Crédito: Reprodução/YouTube/Guinness Book
em

Depois de 12 anos deixando crescer, indiana corta cabelo mais longo do mundo

O cabelo de quase 2 metros agora ficará exposto no museu do Guiness Book

Muitas pessoas dedicam anos de sua vida a um objetivo que as concede o direito de entrar para famoso Guiness Book, e depois de conquistarem reconhecimento mundial, resolvem mudar.

Um caso recente foi da estadunidense Ayanna Williams, que passou mais de 30 anos deixando suas unhas crescerem, então resolveu cortá-las para ficarem expostas em um museu.

Agora foi a vez da indiana Nilanshi Patel, de 18 anos, que deixou seu cabelo crescer durante os últimos 12 anos e também conquistou seu lugar no Livro dos Recordes.

Crédito: Reprodução/YouTube/Guinness Book

Quando criança, Nilanshi ficou traumatizada com um corte de cabelo que não gostou e decidiu que nunca mais seus fios veriam uma tesoura. Por conta dessa decisão, ela se tornou recordista do cabelo mais longo do mundo, com cerca de 2 metros de comprimento.

Mas, os dias de cabelão ficaram para trás. Recentemente Nilanshi decidiu que cortaria os fios e os doaria para fazer perucas a pessoas com câncer. Mas, sua mãe a convenceu de que as pessoas ficariam mais inspiradas com a história se o cabelo ficasse exposto no Museu do Guinness World Record, em Los Angeles.

Crédito: Reprodução/YouTube/Guinness Book

“Meu cabelo me deu muito. Por causa do meu cabelo, sou conhecida como a ‘Rapunzel da vida real’, agora é hora de retribuir”, disse Nilanshi. A jovem só aceitou deixar seus cabelos no museu se a sua mãe doasse o próprio cabelo para fazer perucas e ajudar pessoas com câncer.

Depois do combinado, Nilanshi foi para seu grande momento: o dia de cortar as madeixas. “Adoro meu novo penteado. Tenho orgulho de mandar meu cabelo para o museu dos EUA, as pessoas verão e se inspirarão em meu cabelo”, disse ela ao Guinness Book.

tipos de cortes de cabelo masculino

14 Ideias de corte de cabelo masculino + dicas de cuidados

Antes e Depois: 22 mulheres que cortaram o cabelo curto e amaram!