em

Como plantar jiló em casa e na garrafa pet

É muito bom ter frutos plantados em casa. Veja como é fácil cultivar jiló e tenha mais saúde à mesa.
plantar jiló
Crédito: Wikimedia

Se você já tem alguma prática com plantação, vai ver como plantar jiló e manter a planta bem-cuidada é simples. Se não tem prática, é essa é boa planta para começar a praticar.

Depois de ter o seu jiló colhido vai poder fazer suco de jiló, comer em salda crua, cozido, assado, frito e fazer uma deliciosa conserva de jiló. Tudo isso para obter os ótimos benefícios do jiló para a saúde.

Então, como só há razões para ter uma plantação de jiló em casa, veja as principais dicas do que precisa fazer para começar seu cultivo.

Como plantar jiló: passo a passo

como plantar jiló passo a passo
Crédito: Pixabay

Da mesma família que o tomate e a berinjela, o jiloeiro pode chegar a 2 metros de altura. Os frutos, jilós, são colhidos ainda verdes. Se não colher, eles vão ficar vermelhos ou alaranjados, com a casca mais espessa, e ainda mais amargos. Agora, veja o que deve ter em mente antes de plantar jiló.

1. Pense no clima

Antes de decidir plantar jiló na sua casa, pense se o clima é adequado para a planta. O jiloeiro vai se desenvolver melhor em clima quente e úmido. Se estiver em local frio, o ideal é que possa ter uma estufa para manter a temperatura. A temperatura ideal para o jiloeiro é de 20 °C e 35 °C.

2. Solo

Também é preciso preparar o solo para que a planta consiga fertilizar, se alimentar e se desenvolver. Esse solo deve ser fértil, bem drenado, ou seja, que não deixe a planta encharcada de água. Deve estar rico em matéria orgânica, e o pH ideal da terra é entre 5,5 e 6,8.

3. Luminosidade

É importante que, para se desenvolver, o jiloeiro esteja em local com boa luminosidade e que pegue sol direto pelo menos na metade do dia, durante umas 4 horas. Mas essa incidência solar só deve começar depois que a planta tiver desenvolvida, com folhas maiores e pelo menos 1 mês de vida. Enquanto isso, deve colocar a muda no sol por no máximo 1 hora ao dia.

4. Irrigação

O jiló deve ser regado sempre que perceber que a terra está secando. Ela deve ser mantida úmida, mas não adianta molhar mais em um dia para compensar no outro, pois isso não acontece. Se regar em excesso e a água ficar empoçada, a planta vai apodrecer. Então é preciso estar de olho diariamente para acompanhar as necessidades do seu jiloeiro.

5. Plantio

Depois que comprar as sementes, coloque-as nos canteiros, em copinhos ou semeadeiras. Os copinhos devem ser 10 centímetros de altura em média, com 5 de diâmetro. Coloque a muda cerca de 1 centímetro abaixo da terra e tampe. Se deixar as sementes de molho por 12 horas antes de plantar, elas vão estar melhor preparadas para a geminação. Dentro de uma ou duas semanas as sementes vão geminar.

Depois que a muda tiver 6 folhas definitivas poderá replantá-la para o local definitivo. Se for plantar mais mudas, deixe cerca de 1 metro ou 1 metro e meio entre cada linha de plantio e 60 centímetros a 1 metro de distância entre as plantas.

Quando colher?

Se plantar na época certa, depois de 90 a 150 dias após a semeadura, a colheita vai começar. Quando tiver frutos ainda bem verdes já é hora de começar a colher, fazendo isso no máximo duas vezes por semana. Eles vão continuar frutificando por mais 3 meses em média.

Cuidados a ter

cuidados a ter no cultivo
Crédito: Free Stock

Depois de plantar jiló, enquanto ele se desenvolve, outra razão para observá-lo diariamente além de observar a umidade da terra, é fazer a limpeza das ervas daninhas que crescem em volta. Retire-as para que não consumam os minerais destinados ao jiloeiro.

Basicamente esses cuidados são o suficiente para o seu jiló nascer saudável e você poder comê-lo. Cuidar com a umidade da terra, cuidar com a luminosidade, remover ervas daninhas e manter o solo bem nutrido.

Como plantar jiló em garrafa pet

A garrafa pet pode ser utilizada nos primeiros meses de vida do jiloeiro. Depois ele precisa ser transplantado para um vaso maior ou para um canteiro, pois necessita de mais espaço para se desenvolver.

Mas para a geminação e os primeiros meses, até a planta ter cerca de 5 ou 6 folhas definitivas e um torrão na raiz, ela pode ficar em uma garrafa pet que deve ser composta pelo mesmo material da terra ou de um vaso. Você vai precisar de:

Materiais

  • Garrafa pet cortada ao meio: 1 unidade;
  • Terra de boa qualidade: para preencher 50% da garrafa;
  • Húmus de minhoca: 35% do vaso;
  • Farinha de osso: 5% do vaso;
  • Areia: 10% do vaso.

Modo de fazer

1. Comece comprando suas sementes de jiló.

2. Corte a garrafa ao meio e também a parte de cima, do gargalo, de modo que forme um funil.

3. Encaixe essa parte do funil dentro do fundo da garrafa. Vai formar um compartimento que é onde a água será drenada sem que a terra saia do vaso.

4. Faça alguns furinhos, do diâmetro de um prego, no fundo da garrafa para que a água trenada através do funil possa sair.

5. Depois, misture a terra, com a areia, o húmus e a farinha de osso. Coloque tudo dentro da garrafa pet já cortada.

6. Por fim é só seguir as instruções no tópico do plantio e aguardar que o seu jiloeiro comece a crescer saudável.

Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
amaranto
Conheça os benefícios do amaranto e como consumir
nhoque de pão
6 Receitas de nhoque de pão para um almoço italiano