cachorros proibidos de latir
Crédito: Freepik
em

Cidade catarinense aprova lei que proíbe cachorros de latir

A multa prevista para os tutores que não impedirem seus cães de latirem é tão absurda quanto a própria lei

A internet ficou revoltada com a câmara municipal da cidade catarinense de Penha, que aprovou por unanimidade uma lei absurda: os cachorros estão proibidos de latir. A pena para o tutor do animal que latir é de até R$ 23 mil.

Essa lei foi proposta pelo vereador Everaldo Dal Posso, do PL, e faz parte de um conjunto de regras para regular a perturbação do sossego. Porém, essa lei não estabelece quais os limites para os latidos, nem soluções para que os tutores consigam controlar os latidos de seus cães.

Além do latido dos cachorros, também serão multados os cidadãos que promoverem “gritaria e algazarra”, abuso de “instrumentos sonoros ou sinais acústicos” ou exercerem “profissão ruidosa”.

Depois que a nova lei foi aprovada e divulgada, e que a população ficou indignada com a decisão, alguns vereadores preferiram alegar que só foram a favor porque sequer leram o que dizia na proposta de lei.

Com a repercussão do caso, o prefeito da cidade vetou essa lei, que vai voltar a ser discutida na próxima sessão do plenário da casa legislativa.

O vereador responsável pela proposta fez um vídeo pedindo desculpas e explicando que essa proibição foi um equívoco. Assista:

dicas de como cultivar antúrio

Antúrio: cultive essa planta perfeita para ambientes internos

criança fica presa em panela

Criança de 2 anos fica presa dentro de panela em Fortaleza