mulher olhando para a axila observando alergia na axila
Crédito: Freepik
em

Alergia na axila: conheça as causas, sintomas e tratamentos

Irritação, vermelhidão e coceira são os sintomas mais comuns

É fácil perceber quando se tem alergia na axila. Assim como a maioria das reações alérgicas, a pessoa vai sentir coceira, ardência e vai perceber que a região está avermelhada, talvez com inchaço também. Suas axilas estão desse jeito? Então veja quais podem ser as causas, os sintomas e tratamentos.

Causas da alergia na axila

A alergia na axila pode ser aguda ou crônica. Quando é aguda, surge por algum motivo específico e pontual, como o contato com um produto fora da validade, por exemplo.

Já os casos crônicos ocorrem com mais frequência, indo e voltando em certas épocas do ano ou por conta de outros agentes alérgenos. Geralmente nesses casos a pessoa tem alergia em outras partes do corpo também.

Ressecamento da pele

A pele das axilas é sensível e precisa ser mantida hidratada. Se ficar muito seca e áspera, pode causar irritação com o movimento constante dos braços, e até gerar rachaduras.

Atrito com tecidos

No caso da pele sensível e ressecada, ao entrar em contato constante com tecidos mais duros, a irritação tende a aumentar.

Depilação

Cada pessoa descobre com o tempo qual é o melhor tipo de depilação para fazer em cada parte do corpo. Em alguns, a lâmina é uma grande vilã. Já para outros, a cera causa problemas. Então, a depilação de modo geral também pode ser uma causa da alergia na axila, seja de qual tipo for.

Produtos de higiene

Se desconfiar que a causa da alergia pode ser o seu sabonete, creme ou desodorante, preste mais atenção em quando os sintomas aparecem, se tem ligação com o uso desses produtos, o que é bem comum.

Suor

Há também a possibilidade de o suor causar sintomas de alergia na axila. Essa é a chamada urticária colinérgica, que ocorre quando o corpo fica em uma temperatura elevada e com umidade.

Estresse

Mesmo que você não tenha tendência a alergias, se estiver vivendo um momento de alto estresse, seu corpo pode desencadear uma série de reações, e uma delas pode ser a urticária, que deixa manchas avermelhadas e em relevo pelo corpo, com muita coceira. Nesse caso é provável que várias partes do corpo sejam afetadas, mas as axilas costumam sofrer bastante.

Dermatites

Existem vários tipos de dermatite, que são inflamações de pele. As causas e sintomas variam, e apenas um dermatologista pode identificar qual delas está afetando seu corpo. Algumas pessoas têm dermatite de causa genética, outras são desencadeadas pelo desequilíbrio imunológico, e tem também as causadas por fungos e bactérias.

Sintomas

De modo geral, a alergia na axila vai causar coceira, vermelhidão e inchaço. Quando coçar demais, a pele vai ficar muito sensível, poderá descamar e vai arder. Se for por causa da depilação, os poros vão ficar inflamados, com bolinhas amarelas e inchadas.

Tratamentos e cuidados

Para descobrir o melhor tratamento é essencial que faça uma consulta com o médico dermatologista. Só o profissional poderá pedir exames para saber exatamente a causa da alergia e receitas remédios para tratar.

Se desconfiar que pode ser apenas um produto específico ou a depilação, pode simplesmente parar de usar o produto ou fazer esse tipo de depilação para ver se os sintomas desaparecem. Mas, se não desaparecerem, não tente tratar por conta própria, ou poderá piorar o problema.

O que pode fazer até que a consulta chegue é tomar cuidados básicos, como:

  • Manter as axilas sempre limpas e secas;
  • Usar cosméticos e produtos de higiene neutros e antialérgicos (sem cheiro ou cor);
  • Manter a região ventilada nos dias mais quentes;
  • Usar roupas com tecidos leves;
  • Se depilar apenas com um método que não machuque;
  • Manter as axilas hidratadas.
estresse e queda de cabelo

Estresse e queda de cabelo têm mesmo relação?

mancha de desodorante da roupa preta

Como tirar mancha de desodorante em roupa preta