alergia ao calor
Crédito: Freepik
em

Alergia ao calor: conheça o que é, sintomas e como tratar

Há pessoas que sofrem alterações na pele quando ficam expostas a altas temperaturas

De acordo com a Associação Médica Brasileira, com base em dados da Organização Mundial de Saúde, cerca de 35% dos brasileiros sofre com algum tipo de alergia. No mundo todo, cerca de 40% das pessoas sofre de alergia respiratória. Mas esse é apenas um entre tantos tipos de alergias que se conhece e que se estuda na busca por mais respostas sobre causas, tratamentos e uma possível cura. Entre esses tipos também está a alergia ao calor.

Alergia ao calor existe?

Algumas pessoas têm alergia a determinados alimentos, à poeira e ácaros, perfumes e até a certos medicamentos. Mas você já ouviu falar em alergia ao calor? Ela existe e, provavelmente, você já ouviu falar pelo nome de urticária.

Na verdade o calor acaba sendo um agente desencadeador da urticária que provoca vermelhidão e coceira na pele. Ela pode acontecer por outros motivos, não só por causa do calor, mas basicamente é um dos principais sintomas de diversos tipos de alergias. Saiba mais sobre os sintomas e tratamentos dessa condição de saúde.

Veja também: alergia emocional — entenda a condição que afetou a empresária Mayra Cardi 

Sintomas

principais sintomas de alergia ao calor
Crédito: Freepik

Conforme informa a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, a urticária é uma doença que se manifesta na pele por meio de lesões avermelhadas, com ou sem relevo e que coçam muito, chegando a atrapalhar a rotina da pessoa alérgica. É uma condição que pode surgir em qualquer idade e a causa não é determinada, mas em boa parte dos casos é hereditária. Veja quais são os sintomas no caso dessa alergia.

Pele vermelha com coceira

Quando a pessoa com essa condição é exposta ao calor excessivo, o seu corpo reage como se estivesse sendo atacado, só que de forma exagerada. O excesso de histaminas liberadas pelo sistema imunológico na intenção de combater o agente “nocivo”, no caso, o calor, faz com que as manchas avermelhadas e a coceira intensa se manifestem em diferentes partes do corpo que estejam exportas ao calor.

Da mesma forma que aparecem, elas podem desaparecer sem deixar qualquer sinal. Mas basta uma nova exposição ao calor que elas podem voltar. Não existe uma regra quanto à temperatura que faz os sintomas aparecerem, pois cada caso apresenta particularidades.

Inchaço

Não ocorre em todos os casos, mas entre as pessoas com alergia ao calor é bem comum que as manchas avermelhadas apareçam acompanhadas de inchaço (chamado pelos médicos de angioedema), ficando em relevo. O inchaço também pode ocorrer sozinho, sem as manchas, em qualquer parte do corpo

Sintomas variáveis

Assim como o inchaço, outros sintomas podem aparecer dependendo de cada caso. Esses sintomas são fadiga, náuseas, vômito, febre, dor abdominal e falta de ar. Por isso que é tão importante procurar ajuda médica quando perceber um ou mais sintomas relacionados à urticária. Não tem como dizer qual é o tratamento ideal para você com base no tratamento de outro paciente. Depende de todo o histórico de saúde e do estilo de vida de cada pessoa.

Como tratar

Pelo fato de que as alergias são doenças de causa autoimune, elas não têm cura, apenas tratamento. Os médicos alergologistas recomendam cuidados que as pessoas devem ter no dia a dia para evitarem que suas alergias sejam “despertadas” e, em alguns casos, pode ser necessário tratar com medicamentos.

Anti-histamínicos

Depois de consultar o médico, se for o caso, ele pode receitar um determinado tipo de medicamento anti-histamínico que vai bloquear a ação das histaminas no corpo.

De modo geral, os sintomas aparecem até 15 minutos após a exposição ao calor e tendem a desaparecer cerca de 3 horas depois. Mas também existe o tipo de urticária generalizada que pode apresentar sintomas somente 2 horas depois da exposição e com uma duração mais prolongada, de até 10 horas. Com os medicamentos, esse tempo pode ser reduzido. Mesmo assim, é necessário tomar outros cuidados.

Evitar a exposição ao calor

No Brasil, país tropical com verão intenso, é quase impossível evitar o calor. Mas na maior parte do tempo é recomendado que os pacientes com alergia se mantenham em ambientes mais frescos e com a temperatura mais baixa para ficarem confortáveis e livres dos sintomas.

Terapia de dessensibilização

Existe um tipo de tratamento, que deve ser feito em ambiente hospitalar, que consiste em expor o paciente a temperaturas mais elevadas, guiadas e repetidas, na intenção de acostumar o organismo com o calor. É como se o corpo fosse treinado para entender que o calor não é um inimigo. Esse tratamento não é aplicado em todos os casos e não garante cura, mas é interessante conversar com o médico para saber mais a respeito.

3 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

como fazer salpicão

Como fazer salpicão: 7 receitas para colorir a mesa de almoços e jantares

sonho de bisnaguinha

Receitas de sonho de bisnaguinha fáceis para o lanche da tarde