Coisas que toda mulher 50+ deveria parar e pensar
Crédito: Freepik
em

13 Coisas que toda mulher 50+ deveria parar e pensar

Pense livremente sobre esses pontos. São fundamentais para todas as mulheres

Os cabelos começam a platinar, rugas já marcam sua presença e o tempo parece correr mais depressa. Muitas memórias vêm à tona, de uma vida marcada por momentos bons e ruins, mas, também com elas, o aprendizado. E o que foi que você aprendeu sobre ser uma mulher madura? Invisíveis, avós e cansadas? Isso não reflete mais a mulher de hoje.

Pelo contrário, elas são lindas, determinadas e têm muita coragem para recomeçar. O platinado é motivo de orgulho; as rugas, marcas de uma vida que não passou em branco. O tempo, esse é agora um aliado, administrável e abundante. Ela é a loba que encontrou seu caminho de volta para o chamado do seu peito, que sabe lutar e viver.

Além disso, é por volta dos 50 anos que a mulher está apta a fazer algumas reflexões importantes, que podem levar a lindas mudanças. Basta que ela decida olhar para dentro de si e avaliar alguns pontos que todo mundo deveria parar e pensar a essa altura da vida. Consequentemente, ela vai encontrar alguns caminhos a seguir e esses podem ser alguns deles.

1. Fazer uma mudança de estilo de vida

Se você não está satisfeita com sua saúde, peso, energia ou nível de atividade, mude! Não tem época melhor para se reconstruir e correr atrás do que te faz feliz.

2. Repensar seu modo de vestir

E quem disse que você não pode usar shortinho e camiseta? Se é o que te faz bem, use e abuse do que poderia ser considerado coisa de “jovens”. A moda agora é ser quem você é.

3. Buscar novas carreiras

Se sua profissão não te satisfaz, mude. Faça isso com tranquilidade e planejamento, dando um passo de cada vez. Aceite o desafio ou passe a outra metade da sua vida reclamando do trabalho.

4. Investir em novos relacionamentos

Desapegue de relacionamentos frustrados, pois ninguém merece estar em um relacionamento infeliz. Mesmo que estejam juntos há décadas, você pode recomeçar – sozinha ou com outro alguém. Invista também nas amizades, elas são fundamentais!

5. Construir novos conhecimentos

Aproveite para fazer aquela aula de dança ou esporte adiado por toda a vida. Também vale pintura, clube do livro, decoração… Aprofundar-se em temas que te encantam e estudar por hobbie também está valendo.

6. Cultivar o amor-próprio

Olhar para trás e ver tudo o que você sobreviveu não tem preço. Mas ainda melhor é olhar no espelho e ser grata a essa pessoa maravilhosa que aguentou todos os trancos e te trouxe até aqui: você. Se ame por inteira, defeitos e qualidades.

7. Acabar a guerra com o espelho

E falando em se amar por inteira, também vale seu relacionamento com seu corpo. Sim, aos 50 anos a pele tem menos elasticidade, mas isso é natural. Olhe-se no espelho e pare de se comparar à sua versão de anos antes. Ame-se da forma que você está agora e assuma suas ruguinhas e fios brancos. Isso é uma forma de mostrar que toda idade é linda, cada qual com sua particularidade.

8. Lembrar que não é tarde demais

A expectativa média de vida hoje é de quase 80 anos, mas é super comum que se viva muito mais que isso. É como se os 50 fossem os novos 30, só que com mais sabedoria e, muitas vezes, dinheiro. Aproveite esse tempo e lembre que não é tarde, de forma alguma.

9. Colocar você como prioridade

Se você teve filhos, eles já cresceram e quase não precisam da sua ajuda. Se está em um relacionamento afetivo, já entende que não deve deixar tudo de lado por outra pessoa. Esse é o momento ideal para investir tempo e energia em você, se colocando como prioridade.

10. Sentir-se emocionalmente forte

Cuidar do corpo é bom, mas a mente não pode ser colocada de lado. Procure formas de entender suas emoções e lidar positivamente com elas. Leia bastante, se informe e, se precisar, conte com a ajuda de um profissional de confiança.

11. Abstrair a opinião alheia

Já se foi o tempo em que você pensava mil vezes antes de falar ou fazer alguma coisa. Essa é a beleza da maturidade, você sabe que a opinião do outro não vai afetar sua vida, a não se que você deixe.

12. Focar no que vale a pena

Aos 50 anos, você já entendeu que a vida tem seu lado positivo e outro menos interessante. Da mesma forma, há pessoas, coisas, escolhas, trabalhos e afins que merecem sua atenção, deixando o resto de lado. Foque no que realmente importa e no que te faz feliz.

13. Encontrar sua própria natureza

A psicóloga junguiana Clarissa Pinkola Estés fala em seu livro “Mulheres que Correm com os Lobos” da busca pela mulher selvagem. Ou seja, da essência feminina, da mulher original, que não foi talhada por uma vida de ideias preconcebidas. Encontrar sua própria natureza é uma tarefa que não deve ser ignorada e perfeita para quem já tem a maturidade dos 50.

De acordo com Clarissa, “para que possamos crescer, nossa natureza instintiva nos força a encarar o fato de que as coisas não são como parecem a princípio ser. Ali, pela primeira vez em nossa vida, temos a chance de parar de nos chocar com os muros criados por nós mesmas e, em vez disso, aprender a atravessá-los“. Pense nisso com carinho e aceite as mudanças que seu coração está pedindo, sempre com planejamento e coragem.

Aproveite e veja também: 5 Coisas para nunca dizer ao seu filho numa briga

receitas de tilápia assada no forno

Como fazer tilápia assada no forno: 3 receitas super temperadas

hábitos que estragam o cabelo

7 Hábitos que danificam de verdade os cabelos