em

AmeiAmei

Seu animal de estimação pode salvar você de envenenamento!

Estudo é feito para alertar perigos do monóxido de carbono e os pets acabam virando grandes heróis
seu animal de estimação pode salvá-lo de envenenamento
Crédito: Unsplash

O maior perigo do monóxido de carbono é que ele é um gás inodoro, incolor e insípido, ou seja, não tem cor, cheiro e nem gosto. É um subproduto natural da combustão do combustível presente no escape do carro, fornos inadequadamente ventilados, aquecedores de ambiente, aquecedores de água, lareiras e fumaça de cigarro. Ele pode matar rapidamente pessoas, que nem notam sua presença no ar. Nesse cenário, saiba como seu animal de estimação pode salvar você do envenenamento por monóxido de carbono.

Como isso pode acontecer?

seu animal de estimação pode salvá-lo de envenenamento como
Crédito: Unsplash

Os animais de estimação como cães e gatos podem farejar o perigo. É dessa forma que, de maneira generalizada, o seu animal de estimação pode salvar você de envenenamento por monóxido de carbono.

Um estudo feito pela Npower, com intuito de alertar sobre os perigos do monóxido de carbono, relata que entre 2 mil donos de animais, um a cada três já foram alertados sobre algum perigo pelos seus pets. Esses alertas incluem também incêndios e vazamento de gases como o monóxido de carbono.

O sintoma mais comum de intoxicação por monóxido de carbono no ser humano, em doses baixas, ​​é a fadiga. Isso desaparece quando você sai da casa. Em pacientes cardíacos, pode causar dores no peito.

Concentrações mais elevadas de monóxido de carbono causam dor de cabeça, desorientação e sintomas gripais com vômitos. Em último caso, entra em coma. Quando a vítima está dormindo durante a exposição ao veneno, o cão, o gato, o pássaro ou a pessoa pode nunca mais acordar.

Como os animais reagem

seu animal de estimação pode salvá-lo de envenenamento reação
Crédito: Unsplash

O estudo da Npower revelou algumas características notadas pelos donos de animais em situações de perigo. Um pai ligou à emergência pedindo uma ambulância depois do seu cão latir repetidamente até notar que seu bebê de um ano estava sofrendo uma convulsão.

Um caso mais específico foi quando uma das pessoas estudadas deu o seu depoimento sobre a situação que viveu. Seu cão começou a ficar muito agitado ao tentar alertá-lo sobre um vazamento de gás em sua casa. O cão latia repetidamente até que ele percebeu que algo não estava bem. Depois de algum tempo, ele descobriu o vazamento de gás e acabou por retirar sua família de casa até que o problema tivesse sido resolvido pela companhia do seguro.

Para proteger você e seus animais de estimação de uma intoxicação por monóxido de carbono, faça uma inspeção de todos os itens que usam esse gás na sua casa, todos os anos. Você também pode instalar detectores de monóxido de carbono em casa, pois essa também é uma boa forma de alerta.

Em caso de notar alguma mudança de comportamento do seu animal ou em sua própria saúde, procure ajuda médica especializada para você e seus animais. Não corra riscos.

Veja também: alimentos perigosos para cães e gatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
Menina hospitalizada após mordida de lagarta venenosa
Shampoo de camomila: benefícios e receita caseira