causas de lipoma
Crédito: Freepik
em

Lipoma: saiba o que é e como é feito o tratamento

Muitas pessoas passam anos com uma bolinha por baixo da pele sem saberem do que se trata

Quando se fala em tumor, muita gente fica assuntada pensando que é câncer e vai precisar de quimioterapia. Mas nem sempre um tumor é maligno, algumas vezes ele pode ser como um lipoma que aparece por baixo da pele, deixando um volume que se parece com uma bolinha. Saiba mais sobre ele, suas causas e tratamentos.

O que é?

De acordo com o médico Drauzio Varella, o lipoma é um tumor benigno composto por células de gordura maduras, chamadas pelo médico de tecido adiposo ou adipócitos. Elas se acumulam dentro de uma cápsula fibrosa que está logo abaixo da camada superficial da pele e são raros os casos de uma lesão mais profunda que atinge músculos, nervos ou órgãos internos. Por isso, o tratamento é simples.

Como é feito o diagnóstico?

infos sobre lipoma
Crédito: Sociedade Brasileira de Dermatologia

Ao perceber um nódulo com as características de lipoma, deve procurar um clínico geral, dermatologista ou cirurgião. O médico irá, antes de tudo, analisar a lesão no consultório.

Análise clínica

De modo geral, essa é uma lesão que pode aparecer em qualquer parte do corpo, mas especialmente no tronco, no pescoço, axilas e ombros.

Costuma surgir em uma só parte e com um tamanho médio de 2 a 3 centímetros, com crescimento lento. Há casos em que ele chega a 10 centímetros de diâmetro, mas não é comum.

É arredondado, tem bordas regulares e uma consistência firme e elástica. Ao tocar, é macio e parece estar solto por baixo da pele. Costumam surgir com mais frequência em mulheres com idade entre 40 e 60 anos.

Exames

Dentro dessas características, se o médico suspeitar de lipoma, poderá pedir que seja feita uma biópsia em que o paciente vai ao laboratório para que seja feita uma coleta de uma pequena parte do tumor para análise.

Outros exames possíveis para garantir o correto diagnóstico são a tomografia computadorizada e a ressonância magnética que ajudam a eliminar outras patologias, como cistos sebáceos, neoplasias e tumor maligno.

Sintomas

Esse tipo de tumor benigno não costuma apresentar qualquer sintoma. Entretanto, existem casos em que pode causar dor, pois ele pode estar localizado perto de um nervo que fica pressionado com o crescimento do tumor. Esse é o único sintoma.

Causas

Ainda não se conhece a causa desse problema. Os médicos estudam possibilidades acerca de componentes genéticos, pois são comuns os casos de lipoma na mesma família.

Há outra hipótese de que as bolinhas possam surgir após um trauma na região em que se formaram, mas ainda não é uma hipótese comprovada.

Também não há uma relação comprovada entre esse tipo de lesão e a obesidade. Então, como não se conhece a causa, também não se conhecem as formas de prevenção.

Como tratar

O tratamento médico só se faz necessário quando o paciente está com dor na lesão, quando ela compromete sua estética ou funcionalidade, quando cresce muito rapidamente ou quando, mesmo depois dos exames, ficam dúvidas sobre seu caráter benigno. Fora essas situações, ele não necessita de tratamento e costuma desaparecer sozinho.

Mas no caso de ser necessário tratar, as possibilidades são injeções de esteroides, lipoaspiração ou remoção cirúrgica. Não há medicamentos via oral para essa condição.

É grave?

Pelo fato de ser um tumor benigno, não se considera um problema grave. São raríssimos os casos em que ele evolui para um tumor maligno, mas geralmente ele fica pequeno e desaparece de forma espontânea. Mesmo assim, na dúvida, é bom procurar um médico para ter certeza do que se trata.

13 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Loading…

0

Comentários

almofadas de crochê

Almofadas de crochê: lindos modelos e como fazer em casa

pasta de grão-de-bico

Receitas de pasta de grão-de-bico: mais sabor e saúde à mesa