Mudar de visual depois de terminar um relacionamento
Crédito: Freepik
em

Mudar de visual depois de terminar um relacionamento faz bem para a alma

É importante se olhar no espelho e enxergar uma nova versão de si mesma, mais evoluída, confiante e mais feliz

Depois que um namoro ou um casamento oficialmente acabam, muita coisa muda na vida das duas pessoas envolvidas. As mudanças são ainda mais intensas quando o casal vivia junto e tinha uma rotina, que a partir do término vai mudar em vários aspectos.

Mas, além das mudanças na vida familiar, social e às vezes profissional, não se pode esquecer da mudança no ser humano: a nova percepção de mundo, as sensações de liberdade ou insegurança, de empoderamento ou de medo do que está por vir. Cada pessoa sente a nova fase pós-separação de um jeito único.

Nessa fase, uma das atitudes comportamentais mais comuns é promover uma mudança no visual, que ocorre principalmente com as mulheres que desejam se tornar mais fortes e donas de si.

Um exemplo é de Andressa Suíta, ex-esposa do cantor Gusttavo Lima. Pouco tempo após eles anunciarem o divórcio, a influenciadora surgiu com cabelos mais curtos e escuros, em fotos cheias de atitude.

Crédito: Reprodução

Alguns julgam essa mudança como uma necessidade de chamar a atenção do ex para ele “ver o que perdeu”. Porém, esse é um julgamento raso.

Muitas mulheres recém-divorciadas vivem um misto de alegria e de tristeza, promovendo uma reconstrução da sua autoestima e o autoconhecimento.

É aí que a mulher sente a necessidade de ver sua “nova versão” diante do espelho, e não tem nada de errado com isso.

Mudanças positivas são bem-vindas

Não tenha medo de mudar o visual e outros aspectos da vida após terminar um relacionamento. Todas as vontades, quando são positivas, para o seu amadurecimento, evolução e felicidade, são bem-vindas.

Então, mude o corte e a cor do cabelo, mude o jeito de se vestir, mude a decoração da casa. Se estava em um círculo social tóxico, e só percebeu depois do término, mude até de amigos.

Para entender quem é você depois do término, e conseguir se encontrar aí dentro de tantos sentimentos conflitantes, pare e reflita. Pode levar meses, mas reflita sobre suas experiências, suas atitudes e seus planos para o futuro.

Não tenha pressa de mudar por causa dos outros. Passe a viver no seu tempo, da forma que se sentir mais confortável e confiante. Pense em você, ame seu corpo e sua alma. Volte a ser um botão para ser capaz de florescer mais bela e radiante do que já foi algum dia.

doenças físicas com sintomas de doenças mentais

Doenças físicas com sintomas iguais aos de transtornos mentais

amigas descobrem que são irmãs

Essas amigas descobriram que eram filhas do mesmo pai