como fazer a pirâmide das roupas
Crédito: Freepik
em

Teoria da pirâmide: uma técnica para organizar seu guarda-roupas

Você já tentou várias vezes, mas ainda não conseguiu ter um armário organizado e funcional? Veja se essa técnica pode te ajudar

Publicidade

Assim como existe a pirâmide dos alimentos, que lista os mais importantes para a sua saúde, começando de baixo até chegar ao topo, também foi criada a teoria da pirâmide para organizar suas roupas. A ideia é que a sua rotina na hora de escolher os looks seja mais prática e funcional, sem perda de tempo.

Como funciona a teoria da pirâmide para roupas?

A pirâmide das roupas segue a mesma lógica da pirâmide dos alimentos. Na parte de baixo, que é maior, estão as quantidades de alimentos que você mais precisa em um dia. Conforme vai subindo e diminuindo de tamanho, a pirâmide lista os alimentos menos necessários.

A teoria é bem simples, mas o desafio é colocar em prática quando se tem peças de roupa em excesso. A maior dificuldade será para aquelas pessoas muito apegadas às suas peças de roupa.

Porém, existe um truque, se quiser: não precisa se desfazer das roupas que você não usa com frequência. Apenas guarde-as, e mantenha no armário só as mais usadas na semana ou no mês.

Publicidade

Montando a pirâmide das roupas e acessórios

Crédito: We Fashion Trends

Veja qual é a proporção de cada grupo de roupas e acessórios que você deve manter no seu armário, de acordo com a pirâmide, para chegar ao equilíbrio.

Peças básicas – 35%

As peças básicas são aquelas que você pode combinar com os outros grupos de roupas. São peças mais neutras, tanto nos modelos quanto nas cores, para poder repetir sem parecer que está repetindo. Camisas e blusinhas brancas e cinzas, jaquetas jeans, blazer, vestidinho preto, calças e shorts jeans básicos, além dos sapatos que combinam com tudo.

Roupas de trabalho – 20%

Nesse grupo você vai selecionar as roupas que deixa para usar só trabalho. Claro, isso vai depender do seu tipo de trabalho, já que muitas pessoas usam as roupas básicas, casuais e tendências para trabalhar. Então, se você não faz essa separação das “roupas de trabalho”, esqueça esse lado da pirâmide e distribua esses 20% para os outros grupos.

Publicidade

Peças casuais – 20%

As peças casuais são muito usadas para combinar com as peças básicas. As casuais não são tão básicas, mas também são usadas para criar diferentes looks entre si. Jaqueta de couro ou de um tecido diferenciado, blusinhas com estampas e cortes diferentes, calças jeans com detalhes, etc.

Roupas de sair – 10%

As roupas de sair têm um toque especial, pois são aquelas que você não usa no dia a dia. Podem ser roupas de sair de dia ou à noite, na balada, de acordo com o seu estilo de vida. Se você vai a eventos mais de uma ou duas vezes por semana, pode aumentar essa porcentagem e reduzir a porcentagem de outro grupo.

Tendências da estação – 10%

As peças que são tendência da estação, podem sair do seu armário na estação seguinte. Além disso, como são mais marcantes, você vai usar com várias combinações de peças básicas. Por isso, reserve pouco espaço para elas, já que dá para repetir e aproveitá-las ao máximo enquanto estão em alta.

Publicidade

Acessórios – 5%

Apenas uma pequena parte do seu armário pode ser dedicada aos acessórios. Se você tem muitos, pode ser difícil escolher, mas faça o teste. Separe alguns por mês e use apenas esses que separou durante o mês todo.

Resultado

Além de economizar espaço no seu armário e agilizar na hora de escolher o look, a pirâmide das roupas ajuda você a se tornar uma pessoa descomplicada e menos indecisa.

Mais do que isso, ajuda a criar o hábito de ser menos consumista, pois aos poucos você vai perceber que não precisa de tanta coisa para estar sempre bem vestida.

Publicidade

Sua criatividade também será maior, pois você terá a oportunidade de criar mais combinações entre os grupos de roupas para variar no dia a dia e nas ocasiões especiais.

Faça o teste e tenha paciência, pois essa é uma verdadeira prática para o seu autoconhecimento e evolução, que você vai acabar levando para outros aspectos da sua vida.

Erros de decoração

7 Erros de decoração que podem trazer prejuízo e arrependimento

diferença entre um sorriso falso e um verdadeiro

Você sabe a diferença entre um sorriso falso e um verdadeiro?