em

Para que serve o microagulhamento?

Minimamente invasivo, o microagulhamento induz a produção de colágeno e reforça a estrutura da pele.
microagulhamento
Crédito: Real Derma

O passar dos anos, os maus hábitos e até a genética podem provocar marcas, linhas, acne e manchas na pele. Entre as novidades dermatológicas que prometem combater esses probleminhas está o microagulhamento, tratamento estético feito com agulhas minúsculas e finas na pele para aumentar a produção de colágeno.

Tipos de microagulhamento

O procedimento é feito, no geral, com os rollers, um rolinho de aço cirúrgico com microagulhas implantadas, canetas ou carimbos. Na maioria dos casos a técnica utilizada é a minimamente invasiva, e em alguns casos é necessário recorrer à microcirurgia.

Existem três tipos principais, que variam de acordo com a região tratada.

1. Facial

Indicado para o tratamento de diversos tipos de problema de pele, desde acne até rugas, marcas de expressão e melasma. Também ajuda no rejuvenescimento facial.

2. Corporal

Indicado para tratar estrias, celulite e até manchas e cicatrizes.

3. Capilar

Indicado para quem sofre com calvície, para o nascimento de novos fios de cabelo.

Benefícios do microagulhamento

O tratamento é realmente vantajoso e pode fazer maravilhas pela sua pele. Conheça seus benefícios.

1. Estimula a produção de colágeno

Com o passar dos anos, a pele perde elasticidade e se torna menos viçosa, o que contribui para as marcas de expressão. O tratamento estimula a produção do colágeno, elastina e ácido hialurônico, essenciais para mantera pele saudável e bonita.

2. Melhor absorção dos produtos

Por ser aplicado diretamente na pele, o produto é melhor absorvido e, consequentemente, age mais rápido e de forma mais profunda.

3. Combate as rugas e marcas de expressão

Pés de galinha, “bigode chinês” e outras linhas e rugas são combatidas e amenizadas com a aplicação de cosméticos por meio do microagulhamento.

4. Diminui as cicatrizes

É muito difícil eliminar por completo uma cicatriz, mas dá para reduzi-la através de tratamentos como o microagulhamento.

5. Combate manchas na pele

Quem tem manchas de sol ou de gravidez sabe o quanto elas são incômodas. Ainda bem que o microagulhamento também combate essas marquinhas.

Como funciona o microagulhamento?

tratamento com micro agulhas - fisest
Crédito: Fisest

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o princípio do procedimento é semelhante ao da acupuntura e induz a produção de colágeno e outras fibras naturais da pele em áreas localizadas da pele.

Os cosméticos ou medicamentos utilizados dependem do objetivo do paciente, sendo injetados na pele com as microagulhas através de micro perfurações. Com isso, o produto penetra até 400% mais do que na aplicação tópica.

Além disso, ao penetrar na pele, a agulha provoca uma pequena inflamação, e para combatê-la o organismo aumenta a produção de colágeno para favorecer a regeneração do tecido.

Resultados

As consequências do procedimento são uma pele com mais sustentação, firmeza e viço. O procedimento é eficaz principalmente nos seguintes tratamentos:

  • Acne não ativa;
  • Cicatrizes de acne;
  • Estrias;
  • Celulite;
  • Rugas e linhas de expressão;
  • Tratamentos anti-idade;
  • Hidratação profunda;
  • Manchas na pele.
Vale frisar que cada organismo reage de uma forma diferente, e fatores como idade, exposição ao sol e cuidados com a pele influenciam os resultados a longo prazo. É recomendável acompanhamento dermatológico para constatar quando for a hora de realizar a manutenção para manter a pele jovem e bonita.

Quantas sessões são necessárias?

Isso depende do tipo de procedimento e da pele do paciente. Embora os resultados apareçam logo na primeira sessão, é recomendado pelo menos quatro sessões para cada paciente, mas só o profissional será capaz de de determinar um bom número.

O intervalo entre as sessões costuma ser entre 15 e 30 dias. No caso de microagulhamento cirúrgico pode ser necessário somente uma intervenção para alcançar os resultados desejados.

Dói?

Há um certo desconforto, não se pode negar, pois o tratamento gera um processo inflamatório e pode até sangrar. A pele fica vermelha e pode sofrer com ardência até algumas horas depois do procedimento.

O lado positivo é que a grande maioria dos profissionais aplica anestésicos tópicos para tornar o tratamento mais suave para o paciente. Depois da sessão, a pele fica sensível, portanto cuidado com a exposição ao sol.

Recuperação

Também depende do tipo de pele, mas costuma ser rápida e demorar poucos dias.

Contraindicações e cuidados

A SBD alerta que as agulhas devem ser esterilizadas e não podem ser reutilizadas sob nenhuma hipótese, nem mesmo no próprio paciente. Todo material deve ter autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para uso.

O roller é considerado equipamento com agulhas associadas a materiais de plástico descartável e que não é possível ser desmontado. Isso significa que nem mesmo o aparelho pode ser utilizado novamente, e qualquer profissional ou clínica de estética que tente esterilizar o roller está indo contra a lei e deve ser denunciado.

Pessoas com câncer de pele e infecções locais na área tratada ou proximidades não devem se submeter ao microagulhamento, assim como pacientes com a pele bronzeada. Pessoas com as seguintes condições também não devem se submete ao procedimento:

  • Cicatrizes com quelóide;
  • Doenças vasculares;
  • Distúrbios hemorrágicos;
  • Uso de anticoagulantes;
  • Uso de Roacutan há menos de seis meses;
  • Alergia ao metal ou aos cosméticos e medicamentos;
  • Verrugas;
  • Gravidez e amamentação;
  • Herpes ativa;
  • Rosácea ativa.

O uso de protetor solar após 24 horas da realização do procedimento é recomendado, assim como evitar exposição ao sol.

Como fazer microagulhamento em casa

Você até pode comprar o roller, que é vendido por valores entre R$ 25 e R$ 100, mas saiba que isso não é recomendado! Afinal, o procedimento não deixa de ser invasivo, por menor que seja, e pode provocar infecções se não for realizado da maneira correta.

Confira o passo a passo para fazer o tratamento em casa.

1. Lave bem o rosto e certifique-se que não tem nenhuma espinha, herpes ou ferida.

2. Esterilize as agulhas com álcool isopropílico.

3. Role as agulhas, com a ajuda do roller, na horizontal, vertical e transversal do rosto, de um lado para outro. Evite a área dos olhos, boca e sobrancelha, principalmente se tiver feito micropigmentação.

4. Lave o rosto novamente e seque em toalha limpa e fofa.

5. Aplique um creme cicatrizante e descarte as agulhas.

Preço do tratamento

O valor varia de clínica para clínica, profissional para profissional, mas os estabelecimentos mais renomados não cobram menos de R$ 500 por sessão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
sucos para o cabelo crescer
10 Sucos para o cabelo crescer mais rápido
como plantar abacate
Como plantar abacate