em

Saiba tudo sobre Pilates: descubra um novo exercício para sua vida

O Pilates é considerado por muitos especialistas o método mais completo que existe. Veja por quê.
Designed by Freepik

O pilates é uma prática com mais de 500 tipos de exercícios físicos e que têm o objetivo de promover o controle e a conexão entre o corpo e a mente. Sim, é parecido com o objetivo do ioga, porém os movimentos são bem diferentes, podendo ser feitos no solo ou em aparelhos específicos.

Os movimentos praticados no Pilates são suaves, sem gerar impacto, o que o torna uma ótima escolha para pessoas com problemas reumáticos, ósseos e limitações de movimentos. Ele ajuda a corrigir a postura, a fortalecer e a alongar a musculatura, a melhorar a mobilidade das articulações, a reeducar movimentos, além de promover a consciência corporal.

Origem do Pilates

O Pilates tem sua origem na década de 20, quando seu criador, o alemão Joseph Pilates, denominou esse método de “contrologia”. Naturalmente, na época, ele não daria seu próprio nome para a prática que havia criado.

Joseph nasceu em 1883, filho de um ginasta e de uma naturopata (que estuda o uso de remédios naturais), e era uma criança muito frágil e doente. Com o tempo, em busca de melhorar sua saúde e força, estudou muito sobre biologia, física, anatomia, fisiologia e medicina tradicional chinesa até que desenvolveu esse método e o ensinou a outras pessoas.

A contrologia de Joseph Pilates tinha esse nome justamente porque consistia em promover o controle da mente sobre cada movimento feito pelo corpo, de forma consciente. Para isso, ele criou os movimentos e aparelhos a serem utilizados, e os princípios básicos que são:

1. Respiração.

2. Fluidez.

3. Concentração.

4. Controle.

5. Centro de força.

6. Precisão.

Quando se consegue atingir todos os seis princípios da contrologia, então considera-se ter alcançado a execução perfeita de movimentos que alinham o ponto máximo entre o equilíbrio do corpo e da mente.

Benefícios do Pilates para o corpo e para a mente

A prática do Pilates beneficia pessoas com diferentes objetivos. De acordo com a escolha de exercícios a praticar, é bom para reabilitação, para o fortalecimento muscular, melhora do condicionamento físico e até ajuda no emagrecimento.

Outro benefício é o que Pilates pode ser feito por pessoas de todas as idades e condição física. De crianças a idosos, de sedentários a atletas, inclusive gestantes e pessoas com necessidades especiais.

Para muitos especialistas, o Pilates é o tipo de método mais completo que existe, permitindo o alongamento e o fortalecimento de cada parte do corpo. Além disso, reduz o estresse, reeduca cada movimento e promove a prevenção e reabilitação de muitas doenças.

Tipos de exercícios e aparelhos

Os exercícios de Pilates, na maior parte das vezes, são feitos usando o peso do próprio corpo. Mas há uma série de aparelhos e acessórios que aperfeiçoam os movimentos. Conheça alguns deles, criados pelo próprio Joseph Pilates:

Reformer, Trapézio e High Chair

aparelhos de pilates
Crédito: Blog Pilates

1. Reformer: o aparelho número 1 é considerado o principal dentro da prática de Pilates com aparelhos. Tem a função de trabalhar o corpo por completo, sem causar excesso de carga aos músculos.

2. Trapézio: também chamado de Cadillac pelo seu criador, esse aparelho foi inspirado em uma cama de hospital e possui funções para diversos exercícios.

3. High Chair: esse aparelho foi inspirado em uma cadeira de rodas e possui molas na parte do pedal, funcionando como uma parte do Reformer em posição vertical.

Arm chair, Wunda Chair e Ladder Barrel

aparelhos de pilates
Crédito: Blog Pilates

4. Arm Chair: essa cadeira é focada nos exercícios para os membros superiores, mantendo um bom apoio para costas e cintura. O encosto pode ter sua posição modificada para exercícios mais leves ou pesados.

5. Wunda Chair: essa é uma cadeira sem encosto e sem alças para segurar, pois assim aumenta-se a dificuldade dos exercícios.

6. Ladder Barrel: o aparelho possui esse nome, pois foi inspirado em um barril de cerveja. Tem o objetivo de promover exercícios para dar mais flexibilidade aos músculos das pernas e também para alongar o tronco.

