tratamento com vitamina c para coronavirus
Crédito: Freepik
em ,

Pacientes com coronavírus estão sendo tratados com vitamina C em hospitais de Nova Iorque

Será que está chegando mais uma opção eficiente de tratamento? Veja os detalhes

Ainda não existe uma cura para o coronavírus, embora vacinas estejam sendo estudadas. Mas os médicos estão sempre em busca de soluções que ajudem a tratar com mais eficiência seus pacientes contaminados, buscando uma recuperação mais rápida e com menos sintomas.

Em Nova Iorque, por exemplo, o Dr. Andrew G. Weber, pneumologista e especialista em terapia intensiva afiliado a duas instalações da Northwell Health em Long Island, está tratando seus pacientes com doses altas de vitamina C, seguindo o exemplo de relatórios com esse mesmo tipo de tratamento feito na China, e que apresentaram resultados promissores.

O tratamento é feito com os pacientes que estão em terapia intensiva, não é tão simples, e não é à base apenas da vitamina C. Mas, basicamente, Dr. Weber está aplicando nesses pacientes doses de 1.500 miligramas de vitamina C diretamente na veia, de 3 a 4 vezes ao dia.

É importante ressaltar que essas doses são altíssimas, 16 vezes mais do que a dose diária recomendada para pessoas saudáveis, que é de 90 miligramas para homens e 75 miligramas para mulheres. Por isso, os pacientes precisam ser monitorados por equipes médicas constantemente.

De acordo com o médico, ele resolveu seguir os experimentos feitos com pacientes em Shangai, na China, pois “os pacientes que receberam vitamina C tiveram um desempenho significativamente melhor do que aqueles que não receberam vitamina C”.

O protocolo de medicação é variável e vai além da vitamina C

O uso de vitamina C no tratamento dos pacientes graves com covid-19 serve para uma das funções necessárias na recuperação dos pacientes. Mas cada paciente exige um tratamento diferente, e cada médico decide como vai ser.

Segundo um porta-voz da Northwell, que opera 23 hospitais em Nova Iorque, são cerca de 700 pacientes que estão recebendo tratamento na rede hospitalar, mas que ainda não sabem quantificar os que estão sendo tratados com a vitamina C.

O que se pode dizer é que, além da vitamina C, os pacientes graves também estão recebendo doses de hidroxicloroquina, um antibiótico contra a malária, o antibiótico azitromicina, vários produtos biológicos e anticoagulantes.

Por que a vitamina C pode funcionar como tratamento de covid-19?

O médico, Dr. Weber, explicou que quando um paciente é infectado pelo coronavírus, seus níveis de vitamina C caem drasticamente, como uma resposta inflamatória exagerada à infecção.

Mas, essa vitamina é essencial para o sistema imunológico conseguir combater doenças. Sendo assim, ele acredita fazer sentido manter os níveis de vitamina C bem altos, com monitoramento médico.

Por conta dos resultados positivos que já foram constatados na China, foi iniciado um ensaio clínico sobre a eficácia da vitamina C intravenosa em pacientes com coronavírus no Hospital Zhongnan em Wuhan, onde o surto começou. Espera-se que seja possível obter resultados concretos sobre a eficácia do tratamento até 30 de setembro.

Fonte: New York Post

príncipe charles com coronavirus

Príncipe Charles foi infectado e está com covid-19

avó faz máscaras de proteção contra coronavirus

Avó e neta confeccionam máscaras de proteção para distribuir na comunidade