em

Quiropraxia: para que serve e como funciona?

A quiropraxia deixa dúvidas porque muitas pessoas pensam que é apenas um tipo de massagem.

A quiropraxia surgiu em 1895, nos Estados Unidos. É um termo que vem do grego e significa “quiros” = mãos e “práxis” = praticar. Dessa forma, traduz-se como “praticar com as mãos”.

Essa área da saúde é utilizada por profissionais formados em quiropraxia, que aplicam técnicas manuais para ajustar a coluna através das articulações, aliviando dores interligadas, que são as neuro-músculo-esqueléticas (articulações, músculos, ligamentos, nervos, discos e tendões).

Não necessariamente alguma dor nessas áreas poderá ser tratada por um quiropraxista, por isso, continue lendo para saber quando procurar este profissional e garantir um atendimento eficaz.

Para que serve a quiropraxia?

Serve para diminuir a dor, restabelecer o movimento em determinada área que estava “travada”, permitir que as articulações da coluna voltem ao normal e a musculatura relaxe. Com isso, também devolve os impulsos nervosos que o cérebro envia para o corpo realizar os movimentos com naturalidade.

Problemas que podem ser tratados com quiropraxia

A quiropraxia atua para o alívio de dor e tratamento de problemas como:

  • Dor na coluna vertebral;
  • Problemas de postura com movimentos restritos;
  • Dores e tensões musculares;
  • Torcicolo;
  • Labirintite e zumbido;
  • Bursite;
  • Hérnia de disco e dor ciática;
  • Dores de cabeça;
  • Problemas articulares;
  • Auxílio no tratamento de cólicas e bronquite asmática;
  • Estresse;
  • Bruxismo.

Para quem é recomendado e quais as contraindicações?

A quiropraxia é recomendada para pessoas de todas as idades quando tiver algum dos problemas mencionados acima, com ou sem a prescrição de um médico, pois o quiropraxista é um profissional independente, que pode diagnosticar e tratar os problemas.

Dessa forma, se ele perceber que deve recomendar outro tratamento, assim o fará. Os casos contra-indicados para a quiropraxia, ou seja, aqueles que o profissional deve ficar alerta, pois o contato de suas mãos pode acabar agravando a situação do paciente, são:

  • Câncer;
  • Lesões neurológicas centrais;
  • Próteses pós-cirúrgicas;
  • Alterações neurológicas com compressão na medula;
  • Osteoporose ativa;
  • Rupturas de ligamentos;
  • Demência e psicose;
  • Fraturas;
  • Osteomelite;
  • Queimaduras;
  • Doenças de pele;
  • Tuberculose óssea;
  • Doenças venéreas;
  • Osteopenia;
  • Problemas vasculares (veias e artérias), entre outras.

A importância de buscar um profissional qualificado

Para que o tratamento de quiropraxia não tenha o efeito contrário ao esperado e justamente para confiar que o profissional só irá começar um tratamento livre das contra-indicações anteriormente mencionadas, é fundamental buscar por alguém formado nessa área.

Apesar de existir faculdade de quiropraxia, com duração de 5 anos, ainda é comum encontrar pessoas que não estão realmente habilitadas para a prática e acabam machucando o paciente ou piorando um quadro que desconhecem porque não possuem estudo aprofundado.

Como é uma sessão de quiropraxia?

Agora que você sabe a importância de buscar um profissional formado em quiropraxia para realizar um tratamento, vai compreender quando chegar ao consultório e ele primeiro realizar um avaliação completa do seu caso.

O quiropraxista irá diagnosticar o problema, fazer questionamentos, avaliar as técnicas que devem ser aplicadas e, se ainda restarem dúvidas, poderá solicitar exames de raio-X ou tomografia. Assim como em uma consulta médica normal.

Quando iniciar o tratamento ele normalmente será indolor, pois o profissional usa manobras de palpação e torção, rápidas e precisas, enquanto o paciente está deitado ou sentado na maca. Algumas vezes, o alívio é imediato, outras, necessita de mais sessões.

Veja como é uma sessão

Existem diversas técnicas aplicadas por um quiropraxista, conforme o caso do paciente. Mas para ficar mais familiarizado com essa área antes de ir para sua consulta, veja um exemplo de aplicação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Acupuntura: tudo o que você precisa saber

Reiki: conheça essa terapia espiritual e como ela é aplicada