em

Qual o melhor: óleo de coco ou óleo de babaçu?

Seja qual for a escolha, óleo de coco ou óleo de babaçu, saiba que sua pele, cabelo e saúde sairão sempre ganhando.
óleo de coco ou óleo de babaçu
Crédito: Pxhere

O uso de óleos vegetais é cada vez mais comum, principalmente entre os veganos e aqueles que preferem alternativas naturais e saudáveis para cuidar da saúde e da beleza. Mas tantas opções deixam a dúvida: é melhor usar óleo de coco ou óleo de babaçu?

Entenda as características e benefícios de cada um e saiba qual a diferença entre eles.

Óleo de coco

Crédito: Unsplash

O óleo de coco é uma verdadeira febre entre famosas e blogueiras, entre elas a modelo Yasmin Brunet, que ajudou a popularizar o produto. Também chamado de azeite de coco, é rico em ácidos graxos de cadeia média, considerados gorduras saudáveis.

Existe em três versões principais: o óleo virgem, extraído através de processamento seco da polpa ou emulsão de água e óleo através das proteínas; o óleo refinado, feito a partir da pressão do coco seco; e o óleo hidrogenado, para evitar que derretam em climas quentes como os outros tipos.

Seu uso na gastronomia e na indústria cosmética se tornou mais comum nos últimos anos, mas o sucesso na escolha do óleo de coco ou óleo de babaçu se deve aos benefícios para a saúde associados ao produto.

O teor de gordura saturada é de 87%, e diferente de outros tipos de óleos vegetais, como milho ou soja, o óleo de coco mantém sua estrutura intacta quando aquecida. Os outros são convertidos em compostos tóxicos para o organismo.

Os ácidos graxos, inclusive, são rapidamente absorvidos pelo corpo e não se transformam em gordura acumulada, pelo contrário: aumenta o gasto de calorias! Além disso, melhora os níveis de colesterol bom (HDL), reduz o risco de problemas cardíacos e dá sensação de saciedade. Tudo isso, é claro, faz bem à saúde e ainda te ajuda a perder peso.

Entre outros benefícios associados ao óleo de coco estão:

  • Função antibacteriana, que combate infecções e cuida da saúde bucal;
  • Alívio de irritações e coceira na pele, pois é anti-inflamatório;
  • Pele e cabelo mais hidratados;
  • Fonte de energia para o cérebro, graças aos ácidos graxos;
  • Neutraliza os radicais livres que provocam câncer e envelhecimento precoce;
  • Remove a maquiagem com eficácia;
  • Atua como desodorante natural, pois combate as bactérias que provocam mau odor.

No entanto, é bom frisar que na briga entre óleo de coco ou óleo de babaçu o primeiro já foi considerado “veneno” e “um dos piores alimentos que você pode comer” por uma especialista da Universidade de Harvard.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS) já fizeram alertas semelhantes. Tudo porque a gordura saturada, excessivamente encontrada no óleo de coco, está associada a doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer.

Óleo de babaçu

Crédito: eCycle

O babaçu é uma espécie de palmeira cujos frutos contém sementes oleaginosas, das quais é extraído o óleo de babaçu. De gosto levemente amendoado, é usado para fins culinários, cosméticos e há estudos científicos para que um dia possa ser usado como biocombustível.

Entre o óleo de coco e óleo de babaçu, o segundo contém maior índice de saponificação, o que o torna o mais apropriado entre os óleos vegetais para fabricação de cosméticos. É rico em gordura saturada e tem elevado teor de ácido láurico (mais de 50%), também presente no óleo de coco.

Rico em vitamina E, é um poderoso aliado na luta contra radicais livres, que provocam o envelhecimento precoce, alguns tipos de câncer e doenças degenerativas como Alzheimer. Assim como o óleo de coco, melhora o funcionamento do metabolismo e dos níveis de colesterol bom, além de fortalecer a função cerebral e controlar o nível de glicose no sangue.

Se para a saúde o óleo de babaçu é bom para a beleza ele é ainda melhor! Veja seus benefícios:

  • Ajuda no tratamento da acne, pois reduz a inflamação e acelera o processo de cicatrização;
  • Hidrata pele e cabelo sem aumentar a oleosidade;
  • Fortalece as unhas e prepara as cutículas;
  • Trata irritações no couro cabeludo, como caspa e seborreia.

O ácido láurico também reforça o sistema imunológico e equilibra a flora intestinal, prevenindo problemas como prisão de ventre e diarreia.

Qual o melhor?

Ambos os óleos têm propriedades muito semelhantes, com poucas diferenças na composição e uso. O óleo de babaçu contém mais ácido láurico que o óleo de coco, que tem cerca de 45%, mas em compensação o óleo de coco é rico em ácidos graxos altamente benéficos para a saúde.

Comercialmente, é mais fácil encontrar o óleo de coco do que o de babaçu, mas ele também custa mais caro. Os dois podem ser usados para cozinhar ou cuidar da beleza, mas o de babaçu penetra com mais rapidez na pele e tem odor mais suave, além do índice maior de saponificação.

A dica, portanto, é intercalar o uso dos dois produtos, ou optar pelo qual você prefere o sabor e se adapta melhor. A pele, cabelo e saúde sempre sairão ganhando, independente se optar por óleo de coco ou óleo de babaçu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários

comentários

ponto cruz
Ponto cruz: 25 gráficos para inspiração
chá com leite
Benefícios do chá com leite e como fazer