em

AmeiAmei

Dicas para ter animal de estimação dentro de casa

Com essas recomendações não vai ter perigo algum em conviver com seu pet.

animais de estimação dentro de casa
Crédito: Pixabay

Há mais de um tipo de tutor de animal de estimação. Tem os que realmente tratam os bichinhos como parte da família, e os que apenas se consideram proprietários de um animal, impondo uma série de limites para essa convivência. Mas independentemente do que você acha mais adequado, as dicas desse artigo são para as pessoas que desejam ter animais de estimação dentro de casa, convivendo integralmente com a família.

Para ser ainda mais específico, as dicas a seguir consideram a convivência integral, dentro de casa, com os cães e os gatos. Afinal, outros tipos de animais demandam necessidades diferentes. Então, no contexto dos cães e gatos, mesmo que eles sejam animais higiênicos e que tenham passado por algum grau de adestramento, ainda assim há cuidados necessários para uma convivência mais segura e agradável. Veja quais são e se você já os pratica.

Dicas úteis para quem tem animais de estimação em casa

É muito bom ter animais de estimação dentro de casa, compartilhando momentos de carinho, de riso e intimidade, um conhecendo o outro e percebendo como há tanto em comum. Animais têm sentimentos, reagem aos estímulos humanos e surpreendem todos os dias com suas atitudes.

Mas mesmo assim, eles têm hábitos diferentes, um raciocínio próprio e é preciso respeitar essas diferenças por meio da adaptação na convivência. As principais razões para essa adaptação são evitar o risco de doenças e permitir que os animais fiquem mais à vontade, pois também não dá para exigir que eles façam tudo igual aos humanos. Sendo assim, confira as dicas:

1. Cuidados com a higiene das patas

animal de estimação dentro de casa higiene das patas
Crédito: Cachorro Gato

Nesse tópico entram alguns cuidados que são os mais necessários. Com os animais de estimação dentro de casa e também fora, é preciso ficar de olho. Por exemplo: se o cão acabou de ir para a grama ou para a terra, lá no quintal ou no passeio, deve evitar que ele suba no sofá ou na cama com as patas sujas.

Essa é a mesma lógica para que você não coloque os pés no sofá com os sapatos que acabou de chegar da rua. Seria anti-higiênico. Mas como o cão não está de sapatos, o mais adequado seria passar um pano úmido nas patinhas dele para que fique à vontade dentro de casa, podendo pisar nos tapetes e até subir no móveis, se é que você permite esse hábito.

2. Cuidados com a higiene da caminha

animal de estimação dentro de casa higiene da caminha
Crédito: Comprando meu apê

Outro ponto sobre a higiene é a respeito da caminha. Mesmo que seu pet tenha uma caminha que só fique dentro de casa, ela precisa ser higienizada a cada 15 dias ou 1 vez por mês, dependendo da necessidade.

É a mesma lógica para a troca da sua roupa de cama, por exemplo. Toda vez que ele entra e sai da caminha, deixa pelos e algum vestígio de sujeira que trouxe de outros lugares. Como essa sujeira se acumula, o ideal é fazer uma limpeza quinzenal ou mensal.

3. Cuidados especiais se tiver crianças

animais de estimação dentro de casa cuidados pets crianças
Crédito: Época

É ótimo que as crianças tenham uma convivência saudável com os cães e gatos. Além de fortalecer os laços afetivos e aprenderem a respeitar os animais, ainda fortalecem o sistema imunológico, pois vivem em contato com outro tipo de DNA, germes e bactérias no mesmo meio ambiente.

Mas isso não quer dizer ausência de cuidados com os animais de estimação dentro de casa. Então, se tiver crianças em casa convivendo com os pets, deve ter atenção redobrada, pois os pequenos têm o hábito de colocar coisas sujas  e indevidas na boca, e de pegar coisas indevidas nas mãos, sem saber quando é preciso lavá-las.

Sendo assim, tanto as crianças quanto os animais devem estar com todas as vacinas em dia. Devem receber os cuidados adequados de manutenção de saúde, garantindo que os bichinhos não irão transmitir nenhuma doença para as crianças. Inclusive deve evitar que os pets usem coleiras antipulgas, pois as crianças pequenas podem achar interessante e acabar colocando a boca por curiosidade.

4. Dormindo na mesma cama

pode pets dormir na cama
Crédito: Canal do Pet

Será que é higiênico que os pets durmam na cama de seus tutores? Essa é uma questão que levanta dúvidas. A verdade é que, se quiser, pode dormir perto do seu animal de estimação.

No entanto, para ter animais de estimação dentro de casa, dormindo na mesma casa, deve ter sempre as vacinas e o vermífugo em dia. Não esqueça que as vacinas devem ser reaplicadas anualmente, e o vermífugo deve ser dado ao animal de 4 em 4 meses. Também é interessante ter o mesmo cuidado com relação à higienização das patas quando eles vão para a rua e retornam para dentro de casa.

