em

Aprenda a ter sua salada pronta para a semana toda

Ensinamos os truques para te dar menos trabalho e garantir uma salada sempre fresquinha

Todo mundo sabe que é muito bom comer legumes e verduras e que manter uma dieta balanceada, beber muita água e fazer exercícios físicos são o tripé para uma boa qualidade de vida. Blá-blá-blá e ponto final.
Então, não vamos começar aqui com aquela velha ladainha de que alface faz bem por isso e que gordura é ruim por aquilo. O que queremos com esse artigo é ser útil e agilizar o seu dia a dia com dicas para comer uma boa saladinha ao longo da semana. Sem dar muito trabalho.
A gente que chega em casa à noite, morta com farofa depois de um dia inteirinho de ralação, ou que tem pouco tempo para o almoço, sabe muito bem como dá preguiça de preparar a salada para comer.

Mas existem alguns segredos que vão te ajudar. E, aposto, os truques são tão bons que vai dar gosto de comer a saladinha.

Nunca guarde temperada

Sempre que vamos preparar alimentos com verduras, legumes ou frutas temos que ter na cabeça uma informação importante: só podemos temperar na hora em que vamos consumir. Sal, azeite, limão, vinagre ou outros molhos pré-fabricados fazem com que os alimentos percam vitaminas, se deteriorem rapidamente, murchem e fiquem impróprios para consumo. Ou seja, não é possível armazenar a salada temperada. Mas temperar vai ser seu único trabalho após essas dicas.

Arregace as mangas no domingo

Com um pouco de trabalho no domingo é possível preparar a salada da semana toda. E vamos ensiná-la a guardar na geladeira para consumir em marmita, no trabalho, ou em casa, à noite.

1. A escolha do potinho é um passo importante

Eles podem ser os tradicionais de plástico, em formatos retangulares e que ocupam menos espaço empilhados na geladeira. Pode-se também usar os de vidro com tampa, mas lembre-se de que são frágeis para transportar e ocupam mais espaço na geladeira;

2. As folhas verdes podem ser o primeiro ingrediente da marmita (se forem potes de vidro, elas devem ficar em cima de legumes mais durinhos)

Após lavar muito bem, seque totalmente cada verdura. É fundamental para mantê-las na geladeira por uma semana. Também é importante que as folhas sejam cortadas de forma grosseira para evitar que as vitaminas e os nutrientes se percam.

3. Em seguida, cuide dos legumes

Boas dicas são cenoura, cebola, pepino, milho, ervilha, grão de bico, tomate e tomate cereja. Também devem ser lavados e totalmente secos com papel absorvente para garantir que fiquem bem conservados. Da mesma maneira que as folhas, o ideal é que sejam cortados grosseiramente. A exceção é o tomate cereja, que deve ficar inteiro. Os legumes também podem ser cozidos no vapor como brócolis, cenoura, chuchu. Nos potes de vidro, ficam por baixo das folhas.

4. A proteína pode ser um franguinho grelhado, um ovo cozido, um queijo cortado em cubos ou um arroz integral

Mas atenção: esses ingredientes só podem ser colocados na marmita para os três primeiros dias, para não estragarem e comprometerem toda a salada. Então, na quarta é bom fazer a proteína para quinta e sexta. Essa dica serve para nozes, sementes e frutas muito úmidas, como morangos fatiados e abacates. Nos potinhos de vidro, as proteínas devem ficar por cima de tudo.

5. O molho deve ficar sempre separado para ser usado na hora de comer

Um truque é jogar o tempero dentro do potinho e sacudi-lo, para que se espalhe pela salada de maneira uniforme.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Aprenda essa prática indiana para energizar o corpo

Perca peso e regule seu colesterol com o gengibre