não economizar na obra
Crédito: Freepik
em

6 Pontos para não economizar em uma obra

Uma boa obra começa com a escolha de bons profissionais que irão recomendar os melhores materiais e darão um prazo realista

Quando o assunto é obra, seja construção ou reforma, é comum ouvir que “o barato pode sair caro”. E é verdade. Existem certos pontos em que não se deve economizar, pois essa economia vai durar por pouco tempo, já que vem acompanhada de prejuízos em curto, médio e longo prazo. Veja alguns exemplos e prepare-se do jeito certo para a sua obra.

1. Contrate um arquiteto que ofereça um projeto completo e detalhado

Quando entrar em contato com alguns arquitetos para fazer o orçamento, observe tudo o que eles vão oferecer no projeto. Quanto mais detalhado, melhor. É importante que o profissional apresente todas as plantas, em diversas vistas, para você entender exatamente o que será feito. Depois, o projeto executivo também deverá ser o mais detalhado possível, evitando confusão por parte do pessoal da mão de obra.

Se for fazer uma construção ou uma reforma grande, contrate também o acompanhamento da obra, que são as visitas que o arquiteto faz enquanto a obra está em andamento. Assim, ele vai saber orientar os profissionais que estiverem trabalhando na obra e garantir que tudo esteja sendo feito de acordo com o projeto que ele mesmo criou.

2. Não confie em um faz-tudo

De início, pode parecer uma grande economia encontrar um profissional que faz todo tipo de serviço, desde erguer as paredes até os acabamentos. Ele vai oferecer um valor fechado que parece ser melhor do que contratar uma empresa com profissionais especializados.

Porém, no decorrer dos serviços, a lista de materiais vai mudando e aumentando, pois não existe um plano definido a seguir. Então, mesmo tendo que pagar um pouco mais para uma empresa que oferece todos os profissionais especialistas em cada parte da obra, você não terá surpresas depois. Vale mais a pena ter um profissional para cada etapa.

3. Invista em um piso de alta qualidade

O piso da casa vai sofrer grande pressão ao longo do tempo, e isso precisa ser de alta qualidade. Não escolha piso de segunda mão, nem opte pelos mais baratos, pois eles quebram com mais facilidade, podem ter falhas e, logo, você vai ter que começar a trocar as peças.

4. Invista na proteção das superfícies antes da pintura

Sejam paredes ou móveis que serão pintados, invista em uma boa proteção para todas as superfícies antes de fazer a pintura. Se não fizer, essas superfícies terão problemas e você terá que consertar, o que vai sair mais caro do que se tivesse investido na proteção.

5. Invista em uma boa marcenaria

Se você for fazer móveis de marcenaria, tome muito cuidado na hora de orçar. Se você confia no seu arquiteto, siga a recomendação dele quanto à marcenaria, e visite o local antes de mandar fazer o projeto, seja da sua cozinha, sala, quartos ou outros cômodos.

A marcenaria precisa estipular um prazo viável para você, mas realista, sem promessas impossíveis de cumprir. Visitar o local é importante para poder verificar se o trabalho deles tem um bom acabamento. Veja as peças de perto, observe, pergunte sobre os materiais usados, tudo antes de fechar negócio.

6. Invista em lâmpadas de Led e metais sanitários econômicos

Se quiser economizar a longo prazo nas contas de água e energia elétrica, invista em lâmpadas de Led e em metais sanitários mais econômicos durante a sua obra. As lâmpadas de Led são mais caras, mas duram muito mais tempo e gastam menos energia. Os metais sanitários, como descargas dual-flush e torneiras de boa qualidade também fazem a diferença na hora de pagar a conta de água.

batata para dor de cabeça funciona

Rodela de batata na cabeça alivia enxaqueca: sim ou não?

dicas de como cuidar de bromélia

Bromélia: aprenda a cultivar essa linda planta em casa