em

Apendicite: o que é, sintomas e causas

Uma dor do lado direito da barriga, que começa leve e vai aumentando. Conheça mais sobre a apendicite.
apendicite
Designed by Freepik

Quem já sofreu com apendicite com certeza não quer nem lembrar do que sentiu. Essa doença é muito comum e não há como evitar, qualquer pessoa está sujeita a ter.

A boa notícia é que se o apêndice precisar ser removido, o que ocorre em praticamente todos os casos, ele não vai fazer falta no organismo e a pessoa nunca mais sentirá a mesma dor. Continue lendo e veja o que é apendicite, quais os sintomas e como ela é tratada.

Aqui você encontra:

O que é?

A apendicite é a inflamação do órgão apêndice. Ele é pequeno e fica localizado na primeira porção do intestino grosso.

Quando ocorre a inflamação, o paciente deve ser tratado imediatamente, pois o problema pode se agravar rapidamente e levar ao risco de morte.

Sintomas de apendicite

O principal sintoma de quem tem apendicite é a falta de apetite. Junto com ela é preciso notar se a pessoa está com:

Dor no lado direito da barriga e na parte baixa do abdômen. Essa dor é contínua e bem localizada, que começa leve e vai ficando mais forte;

  • Febre;
  • Náuseas e vômito;
  • Colapso digestivo (o intestino para de funcionar);
  • Estado geral adoecido.

Pode acontecer de o apêndice inflamado se romper. Nesse momento, a pessoa vai sentir um alívio momentâneo, mas que posteriormente vai causar uma dor ainda maior, pois a inflamação se espalhou, causando a chamada peritonite. Nesse caso, pode haver:

  • Tremores;
  • Calafrios;
  • Diarreia ou constipação;

E todos os demais sintomas já mencionados.

Causas

Os principais fatores que geram a inflamação do apêndice são a obstrução do órgão por fezes ou gordura e infecção intestinal causada por vírus.

O que ocorre é que a bactéria que já existe naturalmente no apêndice começa a se proliferar, gerando a inflamação.

Essa inflamação é mais comum de ocorrer em pessoas jovens, entre 10 e 30 anos de idade, sem fatores de risco que aumentem sua ocorrência.

Diagnóstico e tratamentos

Se os sintomas mencionados persistirem por mais de 12 horas, deve-se buscar ajuda médica imediata, pois sempre existe o risco de rompimento do apêndice e o problema vai se agravar.

O médico irá fazer perguntas sobre o histórico do paciente, palpar a região para identificar o local e a intensidade da dor e poderá fazer exames para eliminar outras doenças que causam sintomas parecidos.

A forma tradicional de resolver a apendicite é por meio de cirurgia de retirada do órgão. É feita uma pequena incisão, que não deixa grandes cicatrizes. O paciente fica sedado.

O apêndice não é substituído por nada, apenas extraído, pois não existe uma função no corpo que ele precise cumprir para manter o funcionamento de algum sistema, ou seja, ele não faz falta.

Dica: Faça a prevenção

Apesar de não existirem fatores de risco que causem a apendicite, o fato de ela ocorrer por obstrução de fezes ou gordura, logo pode-se tomar o cuidado em manter uma boa alimentação.

Com uma rotina de exercícios e o consumo de alimentos saudáveis e ricos em fibras, o sistema gastrointestinal trabalha com mais facilidade, evitando o excesso de fezes e o acúmulo de gordura.

Para aliviar os sintomas enquanto espera o atendimento médico, pode fazer compressas anti-inflamatórias e com efeito analgésico, como de arnica.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
receita salgadinho torcida
Receita de salgadinho Torcida sem conservantes
brechó de roupas
Brechó de roupas: vale a pena investir?