histórias de carma
Crédito: Freepik
em

Essas histórias são a prova de que o carma existe

Seja para o bem ou para o mal, suas atitudes voltam para você, cedo ou tarde

Se você acredita que as consequências de todas as suas atitudes voltam para você de alguma forma, você acredita em carma. As histórias de carma que circulam pela internet não muitas, e fazem as pessoas repensarem suas atitudes para entrarem em harmonia com o universo e evitarem os “castigos” que ele envia quando se faz mal para os outros. Veja algumas:

Homem recebeu recompensa do universo por fazer uma boa ação

Um usuário do Reddit, Mappberg, compartilhou sua história que teve um final feliz:

“Eu passei por períodos de insônia, e fiquei acordado durante incontáveis noites ao longo dos anos. Em uma dessas noites, eu fui para o 7-eleven às 6h30. Na saída, eu vi um mendigo. Voltei e comprei para ele dois hambúrgueres de micro-ondas, e os aqueci. Dei-lhe os hambúrgueres e prossegui para o Tropical Smoothie, que abre às 7h.

Estacionei o carro e abri a porta, olhei para baixo e o que eu vejo? Uma nota de 20 dólares americanos na linha branca da vaga do estacionamento. Então, isso é legal, mas, agora vem a parte realmente louca: eu estava saindo do Tropical Smoothie e quando me aproximo do meu carro, o que eu acho? Outros 20 dólares americanos. No mesmo lugar. Chequei meu bolso, a primeira nota ainda estava lá. Será uma falha na matrix?”

No fundo, a pessoa sempre sabe quando está em dívida com o universo

“Quando eu era criança, um dia saí de uma casa de cultura com o meu colega de classe. Ele queria abrir uma porta envidraçada, mas, assim que tocou na maçaneta, o vidro quebrou. Meu amigo teve de pagar 10 dólares.

Ao mesmo tempo, fiquei muito surpreso, porque não havia rachadura alguma no vidro. Enquanto isso, meu parceiro ficou em estado de choque, porque no dia anterior, deram-lhe troco a mais. Ele notou, mas não disse nada. Tinha recebido 2 notas de 10 dólares, em vez de uma.”

Oficial da marinha fez uma maldade e pagou com a própria vida

Ron Poirer, um técnico de eletrônica da Marinha, despejou no mar centenas de litros de solvente tóxico na década de 70, em Camp Lejeune, na Carolina do Norte. Os produtos químicos infiltraram-se na água potável.

O câncer que o matou em maio de 2013 estava entre as doenças que aflige oficiais da Marinha e residentes locais, como resultado das toxinas. Ele disse à Associated Press, antes de morrer, que sentiu que isso era um castigo pelo seu ato.

Quando o dia do julgamento chegar, você vai saber”, ele disse, “Eu espero que as pessoas que sofreram percebam que eu não sabia o que eu estava fazendo”.

Cuidado com o que diz

“Meu avô nunca bebeu ou fumou. Ele era um veterano de guerra. Uma vez, nos contou o que lhe aconteceu durante uma batalha: os soldados receberam bebida alcoólica e ele se recusou a beber. Então seu parceiro pegou sua porção dizendo: ‘Qual é a diferença? Bebendo ou não bebendo, de qualquer maneira vamos morrer!’ Ao dizer isso, ele se levantou um pouco e a bala de um atirador furou seu capacete.”

Para esse homem o castigo foi pequeno, mas veio logo depois do ato

Outro usuário do Reddit, AdolphManson, compartilhou sua breve história de carma:

Um dia eu paguei por um, mas peguei dois jornais. Quando tentei caminhar com ambos os jornais, eu notei que minha camisa tinha ficado presa na caixa de jornal quando ela fechou. Eu tive que colocar mais 25 centavos americanos para tirar minha camisa dali.”

Quem ri por último, ri melhor…

“Minha amiga e eu engravidamos mais ou menos na mesma época e, quando estávamos no mesmo quarto do hospital, decidimos apostar qual de nós duas seria a primeira a dar à luz. Eu disse que seria ela e ela disse que seria eu.

Chegou a minha hora! As enfermeiras correram para o quarto para me ajudar e ela começou a rir com uma risada tão perversa, que, de repente, começaram suas contrações. Ganhei a aposta!”

Mais uma história de carma positivo por uma boa ação

“Hoje, meu filho e eu fomos ao Walmart comprar um jogo novo para seu vídeo game. Chegamos à caixa registradora, e notei que a mulher na minha frente estava chateada. Seu cartão foi recusado, e ela estava comprando leite em pó.

Meu filho é fascinado por bebês e estava falando com a mulher sobre sua filhinha. Ele colocou o jogo para baixo e deu seu dinheiro a mulher dizendo ‘seu bebê precisa de comida mais do que eu preciso de Plants vs. Zombies’. Meu coração se encheu com isso, então levei o jogo de qualquer maneira.

Bem, quando estávamos saindo, uma senhora se aproximou de nós e disse que viu o que ele tinha feito. Ela lhe deu um envelope e disse para abri-lo só quando chegar em casa. Quando chegamos em casa, havia uma nota de 100 dólares americanos e um bilhete escrito: ‘Você merece isso rapaz!’.

Às vezes, achado é sim roubado

“Um dia, um colega de classe encontrou um celular na rua e, para nossa surpresa, decidiu não procurar o dono e ficar com ele. Na tarde do mesmo dia, alguns ladrões o abordaram e começaram a lhe pedir para passar seus pertences. Ele respondeu que não tinha celular. E justamente naquele momento o aparelho tocou! O cara perdeu o celular e eu perdi qualquer dúvida sobre a existência ou não de carma.”

joelho que faz barulho quando se preocupar

Joelho que faz barulho: quando se preocupar?

móveis e peças multiuso para quem vive de aluguel

7 Peças e móveis multiusos para quem mora de aluguel