em

AmeiAmei FofoFofo TristeTriste

Conheça os sintomas do aneurisma cerebral

Veja quais os sintomas, as causas e o tratamento do aneurisma cerebral

O aneurisma é uma dilatação anormal de um vaso sanguíneo, e quando isso acontece no cérebro, é chamado aneurisma cerebral.

Algumas pessoas podem ter um aneurisma, mas não sentirem seus sintomas, até que rompam.

Existem alguns tipos de aneurisma, mas os 3 mais comuns são

  • Saculares: menores que 1 cm;
  • Saculares gigantes: Maiores que 2 cm;
  • Saculares múltiplos: aparecem mais frequentemente que os outros.

Os aneurismas podem ocorrer em qualquer parte do cérebro, onde tem um vaso sanguíneo, e podem ter várias causas.

Causas do aneurisma cerebral

Pode ser hereditário, congênito ou se desenvolver ao longo da vida. Existem alguns fatores que colocam as pessoas mais em risco para desenvolverem um aneurisma:

  • Adultos;
  • Mulheres;
  • Fumantes;
  • Pressão alta;
  • Aterosclerose;
  • Usuários de drogas;
  • Trauma na cabeça;
  • Alcoolismo;
  • Infecções sanguíneas (específicas);
  • Níveis baixos de estrogênio após a menopausa (mulheres).

Sintomas

Como já falamos, uma pessoa pode ter um aneurisma e não sentir os sintomas, acabando por diagnosticar a doença somente quando há o rompimento do vaso sanguíneo. Para identificar um aneurisma, sem que a pessoa perceba os sintomas, é necessário fazer exames específicos, pedidos por um médico.

Dependendo de onde está localizado o aneurisma, os sintomas podem variar, mas os mais comuns são:

  • Visão embaçada ou dupla;
  • Perda da visão;
  • Fortes dores de cabeça;
  • Olhos doendo;
  • Pescoço rígido e doendo;
  • Mal estar (seguido de náuseas e vômitos);
  • Perda da consciência;
  • Confusão mental;
  • Sensibilidade à luz;
  • Convulsões.

Além desses sintomas, se o aneurisma tiver se rompido, o paciente ainda pode apresentar:

  • Problemas mentais (confusão, fala prejudicada, sonolência, dificuldade de mobilidade, convulsões);
  • Queda da pálpebra;
  • Dor de cabeça muito forte, causando enjoos e vômitos;
  • Rigidez no pescoço.

Se você sentir algum desses sintomas, procure imediatamente um médico, para que ele faça a sua avaliação e os exames necessários para detectar um aneurisma. Se sentir uma dor de cabeça muito forte ou incomum, também procure um médico.

Quando chegar ao médico, vá preparado para dizer todos os sintomas que está tendo, e para responder todas as perguntas que ele irá fazer, para avaliar se você se enquadra nos fatores de risco citados anteriormente.

Como é feito o diagnóstico

Podem ser feitos os seguintes exames
  • Exame ocular (para avaliar a pressão no olho);
  • Neurológico;
  • Tomografia computadorizada;
  • Ressonância magnética;
  • Angiograma cerebral.

Tratamento

Se o aneurisma já se rompeu, o paciente deverá ser encaminhado para a emergência médica, e o vaso rompido poderá ser reparado através da clipagem.

Caso o aneurisma tenha sido detectado antes da ruptura, o médico poderá indicar alguns tratamentos como repouso e medicamentos. Poderá também ser feita uma cirurgia, para evitar o rompimento, mas vai depender de cada caso.

Convivendo com o aneurisma

Se você foi diagnosticado com aneurisma, mas ele não se rompeu, você precisará mudar alguns hábitos, para evitar que ele se rompa e melhorar a sua saúde. Por isso, largue o cigarro, mantenha uma dieta balanceada, faça exercícios físicos e diminua o consumo de cafeína e álcool.

Possíveis complicações

Se o aneurisma romper, um pouco de sangue será liberado no cérebro, podendo causar danos às células. Além disso, pode aumentar a pressão no crânio, podendo levar o paciente a perder a consciência.

Complicações mais sérias podem acontecer
  • O aneurisma pode voltar a sangrar;
  • Os vasos podem se contrair involuntariamente, interrompendo o fluxo sanguíneo e provocando um derrame;
  • A hemorragia pode causar hidrocefalia;
  • O paciente pode entrar em coma e sofrer sequelas irreversíveis;
  • A pressão do crânio pode aumentar muito, levando o paciente a óbito.

Cada paciente é único, portanto os resultados de cada tratamento variam. Mas com o avanço da medicina, os resultados têm sido cada vez melhores.

Para se prevenir, faça consultas regulares ao médico, não hesite em voltar ao médico caso sinta algum dos sintomas mencionados, mude seus hábitos alimentares e sua rotina, para ter uma vida mais saudável.

Quando um aneurisma é descoberto a tempo, poderá ser tratado antes de causar problemas mais sérios.

Atenção: As dicas do site não substituem uma consulta ao médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

como limpar banheiro corretamente
Como limpar banheiro? Veja dicas para descomplicar a limpeza
Não jogue fora as cascas do abacaxi