médica mordida por jararaca
Crédito: Arquivo pessoal
em

Médica mordida por jararaca mostra fotos feitas minutos antes do ataque

Depois de receber o soro contra o veneno, ela precisou passar por duas cirurgias e ficou nove dias na UTI

Em agosto de 2020 a médica Dieynne Saugo, de 33 anos, estava passeando na Cachoeira Serra Azul, em Nobres, 150 km de Cuiabá, no Mato Grosso. Quando estava embaixo da cachoeira, uma cobra jararaca despencou lá de cima e caiu sobre a médica, dando-lhe uma mordida no rosto e outra no braço.

Depois de todo o ocorrido, Dieynne publicou em seu Instagram fotos de momentos antes do ataque:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ✨ Dra. Dieynne Saugo 👉 Dra Fit (@dradieynne) em

A médica recebeu os primeiros socorros e fez uma viagem de cerca de 2 horas até um hospital em Cuiabá. No caminho ela teve vômitos em jato que provocaram uma hemorragia digestiva alta. Ao chegar no pronto-socorro ela recebeu soro antibotrópico para bloquear os sintomas e passou por 2 cirurgias.

Então, foram 9 dias na UTI, e depois ela foi transferida para o hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde foi submetida a um teste de covid-19 que deu positivo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ✨ Dra. Dieynne Saugo 👉 Dra Fit (@dradieynne) em

Um vídeo foi publicado mostrando o exato momento do ataque, quando Dieynne grita desesperada pela dor da picada e pelo efeito imediato do veneno que foi injetado em seu corpo.

cheiros que as doenças exalam

8 Doenças que podem ser identificadas pelos cheiros que exalam

Enxaguantes bucais podem diminuir a concentração do coronavírus na boca

Enxaguantes bucais podem diminuir a concentração do coronavírus na boca