em

Sapatos masculinos confortáveis: veja quais são os modelos e aprenda a diferenciar

Veja quais os melhores modelos para os seus pés!
sapatos masculinos confortáveis
Crédito: Unsplash

Assim como existem vários tipos de sapatos femininos, os sapatos masculinos também se dividem em categorias. Apesar de nem todo homem ter essa noção, é importante conhecer o calçado que está comprando e que irá usar. Por isso veja alguns modelos de sapatos masculinos confortáveis para os seus pés.

7 Modelos de sapatos masculinos confortáveis

“Mas não é tudo a mesma coisa?”. Não, senhor. Os sapatos sociais masculinos têm diferenças marcantes entre si, principalmente em relação às combinações, onde e quando usar.

Confira os principais modelos e veja como combina-los.

Oxford

Começando pelo mais tradicional de todos, o Oxford, que é sem dúvidas o modelo mais elegante e sofisticado. Sua principal característica é que a aba com furos do cadarço é feita em uma peça de couro que vem desde a sola.

Nos outros modelos esses furos são feitos em uma peça costurada no meio do sapato. O bico é levemente arredondado, a biqueira é de couro (cap toe) e há uma costura no entorno e no bico.

Outros detalhes que diferenciam o Oxford são as abas bem ajustadas ao corpo, o salto baixo e o sistema de cadarços, que deve ser usado fechado.

Como usar?

Eventos que exijam traje formal, como formaturas e festas de gala; nesses casos, prefira um Oxford em couro preto com acabamento envernizado para combinar com terno e gravata ou smoking.

Até dá para combinar esse sapato com looks mais informais, mas com cautela. Eventos durante o dia, como um casamento no campo, que traje a rigor, podem combinar com o modelo em couro marrom ou em camurça.

Derby

derby
Crédito: Pxhere

Parecido com o Oxford, porém menos formal e com características distintas. Os furos estão nas abas, que são laterais e costuradas sobre o corpo do sapato, o que o torna mais adaptável a todas as alturas de peito do pé.

O modelo é um derivado do Oxford e também é chamado de Blütcher. Ele pode ter o bico em couro, no estilo capt toe, mas não é uma exigência. O bico também é levemente quadrado.

Como usar?

Por ser menos formal ele funciona muito bem com calças de alfaiataria e até jeans, dependendo do modelo. O ideal, no entanto, é que seja usado com ternos ou calça e blazer com camisa sem gravata.

Aqui vale a mesma regra do Oxford: prefira os modelos em couro preto para a noite e em couro marrom para o dia e situações mais informais.

Monk Strap

Formal e pouco conhecido, o Monk Strap é uma tendência entre os fashionistas, mas vem se popularizando devido ao estilo diferenciado. Ao invés de cadarço ele vem com alça que passa por cima do pé e prende em uma fivela metálica, que fica na lateral do sapato.

Quando são duas alças e duas fivelas ele é chamado de Double Monk Strap, uma versão que também é bastante usada.

Como usar?

O Monk Strap oferece um leque maior de possibilidades e vai bem tanto com o informal quanto o chique. No geral, combina com ternos sem gravata e calça de alfaiaria com camisa social.

Se quiser um look mais despojado e moderno use com calça e sem meia, deixando aparecer o tornozelo, e vista um blazer com camisa mais casuais. Nesse caso, prefira o modelo de camurça.

É um sapato que oferece equilíbrio e segurança, pois fica bem preso aos pés e não tem o risco de tropeçar no cadarço, sendo uma boa opção para homens mais idosos.

Mocassim

mocassim
Crédito: Pxhere

Não é à toa que o Mocassim é associado a homens mais velhos e vovôs. Ele preza pelo conforto e informalidade, o que não significa que é um sapato desleixado – pelo contrário: rende produções muito interessantes, especialmente nos dias mais quentes.

Sua principal característica é a costura lateral alta, que vai da ponta à lateral do peito do pé. Existem pelo menos três tipos de Mocassim:

  • Loafer: salto baixo, solas separadas, sem cadarço e sem fivela, caracterizado por uma faixa de couro com um desenho vazado na parte de cima do peito do pé. Combina tanto com produções casuais quanto com bermuda e calça sem meia em looks leves;
  • Driver: também chamado de “esportivo”, tem gomos e cravos no solado para maior conforto de quem o usa. Dá mais aderência ao dirigir, por isso recebeu esse nome, e fica melhor com looks despojados;
  • Dock Sider: com solado de borracha, esse modelo visa não danificar o piso dos barcos e
    nem escorregar e tem um cadarço que passa por buracos na laterais. É o mais casual de todos e pede produções leves, com bermuda e sem meias.

Sidegore

Parente mais formal do Mocassim Loafer, tem cano mais alto e se assemelha um pouco com botas. Sua principal característica, no entanto, são as duas tiras de elástico nas laterais.

Homens com mais de 40 anos são o público alvo principal desse modelo, pois é fácil de usar e extremamente confortável, não exigindo fivela, cadarço ou velcro pra prender ao pé.

Como usar?

Esse provavelmente é o modelo mais versátil entre os sapatos masculinos e pode ser usado tanto com blazer e gravata quanto com calça jeans e jaqueta.

Para produções mais chiques prefira os modelos em couro preto ou marrom, totalmente lisos e de bico mais fino; já os looks despojados podem ser usados com sapatos com detalhes.

Brogues e Wingtips

wingtip
Crédito: Pixabay

Os sapatos Brogues e Wingtips, na verdade, são uma variação diferentona do Oxford. Enquanto os Brogues é todo perfurado na frente de forma decorativa os Wingtips possuem desenhos em forma de asas na frente, mais ou menos na altura do peito do pé.

O interessante é que esses desenhos não são meros enfeites, e sim para drenar a água que entrava nos sapatos, já que eles foram criados pelos escoceses para ser usado por caçados, que entravam em pântanos, charcos e lamaçais.

Como usar?

Informal e mais descolado devido aos detalhes, esse modelo existe em diversas cores e pode ser usado com roupa social ou jeans; é o tipo de sapato que lhe permite ser criativo.

O modelo Wingtip em preto e branco fica totalmente a cara do jazz, enquanto as cores mais discretas servem para trabalho e festas. Já os modelos coloridos exigem um pouco mais de sobriedade e discrição na escolha da roupa.

Sapatênis

Amado e odiado, o sapatênis não pode ser considerado um sapato formal. Na verdade, ele está longe disso: não é tão despojado quanto um tênis, mas jamais não está no mesmo patamar de um Oxford ou Derby.

Como usar?

Produções básicas e leves, como um barzinho, cinema ou passeio pela orla da praia, ou até na “casual Friday”, aquele dia no trabalho em que está liberado ir com roupas mais leves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
cogumelo Portobello
Conheça os benefícios e como preparar o cogumelo Portobello
sonhar com zumbi
O que significa sonhar com zumbi