aumento de trombose na quarentena
Crédito: Freepik
em

Casos de trombose tendem a crescer na quarentena

Veja quais são os sintomas e o que pode fazer para prevenir esse mal enquanto estiver em casa

A trombose consiste na dificuldade do sangue circular pelas pernas, causando coágulos que provocam uma obstrução em uma ou mais veias ou artérias profundas.

A panturrilha é o coração das pernas, e sempre que uma pessoa se movimenta, andando de um lado ao outro, subindo e descendo, ela está ajudando o sangue a ser bombeado e a circular.

Porém, com a quarentena, muitas pessoas seguiram à risca as recomendações de praticamente não sair de casa. Mas, em contrapartida, também deixaram de se movimentar tanto. Passaram a ficar muito mais tempo sentadas, indo apenas de um cômodo para o outro. E com isso, os médicos já previam que os casos de trombose iriam aumentar bastante.

Não quer dizer que a trombose vai acontecer em todas as pessoas que não se movimentarem o suficiente. Existem vários fatores de risco para essa doença, mas muitos deles estão relacionados também com o sedentarismo de quem fica muito tempo em casa e, ainda, sem praticar atividade física e se alimentando mal.

Qual é o risco?

O principal risco da trombose é que o coágulo da perna se desprenda da veia ou artéria onde está, e suba para a região dos pulmões, causando uma embolia. Em casos graves pode levar à morte súbita.

Além disso, mesmo se ficar apenas na perna, não é bom. A obstrução da veia ou artéria vai impedir a circulação de sangue, e logo a região que está sem sangue vai começar a gangrenar, podendo levar a uma amputação.

Sintomas para prestar atenção

A pessoa que pode estar com uma trombose vai ter sintomas como dor na perna, inchaço, sensação de calor na área afetada, vermelhidão e rigidez daquela musculatura.

Se for o caso de uma embolia pulmonar, também haverá falta de ar inesperada, dor no peito, respiração ofegante, tosse (com ou sem sangue) e aumento da frequência cardíaca. A pessoa com esses sintomas deve ir para a emergência do hospital o quanto antes.

O que fazer para evitar?

Embora haja vários fatores que possam causar a trombose, no caso relacionado com a falta de movimentação do corpo durante a quarentena, você pode tomar as seguintes precauções:

  • Praticar atividades físicas todos os dias, mesmo sem sair de casa;
  • Se levantar e dar uma caminhada pela casa a cada hora;
  • Movimentar os pés a cada 15 minutos;
  • Beber muita água;
  • Alimentar-se de forma saudável, evitando o sobrepeso;
  • Se tiver problemas nos pés, usar meias de compressão (com recomendação médica);
  • Pensar em parar de fumar, caso seja fumante.

Covid-19 pode causar trombose?

Existe também o outro lado da história, que é o risco de ter trombose por ter sido infectado pelo coronavírus. Essa é uma situação real, que pode ocorrer tanto pelo tempo prolongado do paciente internado no hospital, sem se mexer, e sem receber medicação anticoagulante, quanto pelo que a própria doença pode causar na corrente sanguínea. Veja a explicação da Dra. Juliana nesse vídeo do canal Instituto Circular:

usar cores em aptos pequenos

Como usar cores em apartamentos pequenos

coisas para fazer com micro-ondas

8 Coisas que dão para fazer no micro-ondas e facilitam sua vida na cozinha