em

Sem querer, menina de 2 anos compra sofá de mais de R$ 1.600 pelo celular da mãe

Você costuma dar seu celular para as crianças brincarem? Pois saiba que isso pode te custar um sofá!

Sem querer, menina de 2 anos compra sofá de mais de R$ 1.600 pelo celular da mãe
Crédito: Reprodução NBC San Diego

Sem querer, menina de 2 anos comprou um sofá de mais de R$ 1.600 enquanto brincava com o celular da mãe! Está em choque? Imagine essa pobre mãe. Esse é um risco que se corre, ao distrair as crianças com o dispositivo. Porém não é o único. O celular é um perigo para o seu bolso e para o desenvolvimento do seu filho.

Cada vez mais crianças estão usando o celular mais cedo, gerando diversos problemas para a saúde e o desenvolvimento cognitivo. A própria Organização Mundial da Saúde (OMS), recomenda que bebês devem ficar longe do aparelho. Além disso, crianças até 5 anos não podem passar mais do que uma hora por dia usando dispositivos desse tipo, sejam tablets ou celulares, por exemplo.

Porém, há de se concordar que é uma boa saída quando está na hora do almoço, o feijão começou a pegar, seu filho quer muito sua atenção e você não quer incendiar a casa. É compreensível, por pouco tempo, mas se deve evitar. Não somente pela saúde da criança, mas também do seu bolso, como foi esse caso.

Entenda o que aconteceu

Sem querer, menina de 2 anos compra sofá de mais de R$ 1.600 pelo celular da mãe história
Crédito: Reprodução NBC San Diego

A pequena Rayna McNeil estava querendo muito a atenção da sua mãe, que estava ocupada com suas tarefas diárias. Para deixá-la quietinha por mais algum tempo, Isabella McNeil decidiu dar seu celular para a filha brincar um pouco. Porém ela não esperava que sua bebê, de apenas dois aninhos, resolvesse comprar um lindo e caro sofá para a casa.

Alguns dias antes, Isabella estava pesquisando por um sofá novo para a casa, sem ter decidido a compra. Como estava em dúvida entre algumas peças, deixou o aplicativo da Amazon aberto, para decidir depois. O que ela não imaginava é que sua bebê trocaria a janela e começaria a navegar entre sofás de diferentes formas, cores e preços.

Parece que Rayna se interessou bastante por um sofá cinza nada econômico, de 430 dólares, que atualmente, dá um pouco mais de R$ 1.600. Ela fez a compra pelo aplicativo, que estava configurado para a compra com 1 clique. Essa é a modalidade em que você deixa os dados do cartão registrados, facilitando a compra.

Isabella só soube da compra quando recebeu a notificação do aplicativo, dizendo que seu sofá estava na transportadora, a caminho. Certamente foi um susto imenso. Ela tentou cancelar a compra com a Amazon, mas as taxas seriam de 179 dólares! Decidiu então vender em um site de usados, para reduzir o prejuízo.

Colocou à venda por 300 dólares, com um anúncio inusitado que dizia: “novinho em folha e na caixa. Comprado por engano, pela minha bebê, inclusive… Maldita opção de ‘compra em 1 clique’ da Amazon. Enfim, é mais complicado retornar, então prefiro vender e aceitar a perda”. Claro que acabou viralizando, chegando aos ouvidos da Amazon.

Alguns dias depois, a empresa ofereceu o reembolso do valor gasto, dizendo que poderia buscar o sofá ou que ela ficasse com ele, como uma lembrança desse fato engraçado. Além disso, desabilitou a opção de compra com 1 clique de Isabella, para evitar o problema no futuro. Acabou funcionando como uma bela promoção para a empresa e um tremendo alerta para os cuidadores.

Hoje doutor e cientista, ele vendia amendoim quando criança

Hoje doutor e cientista, ele vendia amendoim quando criança

o que é importante limpar

O que é realmente importante limpar, segundo especialistas