igreja
Crédito: Thais Mesquita/Divulgação
em

Pastor da Igreja Universal é indenizado após ser forçado a fazer vasectomia

Claro que a igreja não pode fazer uma coisa dessas, então, veja qual foi a condenação

Publicidade

Essa não é a primeira vez que a Igreja Universal do Reino de Deus é levada à justiça por agir contra a lei. Já houve até condenação a devolver mais de R$ 200 mil após a venda de “lugares no céu”.

Dessa vez, a condenação foi motivada por um pastor que foi obrigado a fazer vasectomia – um procedimento de esterilização que impede o homem de ter filhos.

Testemunhas afirmaram que essa é uma exigência comum na igreja, e que eles obrigam os pastores a assinarem um documento dizendo que a cirurgia foi por “livre e espontânea vontade”.

Veja também: Igreja deve pagar US$ 87,5 milhões para vítimas de abuso sexual

Publicidade

O processo e a condenação da igreja

De acordo com o processo, não ficou comprovado que havia a condicional de se fazer a vasectomia para se tornar pastor.

Por mais que testemunhas afirmem que há, inclusive, um documento que deve ser assinado para estipular “livre e espontânea vontade” para a vasectomia, o tribunal entendeu que, por não haver estes documentos entre as provas do caso, não houve como levá-lo em consideração.

Entrar no grupo do Telegram

As testemunhas também disseram que, se um pastor tivesse filhos, poderia ser rebaixado de cargo ou até enviado para outro país.

Publicidade

A denúncia foi reforçada por um outro processo com teor semelhante, analisado pela mesma equipe jurídica do processo em questão (4ª Turma do TRT da 2ª Região).

Então, a juíza e relatora Sandra dos Santos Brasil condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a pagar R$ 100 mil para o pastor.

Para chegar a esse valor da indenização, a juíza levou em conta que a condenação teria um caráter pedagógico, além das circunstâncias do caso e o porte econômico da Universal. O processo ainda levou em consideração o reconhecimento de jornada do trabalho do pastor.

Publicidade

Veja também: Igreja cancela casamento por casal morar junto antes da cerimônia

Fonte: UOL Notícias

síndrome de Down

Como saber se o bebê tem síndrome de Down durante a gestação?

bolsa

Brasileira compra bolsa falsificada e paga multa de R$ 1.200