em

Anorexia nervosa: uma história de superação

O distúrbio alimentar levou esta atriz a pesar 19 quilos. Veja fotos.

A melhor coisa que pode-se desejar a alguém é que tenha boa saúde. Este é o bem mais precioso que temos, pois quando estamos doentes todos os outros aspectos da vida tornam-se mais difíceis de lidar. Algumas doenças começam de forma disfarçada e o paciente só se dá conta de que precisa de ajuda quando consegue enxergar a realidade.

No caso da atriz norte-americana Rachael Farrokh, a doença foi anorexia, um transtorno alimentar que faz o paciente perder muito peso por conta do seu medo de engordar.

A maior parte dos casos de anorexia acontecem com mulheres que tiveram uma infância de sobrepeso e a partir da adolescência começaram a enxergar seu corpo de forma distorcida, não aceitando a própria imagem e tomando atitudes extremas para ficarem cada vez mais magras.

Esse medo de engordar faz as pacientes pararem de comer a ponto de o organismo começar a rejeitar a comida, e então perde-se o controle, pois os órgãos começam a enfraquecer e outras doenças aparecem, causando risco de morte.

Rachael chegou a pesar 19 quilos no auge da doença

A imagem acima mostra Rachael em 2014 e como ela era antes dos efeitos da anorexia. No auge da doença ela já não conseguia mais fazer nada sozinha, pois com apenas 19 quilos o seu corpo não conseguia se sustentar de pé.

A falta de nutrientes causou insuficiência renal, falência do fígado e parada cardíaca. A única maneira de se locomover era com a ajuda do marido Rod, que sempre esteve ao seu lado.

Para que Rachael conseguisse vencer essa batalha contra a anorexia, que já a acompanhava desde 2004, precisava de um tratamento intensivo muito caro e que poucas clínicas ofereciam.

A última esperança

Sem dinheiro para bancar o tratamento que poderia lhe salvar, Rachael gravou um vídeo emocionante com a ajuda de Ron pedindo ajuda dos internautas para arrecadar o valor necessário e poder se tratar.

Eles haviam tomado a atitude certa, pois pouco tempo depois conseguiram arrecadar 200 mil dólares. Foi o suficiente para que Rachael viajasse para Portugal em busca da sua recuperação.

A grande virada

Depois de cerca de 6 meses sendo tratada na clínica especializada, Rachael já apresentava grande progresso. Sua doença finalmente começava a fazer parte de uma história que ela usaria para conscientizar outras pessoas sobre o perigo da anorexia.

Rachael tornou-se uma ativista

Hoje, aos 40 anos, Rachael ainda se recupera, pois os danos causados em seu organismo foram muito graves. Ela também dedica-se a transmitir uma importante mensagem sobre autoaceitação e atenção das famílias em um canal no YouTube onde mostra sua rotina.

É preciso que os pais prestem atenção especialmente no comportamento dos jovens para saberem identificar quando começam a apresentar sintomas de anorexia, que é a terceira doença crônica psiquiátrica mais comum em adolescentes.

DICA DE CONSCIENTIZAÇÃO

Mirian Bottan é uma jovem que sofreu com anorexia, bulimia e ortorexia dos 16 até os 29 anos. No vídeo abaixo ela explica como seu pensamento funcionava para que a doença permanecesse em sua vida e onde encontrou ajuda para se recuperar.

Redigido por Priscilla Riscarolli

Graduada em Comunicação Social, decidiu trocar as campanhas publicitárias pela produção de conteúdo para inspirar as pessoas a enriquecerem suas vidas com mais informação, bem-estar e criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Loading…

0
Comentários
Inspire-se com dicas de maquiagem para o Carnaval
Vertigem: saiba o que é e por que acontece