Adaptar casa para idosos
em

Saiba como adaptar casa para idosos e deixar o ambiente seguro

Um em cada quatro idosos cai dentro de seu próprio lar pelo menos uma vez por ano; veja como prevenir acidentes domésticos e adaptar casa para idosos.

Com o passar dos anos a mobilidade fica comprometida e é preciso adaptar casa para idosos para garantir a qualidade de vida na terceira idade. Segundo o Ministério da Saúde, mais de 61% dos pacientes idosos que adentram em prontos socorros sofreram quedas.

Fatores ambientais, como iluminação ruim, piso escorregadio, ausência de corrimão, escadas e tapetes, são facilitados desses acidentes; só no primeiro semestre de 2017 foram registrados 47 casos de fratura do fêmur em idosos em decorrência de quedas.

Dicas para adaptar casa para idosos

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia também faz um alerta: o maior número de acidentes ocorre durante o inverno, pois os idosos suam menos e vão mais vezes ao banheiro (principalmente durante a noite).

Ainda segundo o órgão, uma pesquisa de 2016 revelou que um a cada quatro idosos cai dentro de sua própria casa pelo menos uma vez por ano, e 35% desses acidentes geram fraturas.

Depois dos 60 anos, a recuperação após uma fratura é bastante lenta, muitas vezes exigindo cirurgias e causando graves consequências físicas, mentais e sociais.

Além de precisar de auxílio para atividades básicas, como comer e tomar banho, o idoso pode desenvolver lesões e ter sua autoestima prejudicada por se sentir inutilizado e dependente. O medo de uma nova queda também faz com que o idoso se sinta incapaz.

Entre os problemas físicos, é comum sofrer de dores fortes, contusões, lesão dos tecidos moles, feridas e problemas respiratórios, urinários e neurológicos.

Fatores como osteoporose, dificuldade para caminhar, equilíbrio prejudicado, medicamentos que alteram a percepção ambiental e visão ruim tornam os riscos ainda maiores.

A melhor forma de prevenir esses problemas é adaptar casa para idosos e permitir que os mesmos desfrutem plenamente da melhor idade e não tenham suas atividades prejudicadas por um acidente que poderia ser evitado com mudanças simples.

Confira adaptações e cuidados para tomar e evitar quedas no ambiente doméstico:

Quarto

O idoso, ao sentar na cama, deve conseguir encostar os pés no chão de forma reta. Portanto a cama não deve ser nem muito baixa e nem muito alta, mas o suficiente para deixar as pernas em um ângulo de 90 graus quando sentado.

Ao lado da cama, uma mesa de cabeceira forte é recomendada para que o idoso se apoie ao se levantar. Fora isso, o ambiente deve ter poucos móveis e muito espaço para circulação, facilitando a mobilidade.

É importantíssimo não colocar tapetes no chão, pois os mesmos podem facilitar quedas, e evitar passar cera e outros produtos que possam deixar o piso escorregadio.

Atente-se também quanto a chinelos, pantufas e calçados em geral deixados ao lado da cama. Um interruptor ao lado da cama é o ideal para que ele não ande no escuro até conseguir acender a luz.

Banheiro

Atenção redobrada ao adaptar casa para idosos, especialmente nesse cômodo, onde ocorre a maioria dos casos de acidentes. Piso antiderrapante e barras de apoio ao lado do vaso sanitário e do boxe são imprescindíveis.

No caso do idoso possuir alguma deficiência física ou problema de mobilidade, é uma boa ideia instalar vaso sanitário mais alto. Torneiras e maçanetas no formato de alavanca são mais fáceis de manusear.

Um banquinho de apoio deve ser disposto no cômodo para que o idoso se sente para se secar. Tapetes não são seguros, assim como convém evitar cestos de lixo que abrem com o pé e cortinas no box.

Cozinha

Bancadas e pias devem ter uma boa altura para que o idoso não precise se abaixar muito ou levantar demais os braços para realizar as atividades; a maioria passa muito tempo nesse cômodo, portanto é essencial garantir que não sintam dor e desconforto.

Os armários devem ser baixos, de preferência entre 50 e 150 centímetros de altura, e os itens mais utilizados – panelas, copos, pratos e potes – devem estar à frente.

Cuidado extra com o fogão ao adaptar casa para idosos: sempre deixe a tampa de vidro levantada para não correr o risco dela estourar com o calor e prefira aqueles com botão de acendimento em cima. O elétrico é melhor que o a gás.

Sala

Nada de tapetes e fios de telefone, televisão e ventilador espalhados pelo chão; se fizer muita questão do tapete convém fixa-lo ao chão com fita antiderrapante. Mantas e capas de sofá também não são recomendadas, pois podem arrastar no chão e gerar quedas.

Os móveis devem ser fortes e firmes para servir de apoio, confortáveis para não provocar dor e desconforto e, de preferência, arredondados para não causar ferimentos.

Determine um lugar para guardar os controles remotos e deixe o telefone em um local de fácil acesso. Prefira poltronas e cadeiras com braços e nas quais os pés toquem o chão e as pernas fiquem retas.

Outras recomendações gerais para adaptar casa para idosos:

  • Portas com, no mínimo, 80 centímetros de largura para permitir a passagem com cadeira de rodas e andador;
  • Evite mudar os móveis de lugar, pois dificulta a mobilidade pelos espaços. Ao saber onde está cada coisa o idoso já sabe como evitar perigos e não é pego de surpresa, o que pode provocar acidentes;
  • Todos os armários devem estar a uma altura mais baixa para que o idoso consiga pegar as coisas sem ajuda e não precise se arriscar a subir em banquinhos ou escadas;
  • Ainda sobre armários, o ideal é que eles tenham luz interna, cabideiro baixo e portas leves;
  • Chame um eletricista para adequar a iluminação da casa toda e deixa-la mais clara;
  • Evite passar cera e polir o chão, que pode ficar muito escorregadio;
  • Os interruptores sempre devem estar ao lado da porta para evitar que o idoso caminhe no escuro;
  • Se tiver animal de estimação, prenda-o ou deixe com outra pessoa enquanto faz atividades como passar roupas e pendurar peças no varal para não tropeçar nele;
  • Evite dormir com o pet para não tropeçar nele durante a noite;
  • Troque o varal de teto por um varal de chão mais ao alcance da pessoa idosa;
  • O piso de cor clara é recomendado para a casa toda, pois facilita a visualização de objetos e obstáculos;
  • Escadas devem ter fita antiderrapante e corrimão dos dois lados. Nada de tapetinho no último degrau!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Receber netos em casa

6 Coisas para fazer quando for receber netos em casa

fazer água sanitária

Como fazer água sanitária na sua casa