saúde, não só a diabetes.

Linhaça baixa glicose?

Sim, mas não é imediatamente. A baixa da glicose e a melhora a sensibilidade à insulina só ocorrem quando a pessoa em questão consome linhaça com frequência. É preciso um período de pelo menos 12 semanas de consumo para que se note alguma diferença.

Todavia, com o uso correto do alimento, é possível também baixar o estresse oxidativo, prevenindo o envelhecimento, baixar o colesterol e eliminar os triglicerídeos. E lembre-se, o alimento não cura a diabetes! Ele apenas serve para controlar a doença de forma natural.

Semente de linhaça x Farinha de linhaça

Existem vários tipos de semente e farinha provenientes desse grão. Em lojas de produtos naturais você encontra pelo menos dois tipos:

  • Linhaça dourada: é a ideal, mas pode ser difícil de encontrar. Ela possui mais proteínas e gorduras boas. Como só cresce em clima frio, acaba por ser mais cara, por ser importada;
  • Linhaça marrom: é a mais comum e você encontra facilmente em supermercados. O sabor dessa semente é um pouco mais forte e amargo.

Há quem fale em linhaça branca, entretanto não existem registros dessa planta. E também é comum ver as pessoas fazerem alguma confusão achando que a linhaça marrom é a mesma que a dourada, porém torrada. Isso não é verdade.

Contudo, as sementes devem ser torradas se você comprá-las cruas. E o consumo em forma de farinha é melhor, pois os grãos podem não ser bem digeridos ao serem ingeridos inteiros. Ou seja, o seu estômago e intestino não conseguem processar essa fibra. Por isso é importante triturar o grão, nem que seja apenas um pouco.

Se você não gosta nada do sabor, pode também usar o suplemento de linhaça em cápsula.

Como usar linhaça?

como usar linhaça
Crédito: Freepik

Você pode fazer linhaça com leite, colocá-la no seu iogurte, adicionar em bolos e até mesmo em molhos. Existem mil e uma receitas com o alimento. Combinar os grãos com outras fibras também é bacana! Você pode, por exemplo, misturar os grãos com aveia ou com chia, conforme falado acima.

Pode também substituir as farinhas brancas pela farinha da semente do linho. Para fazer pães e bolos caseiros é ótimo e o gosto muda pouco. Seus filhos nem vão notar se você fizer um bolo saudável de banana no liquidificador com o grão!

Não se esqueça de guardar suas sementes bem acondicionadas, de preferência na geladeira e bem longe da luz e do calor. Assim eles durarão muito mais e você poderá incorporá-los em vários pratos.

Fontes: UNICAMP e WebMD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

Seu filho dá birra? Veja 7 erros que os pais cometem e deixam os filhos mimados
Receita de panqueca vegana
Chef mundialmente conhecido revela receita de panqueca de mirtilo