em

Alopatia: o que é e para que serve

Talvez não conheça por esse nome, mas você usa a vida inteira e recomenda

alopatia
Crédito: Freepik

A alopatia nada mais é do que a medicina tradicional, a que se recorre normalmente quando necessita de tratamento médico. Ela utiliza medicamentos que atuam contra o efeito dos sintomas. Por exemplo, quando está com gripe, surgem sintomas como dores no corpo e febre. O médico vai receitar medicamentos que aliviem ou neutralizem esses sintomas, como analgésicos e antitérmicos.

Para que serve?

Para a medicina tradicional, as doenças que acontecem no corpo têm origem mecânica, ou seja, causada por algum agente infeccioso (vírus, fungos, bactérias) ou uma alteração bioquímica do próprio corpo, como as doenças imunológicas.

Então a alopatia visa neutralizar ou eliminar a causa do problema por meio de medicamentos com doses pré-determinadas. Cada pessoa vai ter uma receita, mas a caixa do medicamento que vai comprar na farmácia é a mesma para todos.

Portanto, é para isso que ela serve. A medicinal tradicional serve para fazer a manutenção e a restauração da saúde das pessoas. Prevenir, curar e tratar doenças por meio de medicamentos, exames, terapias e intervenções cirúrgicas.

Alopatia vs homeopatia: qual a diferença?

alopatia e homeopatia
Crédito: Freepik

A grande diferença entre essas duas terapias é o objetivo do tratamento. Enquanto na alopatia acredita-se que as causas das doenças são os agentes infecciosos e alterações no funcionamento do organismo, na homeopatia acredita-se que a causa das doenças é o desequilíbrio da energia vital do corpo.

A medicina tradicional visa combater os sintomas e o foco das doenças com medicamentos em dosagens pré-determinadas. A homeopatia utiliza medicamentos sintéticos e naturais, porém, de forma mais pura, com o objetivo de causar os mesmos sintomas da doença, mas em dosagens muito pequenas.

A substância é diluída em água, com agitação, até que suas moléculas desapareçam e sobre apenas a sua energia impressa nas moléculas de água ou de álcool, estimulando o organismo a usar seu poder de autocura. Com uma pequena dosagem de cada vez, a energia vital que rege o organismo (esse poder de autocura) vai se reequilibrando e fortalecendo, eliminando a doença. Portanto, na homeopatia não se tratam os sintomas, e sim, o corpo de modo geral.

A crítica que existe sobre a medicina tradicional é que diversos medicamentos provocam muitos efeitos colaterais, até perigosos se não forem utilizados com muito cuidado. Porém, a homeopatia ainda não é considerada segura o suficiente pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para que seja uma opção à medicina tradicional. Só é recomendada como tratamento adjunto.

Medicamentos alopáticos

Praticamente todos os medicamentos que você conhece são alopáticos. Eles são a maioria em qualquer farmácia tradicional. Sua função é agir com efeito contrário ao dos sintomas da doença para neutralizá-los ou aliviá-los. Eles são os analgésicos, anti-inflamatórios, antitérmicos, antialérgicos, antifúngicos, antivirais, antibiótico, ansiolíticos, antidepressivos e anticoncepcionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

baru

Baru: benefícios e como consumir

calda de chocolate

Como fazer calda de chocolate: 13 receitas