Peegasm
Crédito: Freepik
em

Peegasm: um “truque” sexual que pode ser perigoso

Já tinha ouvido falar nesse termo? Saiba do que se trata e porque não é recomendado fazer

Publicidade

Muita gente nunca ouviu falar nesse termo, mas o “peegasm” existe e é preciso falar sobre isso. Em inglês, “pee” significa xixi. O “gasm” vem de orgasmo. Ou seja, o “peegasm” é um termo usado para a prática de deixar a bexiga ficar muito cheia e sentir uma sensação parecida com o orgasmo na hora de fazer xixi. O assunto veio à tona depois de alguns casos se tornarem virais nas redes sociais.

Como é possível ter um orgasmo com o xixi?

Algumas pessoas estão relatando na internet que conseguem ter uma espécie de orgasmo depois de aguentarem, o máximo possível, a vontade de fazer xixi, e terem a sensação prazerosa quando finalmente soltam o xixi.

Publicidade

Isso realmente pode acontecer com algumas pessoas, homens e mulheres, mas não com todas. A explicação é que, quando os rins ficam muito cheios, eles fazem pressão sobre outros órgãos abaixo, incluindo o clitóris (no caso das mulheres). Então, ao urinar, essa pressão alivia e provoca uma sensação semelhante ao orgasmo.

Os perigos do peegasm

Mas a questão aqui é que não é saudável deixar a bexiga ficar tão cheia. Aliás, esse alerta vale para qualquer pessoa que costuma aguentar a bexiga cheia por muito tempo, mesmo sem saber da existência do peegasm.

Publicidade

De acordo com o Dr. Drauzio Varella, ficar segurando o xixi por muito tempo, até não aguentar mais a vontade de ir ao banheiro, pode causar problemas como infecção urinária e incontinência urinária.

Acontece que a bexiga humana adulta tem uma capacidade média para 500ml de urina. A função da bexiga é armazenar a urina produzida pelos rins, justamente para a pessoa não precisar ir ao banheiro o tempo todo. Geralmente, uma pessoa sente vontade de ir banheiro quando a bexiga está cheia até a metade da sua capacidade.

Porém, quando uma pessoa segura o xixi ao máximo, até não aguentar mais a vontade, acaba prejudicando o funcionamento da sua bexiga de várias formas, como por exemplo:

Publicidade

Infecção urinária

Essa infecção ocorre quando uma bactéria sobe pela uretra e entra na bexiga. Isso acontece com mais facilidade em pessoas que seguram o xixi, pois quando se faz xixi já acontece uma limpeza da uretra, mandando embora possíveis bactérias nocivas que tentam entrar na bexiga. Então, fazer xixi logo quando sente vontade é uma forma de prevenir a infecção.

Incontinência urinária

Outro problema é que, quando você evita urinar logo que sente vontade, e fica segurando o xixi, pode levar a um problema de funcionamento dos músculos do assoalho pélvico, que não conseguem relaxar e comprimir na hora certa (hora de urinar). Então, a pessoa começa a ter episódios de incontinência urinária.

Bexiga hiperativa

Existem vários motivos para a bexiga hiperativa, e um deles é o hábito de segurar o xixi e acabar afetando os nervos da bexiga. Os sintomas são:

Publicidade
  • Vontade repentina e urgente de urinar, sem infecção urinária
  • Dificuldade para segurar a urina
  • Vontade frequente de urinar e em pouca quantidade
  • Perda de gotas de urina após vontade repentina
  • Desconforto ou dor na região da bexiga ao urinar, sem infecção urinária
  • Levantar mais de 1 vez durante a noite para urinar

Veja também: Alimentos que podem causar pedras nos rins

Compulsão por compras

Compulsão por compras: saiba o que é e como tratar

Sinais de que você é uma ótima mãe

5 Sinais de que você é uma ótima mãe