em

Quais são os tipos de cerveja e como combinar com comida

Uma verdadeira aula de iniciação ao maravilhoso mundo das cervejas de verdade.

tipos de cerveja
Crédito: Pixabay

Muita gente gosta de cerveja, afinal não é à toa que é uma das bebidas mais antigas e consumidas no mundo. Mas atualmente tem crescido o número de interessados nos tipos de cerveja mais especiais, diferentes das pilsen de latinha que se compra em fardo.

O gosto pela degustação de cervejas e até o hobby de fazer cerveja artesanal está fazendo com que as pessoas se interessem pelos tipos mais elaborados da bebida, com sabores diferenciados, tal como funciona com os tipos de vinhos.

Se você é um desses interessados, conheça agora quais são os principais tipos de cerveja, como fazer harmonizações com comidas e veja também quais os tipos de copos feitos especialmente para a apreciação dessa bebida.

Principais tipos de cerveja

Para definir com mais precisão essa adorada bebida, pode-se dizer que a cerveja é uma bebida alcoólica, gaseificada e é produzida por meio da fermentação da água com malte, lúpulo e fermento. Esses são os ingredientes básicos que dão a partida para a produção dos mais variados tipos, com aromas, sabores e consistências diferentes.

O que vai diferenciar uma família de cerveja da outra é o método de fermentação, a coloração e o teor alcoólico. Nesse quesito elas são separadas em Lager, Ale e Lambic. Então existe uma diversidade de subtipos de cada uma, de acordo com os padrões de combinação desses elementos principais.

A divisão que você vai ver a seguir é um resumo de cada família, apenas como exemplo para introduzir seus conhecimentos no assunto, que é algo bem mais complexo para quem quer se tornar um especialista.

1. Família Lager

modelo tipos de cerveja lager
Crédito: Poutz

Essa família é de cervejas com baixa fermentação. Costumam ser claras e leves, mas há uma enorme variação de sabores, cores, corpo e aromas. Exemplos mais conhecidos são:

  • Bock: costumam ser avermelhadas, embora haja as mais claras e mais escuras. São de aroma maltado, com teor alcoólico mais alto, por volta dos 6,3%;
  • Schwarzbier: são os tipos feitos a partir do malte torrado, por isso são escuras. Os aromas são mais intensos, muitas vezes remetendo a café, cacau e chocolate. São de paladar mais seco e não tão encorpadas.
  • Pilsen: essas são as cervejas brilhantes, mais douradas e com leve amargor. Levam esse nome porque é um estilo original da cidade de Pilsen, na República Tcheca.

2. Família Ale

modelos tipos de cerveja ale
Crédito: Poutz

As Ale são uma família de cervejas com alta fermentação. Boa parte delas possui paladar frutado e são mais encorpadas. Mas como há diversas opções, essas características variam bastante. Veja alguns exemplos:

  • Dubbel: possuem coloração marrom, são do tipo belga, com corpo médio, aromas frutados e sabor equilibrado;
  • Stout: as típicas cervejas do Reino Unido e da Irlanda, como a famosa Guinnes. Oferecem sabor e aroma de torrefação, de acordo com o estilo;
  • Weizenbier: também chamadas de Weissbier, são as típicas cervejas de trigo da Bavária, na Alemanha. Normalmente não são filtradas e existem na versão bock, chamada de Weizenbock.

3. Família Lambic

modelo tipos de cerveja lambic

Crédito: Scream & Yell

Mais uma variação no tipo de fermentação, as cervejas da família Lambic são de fermentação espontânea. Ao beber, pode ter uma sensação de estar tomando um espumante. A sua origem é belga, da região de Leembek, por isso o nome. Alguns exemplos são:

  • Kriek: possuem adição de cerejas enquanto estão no período de maturação;
  • Geuze: são um blend, ou seja, uma mistura de tipos Lambic;
  • Faro: possuem adição de açúcar.

