aglaonema como cuidar
Crédito: Freepik
em

Aglaonema: plantas de folhagens ornamentais para ter na sombra

Se estiver em busca de plantas para ter dentro de casa, sem bater sol direto, esse gênero pode entrar na sua lista

Aglaonema é um gênero botânico composto por diferentes plantas nativas das regiões tropicais e subtropicais da Ásia e da Nova Guiné. O que todas têm em comum é formato de suas folhas, que são grandes e ligeiramente alongadas. Porém, cada uma delas apresenta uma coloração diferente, muitas vezes variegatas, ou seja, com duas ou três cores mescladas. Gostaria de ter plantas desse gênero em casa? Então veja essas dicas de cultivo.

Características gerais do gênero aglaonema

O gênero aglaonema é composto por plantas herbáceas e perenes, que variam de 20 a 150 centímetros de altura. Seu habitat natural é nos pântanos e florestas tropicais da China, das Filipinas e de Blangadesh. Por isso, são plantas que preferem ambientes úmidos, de sombra e meia sombra, já que estão habituadas a ficarem protegidas por plantas mais altas.

Luminosidade

planta aglaonema

Não deixe pegar sol direto sobre a sua aglaonema, pois as folhas podem queimar. O ideal é deixá-la em um ambiente com bastante claridade, mas na sombra. Algumas podem ser mais resistentes e suportarem um pouquinho de sol fraco, bem no início da manhã ou final da tarde.

Clima

Por serem nativas de lugares com climas quentes, essas plantas se adaptam bem a maior parte das regiões brasileiras. Apenas nas regiões mais frias, com geadas no inverno, elas podem apresentar problemas de desenvolvimento.

Regas

Por serem plantas de habitat natural úmido, as regas devem ser frequentes para que a terra esteja sempre úmida. Porém, não vale encharcar a terra com água de uma só vez para não precisar regar sempre. Ela precisa de regas algumas vezes por semana, aos poucos, para prevenir o apodrecimento das raízes.

Terra para plantio

terra para aglaonema

Quando for replantar a sua aglaonema, escolha uma terra vegetal misturada com húmus de minhoca ou esterco de curral curtido, que são matérias orgânicas ricas, que vão favorecer o crescimento saudável da planta.

Adubação

Para manter a planta saudável, ela pode receber um pouco de adubo 3 vezes por ano, em épocas espaçadas. Você pode acrescentar na terra um pouco mais de adubo orgânico, como húmus ou esterco, ou pode usar um NPK 10-10-10.

Podas

De tempos em tempos pode fazer uma poda de limpeza, sempre que notar folhas amareladas, caules secos ou doentes. Não tem regra para quando ou com que frequência fazer as podas. É preciso observar a necessidade da planta.

Reprodução

Para fazer novas mudas, a melhor forma é a estaca de caule. Escolha um caule saudável de uma planta adulta, que tenha umas 3 gemas (pequenos nós ao longo do caule) e faça o corte logo abaixo. Coloque esse caule em uma terra de plantio já preparada ou em água para enraizar, e depois coloque na terra.

Toxicidade

Cuidado: a aglaonema tem uma seiva que é tóxica, e por isso deve ser mantida fora do alcance das crianças e animais de estimação. Quando for fazer podas, use luvas de proteção.

Como usar na decoração?

Como são plantas de sombra e ambientes mais úmidos, você pode ter aglaonemas pela casa toda, até mesmo no banheiro, desde que seja bastante iluminado. Ela pode ficar no quarto, na sala, na cozinha ou na varanda, sempre cuidando com o sol. Se o seu jardim tiver um espaço protegido do sol, essa planta pode participar do paisagismo formando um lindo maciço.

Crédito das imagens: Viva Decora

Veja também: como fazer húmus de minhoca em casa

como cuidar colar-de-pérolas

Colar-de-pérolas: veja como cuidar dessa suculenta pendente

falsa caspa o que fazer

Caspa falsa: saiba o que é e como resolver