em

AmeiAmei

O que é sarcopenia? Conheça os principais sintomas e tratamentos

Saiba como esse problema pode afetar diversos idosos e como se manifesta
sarcopenia
Crédito: Freepik

A sarcopenia consiste na perda gradativa de massa muscular, afetando diretamente na locomoção e equilíbrio corporal. A longo prazo, pode culminar em morte, já que torna o organismo muito mais vulnerável a quedas e infecções diversas.

Do grego, essa doença pode ser traduzida como “perda de carne” e consiste na perda de massa magra gerada por alterações hormonais e pela idade, sendo acentuada pela falta de exercícios físicos e má alimentação. Por isso, é importante que se saiba como identificar os sintomas o quanto antes possível para conseguir controlar e evitar ao máximo o seu desenvolvimento.

Aqui você encontra:

Sintomas

Conforme o caderno de atenção à pessoa idosa, distribuído pelo Ministério da Saúde de cada estado, esse problema gera um desequilíbrio energético que culmina em fragilidade. O MS também disponibiliza o site com informações sobre a saúde do idoso, assim como uma caderneta especial de acompanhamento.

A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia realizou uma pesquisa com 1.149 idosos que habitavam São Paulo e concluiu que esse problema era presente em 15% dos entrevistados; e em 46% do público que tinha mais de 80 anos.

Esses números representam o quanto é necessário que se conheça os sintomas da sarcopenia, para que o seu tratamento seja feito de maneira mais rápida e eficaz.

1. Dificuldade em realizar atividades simples

Atividades que anteriormente eram consideradas fáceis, como subir uma escada ou até mesmo trocar uma lâmpada, são consideradas extremamente complicadas pelas para os que possuem sarcopenia. Perde-se boa parte do senso de equilíbrio e força muscular, suficiente para se sustentar em uma mesma posição enquanto realiza tal tarefa.

2. Desequilíbrio ao andar

Esse sintoma é notado principalmente em relevos acidentados, como ruas, terra, buracos e paralelepípedos. Antes é fácil andar por esses locais, mas quando a sarcopenia surge, com o tempo a atividade torna-se mais complicada ser realizada. Isso se deve ao enfraquecimento muscular, principalmente nas pernas.

3. Quedas constantes

sarcopenia
Crédito: Jornal Monchique

Esse é um sintoma mais presente em estágios mais avançados da doençam em que há danos mais severos, como a falta de equilíbrio, também consequência da perda de muscular. Outro motivo para as quedas constantes é que os músculos não conseguem mais sustentar o corpo.

4. Peso nos membros

Os membros externos podem ser bons indicadores para sintomas, pois eles são os primeiros afetados pela sarcopenia. A massa muscular interna é a mais preservada, pois realiza funções vitais, como a de proteger e bombear o coração. Sentir um certo “peso” nos membros é sintomático e se apresenta na dificuldade de se levantar de uma cadeira ou cama, por exemplo.

5. Redução dos passos

O andar lento (bem devagar), em uma frequência de ritmo que não era a usual, pode ser um sintoma claro da doença. É claro que com o passar do tempo, o ritmo acaba por desacelerar. Mas nesse caso, torna-se algo “exagerado”.

Também existe o cuidado e receio de cair, uma vez que é possível sentir e identificar que o corpo já não tem força suficiente para realizar determinadas atividades. Outro ponto é que caminhar se torna desgastante, provocando a demora para realização de cada passo, além da dor muscular (devido ao esforço).

6. Rigidez nos membros

Esse sintoma da sarcopenia está associado ao “peso” nessa mesma região e vem de uma dificuldade de locomoção, forçando a massa muscular. O idoso nessa condição necessita de um esforço superior para a realização de atividades que ele fazia sem problemas. A consequência é a rigidez característica nos membros

Que médico consultar e quando

O médico a ser consultado é o clínico geral ou o geriatra, caso o paciente seja um idoso e suspeite de sarcopenia. O ideal é que a pessoa já mantenha uma rotina de exames a cada 6 meses. Mas se não for o casso, o momento ideal para se fazer uma consulta é quando forem diagnosticados os primeiros sintomas.

Uma recomendação é que se compre uma daquelas balanças que além de pesar o todo, também mostra a porcentagem de massa muscular do corpo.

O exame capaz de confirmar a condição é a tomografia na região da perna e do abdômen, para que o médico estime o percentual de massa muscular. Também se pode fazer exame geral de densitometria. Em casos menos comuns, ressonância magnética e ultrassom.

Tratamento

sarcopenia
Crédito: Terve

O tratamento dessa doença pode durar meses ou anos e consiste na prática de exercícios de resistência e alimentação rica em proteínas. Porém, vale ressaltar que o tratamento é subjetivo, pois cada pessoa suporta um grau de exercício físico diferente, assim como a quantidades nutritiva necessária para equilibrar o organismo.

Dependendo do caso, o médico também poderá receitar suplementação proteica. Porém, esse produto deverá ser indicado apenas pelo profissional.

Ou seja, o tratamento da sarcopenia consiste em uma mudança de estilo de vida direcionada por um profissional, no intuito de alcançar a reconstrução muscular e fortalecer o corpo como um todo.

One Comment Leave a Reply
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0
Comentários
receitas de uma panela só baião de dois
Receitas de uma panela só: 15 opções para simplificar o preparo
baião de dois
As melhores 6 receitas de baião de dois para arrasar na cozinha