menino dirige para salvar avó
Crédito: Arquivo pessoal
em

Menino de 11 anos dirige para salvar a avó que passava mal

Embora não tivesse idade para dirigir, o garoto já tinha recebido instruções de como guiar veículos, e soube agir na hora certa

Era mais um dia comum na vida de Angela Brewer-Laye e seu neto PJ Brewer-Laye, de 11 anos. Juntos, eles saíram para dar uma volta perto de casa. Enquanto Ângela caminhava, PJ a acompanhava em seu carrinho de kart.

De repente, a avó começou a se sentir tonta, fraca e sua visão ficou turva. Então, ela se encostou em uma placa na beira da rua para ver se melhorava.

Ao perceber que a avó não estava bem, PJ imediatamente voltou para casa em seu carrinho de kart e pegou a Mercedes da avó para buscá-la e levá-la de volta para casa.

Crédito: Arquivo pessoal

“Eu estava encostada na placa de pare e, de repente, olho para a minha direita e vejo meu carro – meu Mercedes-Benz vindo em minha direção. De uma maneira fácil e calma, estava vindo em minha direção. Eu olhei no carro. Era ele ao volante – era meu neto PJ”, disse a avó à imprensa local.

“Ele me levou para casa e parou na garagem. E ele entrou na garagem de forma tão precisa, porque a minha entrada é meio estreita… Ele não subiu no meio-fio, na grama, nada. Ele parou na garagem e me ajudou a sair do carro”.

Crédito: Arquivo pessoal

Além de andar com seu carro de kart, PJ também tinha alguma prática com carros de tamanho normal, pois de vez em quando seu avô o pedia para tirar e colocar os carros dele na garagem, sob sua supervisão. Foi por isso que o menino conseguiu voltar com a avó para casa em segurança.

O menino permaneceu calmo e concentrado ao longo do percurso, e isso foi fundamental para evitar qualquer acidente, já que, mesmo com alguma prática, ele ainda é muito novo e pequeno para dirigir um carro normal, principalmente em uma situação de emergência.

A avó ficou muito feliz e orgulhosa pela rápida atitude do neto em ajudá-la. “Ele é um menino muito especial e não pede nada em troca”, disse Ângela.

adoção de garoto de dezessete anos

Aos 17 anos, garoto finalmente encontra uma família cheia de amor para adotá-lo

Médico decide deixar linha de frente da pandemia

Médico decide deixar linha de frente da pandemia depois de ser apedrejado por família