em

AmeiAmei

Terapia combinada é uma esperança na cura do câncer de mama

Terapia foi capaz de eliminar o tumor em cerca de 10% das mulheres em tratamento

As pesquisas acerca da cura do câncer de mama têm avançado consideravelmente nos últimos anos. Mas infelizmente, o câncer de mama ainda é responsável por muitas mortes entre as mulheres do mundo todo. Uma ponta de esperança contra esse quadro surgiu na última European Breast Cancer Conference, onde cientistas apresentaram os resultados de uma terapia bastante promissora.

Entenda o recente estudo que traz esperanças aos pacientes com câncer de mama

A ideia da nova terapia era baseada na combinação de 2 medicamentos,  Herceptin e Lapatinib, em diferentes quantidades e concentrações.  Os esquemas foram testados em 257 mulheres com câncer de mama do tipo HER-2 que aguardavam a cirurgia para a remoção do tumor.

A primeira parte da pesquisa dividiu estas mulheres em 3 grupos :  130 mulheres  receberam o Herceptin e o segundo grupo foi tratado com Lapatinib. Ambos os grupos receberam as drogas por  11 dias. O terceiro grupo, o controle, não recebeu nenhuma medicação enquanto aguardava a cirurgia.

images

Na segunda parte, 127 mulheres foram divididas em três grupos: 1°  não recebeu nenhuma droga, 2° recebeu somente Herceptin e o 3° recebeu a terapia combinada de Herceptin e Lapatinib.

Veja quais foram os resultados da teria combinada contra o câncer de mama

Para avaliar os resultados, os médicos retiraram tecido mamário para análise após os 11 dias de tratamento. Ao verificar as diferenças entre os grupos, os médicos registraram as medidas do tumor e substâncias que marcam a velocidade do crescimento celular.

Nas amostras analisadas de  7 das 66 mulheres que foram tratadas com a combinação de Herceptin e Lapatinib , ou seja, 10,6%, o tumor havia desaparecido completamente. Para outras 11 mulheres do mesmo grupo, 16,6%, o tumor havia reduzido significativamente de tamanho. O tratamento também foi positivo nos casos onde já havia disseminação do câncer para os gânglios linfáticos.

Vale também ressaltar que, apesar dos resultados promissores, em  48 mulheres que receberam as duas drogas, ou seja 72%, o tumor não respondeu ao tratamento. Os pesquisadores ainda não sabem explicar o porquê destes resultados, mas supõe que alguma especificidade dos tumores HER-2 ainda não foi completamente compreendida.

Infelizmente, ainda há um longo caminho a percorrer para que esta terapia seja utilizada. É preciso descobrir porque algumas mulheres reagiram positivamente e outras não, qual é a diferença entre os tumores e se isso de fato aumenta a chance de cura entre as mulheres que tiveram apenas uma pequena diminuição do tumor.

Enquanto as pesquisas avançam, fique alerta e faça o auto exame do câncer de mama todos os meses em si mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

Sensacional: ela coloca sal dentro de uma meia branca para acabar com a dor de ouvidos

Saiba o que as suas unhas dizem sobre a sua personalidade!