rosa-do-deserto
Crédito: Wikimedia Commons
em

Rosa-do-deserto: aprenda a cuidar dessa linda flor

Na natureza, essa planta atinge cerca de 5 metros de altura. Veja quais são os cuidados a ter para o melhor desenvolvimento dela

Robusta e delicada ao mesmo tempo, exótica e muito cobiçada. Essa é a rosa-do-deserto, uma planta que muita gente deseja cultivar, mas são muitas dúvidas para tirar antes começar. Afinal, quanto mais souber sobre as características dela e as dicas de cultivo, maiores serão as chances de plantar e fazê-la vingar com toda a sua beleza. Então, Veja agora tudo o que precisa saber sobre essa planta.

Origem da rosa-do-deserto

Essa planta é do gênero Adenium, e seu nome científico é Adenium obesum. Ela tem sua origem na África e na Península Arábica. Por conta dessa origem em terras áridas, veja quais são os cuidados a ter na hora de cuidar da sua planta.

Dicas de cultivo

Veja, a seguir, as dicas de cultivo da rosa-do-deserto, seguindo as orientações da jardineira Carol Costa, do Minhas Plantas.

Característica do solo

Justamente por ser nativa de regiões desérticas, essa planta é habituada a um solo com poucos nutrientes e bastante arenoso. E também pela quantidade baixa de nutrientes, seu crescimento costuma ser lento.

Então, não adianta aumentar a quantidade de adubo na intenção de acelerar o desenvolvimento dela. É preciso ter paciência e respeitar outras necessidades da rosa do deserto, como vai ver a seguir.

Iluminação

Mais uma vez é preciso se lembrar que essa é uma planta de região desértica, ou seja, com muito sol. Por isso, a sua rosa do deserto vai se desenvolver melhor ao receber sol pleno sobre ela.

Substrato

Já foi dito que essa planta é acostumada a um solo com poucos nutrientes e de uma localização com clima seco. Então, para fazer o replantio da sua rosa-do-deserto, a dica é usar um substrato que seja bem drenante, leve e fofo, e misturá-lo com 50% de areia grossa. Assim, vai chegar mais próximo da terra do habitat natural dela.

Vaso com furo

Já que é necessário escolher uma mistura de solo bem drenante para evitar acúmulo de água nas raízes da planta, também é preciso que o vaso dela tenha furos na parte de baixo. Assim, todo excesso de água vai escorrer, ficando apenas o necessário.

Ambiente externo

O ideal é que a rosa-do-deserto seja cultivada em ambiente externo, exceto em épocas de muitas chuvas. Assim, ela vai poder pegar mais sol, mais ventilação natural e não vai ter problema ao regá-la e deixar que a água escoe no local em que o vaso estiver. Se for deixá-la dentro de casa ou na sacada, deixe-a no lugar mais iluminado e ventilado possível, onde bata sol direto sobre a planta.

Poda na muda para criar ramos e volume

Como já dito, a rosa-do-deserto tem um crescimento muito lento. Então, se você tem uma muda e quer que ela comece a criar ramos para os lados, ficando mais volumosa, precisa fazer uma poda na muda.

A poda deve ser feita no caule principal, que vai para cima, pouco depois da parte mais gordinha da sua base. Esse corte deve ser feito na diagonal para a planta entender que não é mais para crescer apenas reta para cima. Então, ela vai começar a criar raminhos para as laterais.

O corte deve ser feito com uma ferramenta adequada, bem afiada e bem limpa. Depois do corte é preciso fazer a cicatrização usando extrato de própolis líquido que você compra na farmácia. Coloque 1 ou 2 gotas sobre a parte cortada. O extrato de própolis é cicatrizante, fungicida e bactericida, e é melhor do que a canela em pó, pois ele não sai com água.

Os primeiros brotos novos vão levar cerca de um mês para aparecer. Ela vai formando galhos e só depois de uns seis meses de cuidados e paciência é que haverá flores. Se quiser que a planta continue crescendo mais para os lados, deve refazer a poda nos galhos novos, nesse mesmo procedimento.

Replantio da rosa-do-deserto

Depois de deixar a rosa-do-deserto crescer por bastante tempo, se ela estiver em um vaso pequeno, vai começar a deformar o vaso, sair raízes por baixo, e tudo isso é sinal de que está na hora de um vaso maior. Então, confira no vídeo abaixo como é que se faz o replantio.

Veja também: plantas pendentes de sol, de sombra e com flores para decorar a casa

tipos de vaso

Como escolher o vaso ideal para as suas plantas

acabar com lesmas e caracóis no jardim

Dicas caseiras para acabar com lesmas e caracóis no jardim