Como combinar cerveja com comida?

harmonizar cerveja com comida
Crédito: Beer FC

Agora que você já tem uma ideia mais clara sobre os tipos de cerveja, mesmo que essa seja apenas uma pincelada no assunto, já vai conseguir fazer harmonizações mais saborosas entre cervejas especiais e petiscos e pratos principais. Veja as dicas gerais para a harmonização perfeita:

  • Ao pensar em harmonização de cerveja com comida, siga a mesma regra básica da harmonização com vinhos. Bebida leve com comida leve e bebida forte com comida forte. Nesse caso, as cervejas da família Ale são como os vinhos tintos. As cervejas da família Lager são como os vinhos brancos;
  • Quanto mais escura a cerveja, mais escura deverá ser a comida. Como as cervejas escuras costumam ter sabor mais tostado ou adocicado, harmonizam bem com comidas do mesmo tipo, as assadas ou grelhadas;
  • Para comidas picantes, cervejas amargas. Quanto mais picante for o prato, mais lupulada e amarga deverá ser a cerveja. Isso porque o lúpulo faz um bom corte do apimentado, permitindo uma melhor apreciação, tanto da bebida quanto da comida;
  • Aposte em comidas e cervejas da mesma origem. Por exemplo, pratos alemães com cervejas alemãs;
  • Siga a ordem do mais leve para o mais forte. Se for servir mais pratos e tipos de cervejas, comece pelas harmonizações mais suaves até chegar nas mais intensas. Assim todos os sabores serão melhor apreciados.

Tipos de copo de cerveja

Agora que já conhece os tipos de cerveja de acordo com suas famílias e já pode planejar o cardápio para fazer as harmonizações perfeitas, é hora de escolher como servir. O copo da cerveja faz toda a diferença no visual, deixando os momentos de apreciação ainda mais especiais. Confira alguns modelos.

tipos de copos cervejas
Crédito: Brejas
modelos de copos cervejas
Crédito: Brejas

1. Conhaque

Sim, cervejas fortes podem ser servidas em copos de conhaque para melhor capturar os aromas ao “rodar” a cerveja dentro do copo.

2. Cilíndrico

Esses copos ajudam a formar uma boa espuma, mas não são os ideais para perceber os aromas. Também são chamados de collins, stick ou stange.

3. Tumbler

Copos grandes e largos, usados para servir tipos de cerveja witbier, que não formam muito creme e por isso não necessitam de um copo com boca mais fechada.

4. Taça

Não há razão especial para servir cerveja em taça, senão pelo visual e conforto no manuseio. Inclusive as de vinho servem.

5. Yard

Esses copos não têm pé, por isso precisam de um suporte. Parecem tubos de laboratório, um jeito mais estilizado de servir.

6. Mass

Esses são os famosos canecos de Oktoberfest, que servem 1 litro de cerveja e combinam com muitos brindes sem tanta delicadeza. Também são chamados de seidel.

7. Caneca

Menos robustas do que os Mass, as canecas são usadas para servir chope e tipos de cerveja de pressão nos bares. Possuem vários tamanhos e podem ser feitas de vidro, metal ou cerâmica.

8. Flauta

Costumam ser usados para servir espumantes, mas também para os tipos de cerveja Faro, Lambic, Gueuze e champegnoises. São bons porque o creme da cerveja demora mais para dissipar.

9. Cálice

Chamados de goblet pelos belgas, os cálices são ideais para quando deseja se manter a integridade do creme da cerveja e proporcionar a melhor percepção do aroma.

10. Tulipa

São os copos usados para os tipos de cerveja com bastante creme e o desenho é ideal para permitir a observação da evolução da espuma da cerveja.

11. Weizen

É o copo ideal para servir cervejas do tipo Weiss, de trigo. São feitos para que se aprecie a cor e o corpo da bebida, e a expansão do creme.

12. Pint

São copos para caber bastante cerveja, muito usados nos pubs irlandeses e ingleses e para servir cervejas tipo Stouts e Bitter.

13. Caldereta

Costumam ser usados para servir English, American Ale, lagers escuras e IPAs, escolhidos por comportarem mais de 300 ml.

14. Lager

São copos de chope comuns no Brasil, que alguns chamam de tulipa, mas já viu quais são os verdadeiros tulipas.

15. Pilsner

No Brasil também chamam esse tipo de tulipa. São feitos para os tipos de cerveja Pilsen, pois permitem que se forme um bom creme e ajudam para que o aroma chegue ao nariz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0

Comentários

comentários

tapete de crochê

22 Modelos de tapete de crochê

adestramento de cães

Como fazer adestramento de cães: passo a passo