Small Barrel, Tower, Guilhotina e Pedipole

aparelhos de pilates
Crédito: Blog Pilates

7. Small Barrel: também chamado de Spine Corrector, esse equipamento é utilizado para dar mais flexibilidade para a coluna, além de trabalhar as articulações de ombros e quadris.

8. Tower: o outro nome desse aparelho é Wall Unit, e é considerado uma versão do Trapézio, porém para ambientes menores, com teto mais baixo. Possui quase as mesmas funções também.

9. Guilhotina: essa é uma versão de aparelho que foi planejada para ter em casa e acoplar ao vão de uma porta. Também possui muitas funções iguais às do Trapézio.

10. Pedipole: esse aparelho com pegadores para firmar os braços foi feito para exercícios nos pés. Costuma ser utilizado ao final de uma aula para exigir mais da estabilidade do praticante.

Acessórios

acessórios para pilates
Designed by Freepik

Além dos aparelhos criados por Joseph Pilates, há também os acessórios utilizados atualmente, como tapetes, anel de Pilates, rolo, faixas elásticas e bolas de vários tamanhos que auxiliam na execução de cada exercício.

Exercícios solo

exercício pilates solo
Designed by Freepik

Os exercícios podem ser feitos utilizando os acessórios ou apenas o próprio corpo, que são os chamados Pilates solo. Eles exigem mais do corpo, mas também podem trazer resultados mais rápidos, de acordo com as condições de cada pessoa e dos exercícios escolhidos.

Melhores exercícios para fazer em casa

Para que os exercícios de Pilates sejam realizados da forma correta, é sempre necessário que haja o acompanhamento de um profissional. Assim evitam-se lesões e garante-se que as posturas sejam perfeitas para um bom resultado.

Porém, depois que já se tem uma determinada prática e segurança, alguns exercícios podem ser feitos em casa. Você pode ter uma bola grande utilizada nas aulas de Pilates para auxiliar nos exercícios e praticar:

Abdominal

Deite-se no chão sobre o seu tapete de Pilates, eleve as pernas retas sobre a bola e os braços acima da cabeça. Inspire e vá levando as mãos, os braços, os ombros e o tronco até conseguir sentar. Depois retorne à posição anterior e faça as repetições conforme orientação profissional. Se não tiver a bola, pode fazer sem ela.

Elevação de quadril

Esse exercício fortalece glúteos, coluna lombar, abdômen e coxa. Para aplicar, deve deitar-se de barriga para cima, com os joelhos flexionados e pés apoiados no chão. Suba lentamente o cóccix, a lombar, a coluna e os ombros, depois levante uma das pernas em direção ao teto. Volte à posição normal e faça as repetições conforme orientação profissional.

Flexão de braços

Os tríceps e o peitoral podem ser trabalhados com movimentos de flexão. Deite-se sobre o tapete de Pilates, de barriga para baixo e com corpo esticado. Apoie as mãos no chão, ao lado da cabeça, e erga o tronco lentamente até que os braços fiquem esticados. Esse exercício pode ser feito erguendo até o quadril ou o corpo todo. Faça as repetições conforme orientação profissional.

Esses são apenas movimentos básicos simples para demonstrar que o Pilates pode ser praticado em casa, mas há inúmeros outros exercícios.

Motivos para fazer Pilates na gravidez

A prática do Pilates pelas gestantes beneficia sua qualidade de vida de várias formas, entre elas:

  • Promove melhor equilíbrio;
  • Aumenta o conforto em lidar com as mudanças corporais;
  • Fortalece a pelvis e o quadril;
  • Estabiliza a coluna;
  • Reduz as dores do dia a dia;
  • Trabalha a respiração correta para utilizar durante o parto;
  • Acalma a mente.

Para que a gestante obtenha todos esses benefícios, é fundamental ter um instrutor especializado em Pilates para gestantes, pois os exercícios devem ser adaptados para cada período da gestação.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Depois que você já dominar alguns exercícios do método Pilates com acompanhamento profissional, pode começar a praticar em casa. Veja alguns exemplos de exercícios no vídeo abaixo:

Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
usar açafrão
Como usar açafrão no dia a dia: de tempero ao uso medicinal
derreter goiabada
Como derreter goiabada? Tenha um doce mais cremoso para saborear