Dono de restaurante convida garis humilhados por vizinho para almoçar de graça
Crédito: Arquivo pessoal
em

Dono de restaurante convida garis humilhados por vizinho para almoçar de graça

Dessa vez, a grama ao lado era realmente mais verde…

Imagine se você compra seu almoço em um restaurante e te impedem de sentar para comer! Ainda pior se disserem que é por causa do incômodo que seria para os outros clientes. Foi exatamente o que aconteceu com dois trabalhadores, em Brasília. Porém, nem tudo está perdido. Um restaurante vizinho, sabendo da história, convidou os três para almoçar e com tudo pago.

Jackson Gabriel Dias Ribeiro, Cláudia Gomes Batista e Maria Fátima Dias são trabalhadores fundamentais para a manutenção da cidade. Eles são responsáveis pela coleta seletiva de lixo, trabalhando no turno mais quente do dia. Ainda assim, além de não receberem o devido reconhecimento, ainda sofrem todo tipo de preconceito.

Dono de restaurante convida garis humilhados por vizinho para almoçar
Crédito: Arquivo pessoal

 

Um exemplo foi o que aconteceu com eles no restaurante Brasil, em Brasília. Eles estavam trabalhando na área e era hora do almoço. Foram então aproveitar a promoção e compraram 3 quentinhas e 1 refrigerante. No momento em que sentaram na mesa, foram convidados a sair, pois “afastariam” outros clientes que quisessem se sentar.

Um absurdo que não passou em branco. Dias depois, o pessoal do restaurante, que fica numa quadra ao lado (311 Sul), convidou a equipe para almoçar e aproveitar o ambiente. Claro que tudo sem custo, como uma forma de agradecer pelo trabalho deles e tentar fazê-los se sentirem melhor. O restaurante Faz Bem é vegano, e Thiago Dutra, um dos sócios, está muito feliz em recebê-los.

Fazemos questão que seja por conta da casa dessa vez e e eles sempre serão muito bem recebidos nas próximas visitas”, explicou Thiago. Um gesto que não deve ser considerado como algo especial, mas simplesmente humano. Todas as pessoas devem ser tratadas com respeito e dignidade, independente de qualquer diferença ou rótulo que se crie.

Com informações de Metrópoles

idosa se muda para casa de repouso para cuidar do filho

Mãe de 98 anos se muda para cada de repouso para cuidar do filho de 80 anos

Mulher cava poço sozinha para matar a sede da família e internautas ajudam com doações

Mulher cava poço sozinha para matar a sede da família e internautas ajudam com doações