5. Cuidado com os potes com ração

fazer limpeza pote de ração
Crédito: Gestor Animal

Tenha cuidado com a ração. Se a comida for seca pode ficar no comedouro 24 horas, mas tenha cuidado para que não atraia roedores ou insetos. O ideal é que o cão ou gato tenha hora para comer. Assim ele irá comer a porção inteira na hora em que for colocada no pote. Assim você poderá lavar o pote, sem se preocupar em atrair roedores e insetos.

A regra vale mesmo para os gatos, que comem ração seca e depois molhada ao longo do dia. Coloque a comida no pote, espere que ele coma e se ele não quiser mais, retire e lave o pote. Nada melhor do que ter regras e hábitos para garantir a higiene. Seu animal é capaz de se acostumar com isso, basta você determinar como vai funcionar.

6. Limpeza dos estofados e pisos

fazer limpeza estofados pets
Crédito: Best of Web

É inevitável que os cães e gatos soltem pelos, mesmo que sejam higiênicos. Além disso, eles acabam deixando no ambiente os germes e bactérias normais de seu corpo, assim como os humanos possuem, porém de tipos diferentes.

Então, para evitar qualquer problema, o ideal é que mantenha o ambiente sempre limpo, passando aspirador de pó nos tapetes, sofás e poltronas. Também passando pano de chão com desinfetante ou bicarbonato de sódio diluído em água pelo piso. Nada melhor do que um ambiente limpo para que todos fiquem mais confortáveis.

7. Cuidados com os tóxicos

pets cuidados com tóxicos
Crédito: Pet Love

Existem algumas coisas que podem estar na sua casa e que seja tóxicas para os pets, sem que você saiba. Então, por via das dúvidas, seja melhor retirá-las dos locais onde os pets frequentam. Vai saber quando seu cão ou gato vai resolver morder um móvel com tinta tóxica ou uma planta tóxica.

Esses materiais e objetos são plantas como lírios, azaleias, viscos e filodentros. Também medicamentos que precisam estar sempre bem guardados. Há ainda o perigo com o fio dental, que o pet pode engasgar, com pilhas e baterias, perigosas para animais e crianças, além das bitucas de cigarro, que são altamente tóxicas.

8. Faça o adestramento

ter pets adestrados
Crédito: Cachorro Gato

Adestrar seu cão e também o seu gato é uma atitude que vai fazer bem para você e para eles. É uma forma de prevenir que eles tenham atitudes inadequadas, como fazer as necessidades fora do lugar.

Também que mexam onde não podem ou acabem roendo ou rasgando a mobília. Tudo isso acontece por algum motivo emocional ou físico que pode ser aliviado ou compreendido com o adestramento.

9. Adapte o ambiente

gatos com arranhador em casa
Crédito: Meus Animais

Se quer que seus animais de estimação dentro de casa estejam bem, sem ficarem estressados, o ambiente precisa ser adaptado para as necessidades deles. Por exemplo, os gatos precisam de arranhadores, os cães precisam de brinquedos, e eles precisam entender os limites sobre onde podem ou não ir. É por isso que o adestramento, da dica anterior, é tão importante.

Mas manter tudo vazio, sem brinquedos, caminhas e caixas para servir de esconderijo, deixar o cão e o gato sozinho, e ainda exigir que ele não faça nenhum travessura, é quase pedir por um milagre. Para ele colaborar, você também deve colaborar.

10. Dê banhos com mais frequência

pets banho frequente
Crédito: Tudo Sobre Cachorros

Os animais não necessitam de tantos banhos quanto os humanos. Mas para ter animais de estimação dentro de casa, eles precisam de banhos pelo menos a cada 15 dias.

Se for inverno ou se o cão for muito peludo, podem ser banhos a seco para evitar que fiquem muito molhados, com dificuldade para secar lá no fundo da pele, correndo o risco de desenvolverem fungos. Mas é muito melhor seu pet sempre limpinho e cheiroso, e garantir que a casa também fique.

Benefícios de ter animais de estimação

Quem vive com animais de estimação já sabe quais são os benefícios, pois eles aparecem no dia a dia. Alguns deles são:

1. Companhia

Mesmo que tenha a família em casa para conviver, é sempre bom ter um pet querido por perto, olhando por você e fazendo parte da sua vida.

2. Descontração

Os pets sempre surpreendem com atitudes inusitadas e engraçadas que fazem você esquecer dos problemas pelo menos por alguns instantes.

3. Empatia

Animais de estimação estimulam a empatia nas pessoas, fazendo com que se tornem mais compreensivas e pacientes com as características de quem é diferente.

4. Exercício

Os pets necessitam passear, ao menos os cachorros. Então, essa é uma forma de fazer você se levantar e se exercitar, pois se preocupa com o bem-estar no seu bichinho, e acaba também melhorando sua qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

incensos para perfumar a casa

Melhores incensos para perfumar a casa e melhorar as energias

fazer a unha crescer rápido com alho

Fazer a unha crescer rápido com alho: funciona?