haitiano reecontra família depois de três anos
Crédito: Arquivo pessoal
em

Reencontro emocionante: empresa ajuda a trazer família de funcionário haitiano para o Brasil

Depois de 3 anos juntando dinheiro para rever a esposa e o filho, o grande momento finalmente se realizou

Só quem é imigrante em outro país e precisou deixar a família no país de origem, sabe qual é o sentimento. Mesmo com a vida atarefada atrás de moradia, trabalho e documentação, os momentos de solidão e tristeza surgem, e pode dar vontade de largar tudo para voltar.

Mas, alguns dão a sorte de encontrar boas pessoas que podem ajudar. No caso do haitiano Jack, que estava há 9 meses no Brasil, muita coisa boa aconteceu.

Nos primeiros meses, Jack vendia água na rua e estava com muita dificuldade em encontrar emprego por causa do idioma. Mas, ele não desistiu e continuou fazendo entrevistas.

Quando ele chegou para ser entrevistado em uma lavanderia, na cidade de Brusque/SC, o proprietário Juninho Coken resolveu dar uma oportunidade ao imigrante.

“Realmente foi muito complicado no começo pra ele se comunicar, entender o que a gente queria que ele fizesse. Até hoje chega alguém pra conversar com ele, e ele me chama, porque ele me entende”, diz Juninho.

A adaptação faz parte, e a força de vontade em aprender ajuda muito. Sabendo disso, e vendo a vontade de evoluir nas atitudes do funcionário, Juninho não se arrependeu de dar a ele essa oportunidade, mesmo com as dificuldades.

Jack sempre deixou claro que com o salário iria juntar o máximo possível para trazer a esposa e o filho para o Brasil. Esse era o seu foco. Mas, é claro que demoraria algum tempo, pois viagens de avião não são baratas. Jack continuou firme em seu objetivo por mais 2 anos.

“Quando ele disse que tinha juntado um certo dinheiro e que faltava um certo valor, eu pensei ‘vamos juntar os funcionários e vê o que cada um pode dar’. Teve gente que deu R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 100. Juntamos, deu um valor ‘x’, e o que faltava a minha família completou.”

Finalmente, depois de muita paciência, esforço e ajuda de pessoas queridas, Jack conseguiu o dinheiro necessário para trazer esposa e filho ao país e enfim poderem viver juntos outra vez.

O chefe, Juninho, que também é casado e tem um filho pequeno, ficou muito feliz em poder contribuir com esse momento marcante na vida de Jack, pois se colocou no lugar dele.

“Com certeza me coloquei muito no lugar dele. Eu tenho um filho de 1 ano e meio. Ficava tentando imaginar como é que o cara conseguia ficar longe da mulher e do filho tanto tempo. Desde que ele entrou, ele mostrava a foto do filho, da mulher. Disse que o sonho dele era trazer a família para o Brasil.”

Jack ainda não é fluente no português, mas sabia o bastante para expressar sua gratidão:

“Muito contente, graças a Deus. Muito obrigado à família Tom da Cor por ter me ajudado. Não dá pra explicar [sentimento de reencontrar a família]”.

O momento do reencontro merecia ser registrado, e Juninho estava junto para filmar. Ele fez questão de ressaltar que todo o esforço foi de Jack, e que a empresa apenas ajudou a antecipar o reencontro.

“Quem realmente trouxe a família dele pra cá foi ele mesmo. Ganhando o salário que estava ganhando e conseguir em praticamente 2 anos e meio juntar uma boa quantia pra trazer a família pra cá, é de aplaudir de pé. A gente só antecipou uma coisa que ele ia conquistar sozinho.”

View this post on Instagram

A Lavanderia Tom da Cor em Brusque/SC recebeu de braços abertos, o haitiano Jack(carinhosamente chamado por toda família). Ele chegou deslocado na empresa, pedindo emprego e não falava nada de português. Estava há 9 meses no Brasil, vendendo água na rua a 2 reais, (isso tudo por meio de gestos pra se comunicarem) e mesmo assim, @juninhocoken, comovido com toda situação, o contratou… e não se arrependeu! A relação que era apenas profissional, virou uma amizade, cheia de amor, empatia e generosidade. Quando durante uma conversa descobriram que o haitiano estava juntando seu dinheirinho pra trazer a família toda pro Brasil, a empresa e seus funcionários prontamente se uniram e ajudaram a promover esse encontro lindo e merecido de Jack com sua família. Agora, juntos novamente e pra sempre! “Sou grato a Deus por conseguir ajudar esse amigo/funcionário haitiano a trazer a família para o Brasil, era tudo o que ele queria!" ❤🙌🏽 ⠀ Via IG @juninhocoken

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) on

Veja também: Fazenda de orgânicos só contrata pessoas que estavam em situação de rua

usos para o removedor de esmalte

10 Usos diferentes para o removedor de esmalte

peperômia

Peperômia: como cuidar dessa linda planta ornamental